Ana Cercal de Oliveira
  • Feminino
  • Botucatu
  • Brasil
Compartilhar no Facebook
Compartilhar

Amigos de Ana Cercal de Oliveira

  • Ivan Gallavotti
  • VALDOMIRO DE OLIVEIRA JUNIOR
  • Joelma Gomes de Lima
  • Lessandra Focking
  • maria santos
  • Mary Medrado
  • Verlu Castellano Jacob
  • Alda Morais
  • Gikasorria
  • Jaciara Nascimento
  • Elisabeth Pestana Firmino
  • Eliene.
  • Adilson Garbi
  • Mia Vargas
  • Debora Soglio
 

Página de Ana Cercal de Oliveira

Informações do Perfil

Interesse(s) principal(is) nesta Rede Social:
Doutrina Espírita (Allan Kardec), Budismo, Esoterismo, Antroposofia, Seicho-No-Ie, Hinduísmo, Taoísmo, Celtas / Druidas
Faixa Etária (idade)
36-45
Relacionamento
Casado(a)

Fotos de Ana Cercal de Oliveira

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Vídeos de Ana Cercal de Oliveira

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

Blog de Ana Cercal de Oliveira

Vivam como as flores!!! Bom Dia amigos do Espirit Book.

Postado em 23 novembro 2011 às 9:10 0 Comentários

Viva como as Flores

- Mestre, como faço para não me aborrecer? Algumas pessoas falam demais, outras são ignorantes. Algumas são indiferentes. Sinto ódio das que são mentirosas. Sofro com as que caluniam.

- Pois viva como as flores, advertiu o mestre.

- Como é viver como as flores? - perguntou o discípulo.

- Repare nestas flores, continuou o mestre, apontando lírios que…

Continuar

Quantos de nós nos consideramos homens de bem?

Postado em 27 setembro 2011 às 18:26 2 Comentários

Segundo Allan Kardec, na questão 918 de O Livro dos Espíritos, e no capítulo XVII, item 3, de O Evangelho segundo o Espiritismo (ESE) “o verdadeiro homem de bem é o que cumpre a lei de justiça, de amor e de caridade, na sua maior pureza”.

O Perdão...

Postado em 21 setembro 2011 às 17:04 0 Comentários

RECONFORTO

Autor: Emmanuel  

Psicografia: Francisco Cândido Xavier

Editora…

Continuar

Vamos fazer a nossa parte!!!

Postado em 21 setembro 2011 às 16:57 0 Comentários

NO PASSEIO MATINAL

 



Dionísio, o moleiro, muito cedo partiu em companhia do filhinho, na direção de grande milharal.



A manhã se fizera linda.



Os montes próximos pareciam vestidos em gaze esvoaçante.



As folhas da erva, guardando, ainda, o orvalho noturno, assemelhavam-se a caprichoso tecido verde, enfeitado de pérolas. Flores vermelhas, aqui e…

Continuar

Caixa de Recados (6 comentários)

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Às 17:57 em 7 dezembro 2011, RENATO DE CARVALHO disse...

Me adicione como seu amigo. Pois meu limite de convites excedeu. Muito Obrigado

 

Às 15:16 em 23 novembro 2011, maria santos disse...

CURE -SE

Não deixe que seus problemas se acumulem,
resolva-os logo.
Fale, converse, explique, discuta,
brigue: o que
mata é o silêncio, o rancor.

Exteriorize tudo, deixe que as pessoas saibam
que você as estima, as ama, precisa delas,
principalmente em família.
Volte-se para as coisas puras, dedique-se à natureza.

Cultive o seu interior e ele extravasará
beleza por todos os poros.
Agradeça a DEUS o que você tem
e você sempre
terá mais do que precisa.
Tenha fé em algo mais poderoso do
que você
mesmo, em DEUS.
Você terá estímulo para viver,
do contrário nada fará sentido.
Não tente, faça.
Você pode!


Comunidade Portal do Espírito

Às 21:12 em 2 outubro 2011, maria santos disse...
Para Pensar

Diz você que a palavra do companheiro é agressiva demais;

no entanto, se você pensar nas frases contundentes que lhe saem da boca, nem de leve passará sobre o assunto.

Diz você que o amigo praticou erro grave;

contudo, se você pensar nos delitos maiores que deixou de cometer, simplesmente por fugir-lhe a oportunidade, não encontrará motivo de acusação.

Diz você haver sofrido pesada ofensa;
entretanto, se você pensar quantas vezes tem ferido os outros, olvidará, incontinenti, as falhas alheias.

Diz você que não suporta mais os trabalhos com que os familiares lhe tributam as horas, mas, se você pensar nos incômodos que a sua existência tem exigido de todos eles, não terá gosto de reclamar.

Diz você que os seus sacrifícios são muito grandes, em favor do próximo;

no entanto, se você pensar nas vidas que morrem diariamente, para que você tenha a mesa farta, decerto não falará mais nisso.

Diz você que as suas necessidades são invencíveis;

contudo, se você pensar nas privações daqueles que seriam infinitamente felizes com as sobras de sua casa, não tropeçaria na queixa.

Diz você que não pode ajudar na beneficência, em razão de velha enxaqueca;

contudo, se você pensar naqueles que jazem no leito dos hospitais, implorando um momento de alívio, não adiará seu concurso.

Diz você que não dispõe de tempo para o cultivo da caridade, mas, se você pensar nos mil e quatrocentos e quarenta minutos que você possui, cada dia, para viver na Terra, não se esconderá em semelhante desculpa.

Em todo assunto de falta e perdão, não nos demoremos visando os outros.

Pensemos em nós próprios e preferiremos fazer silêncio, extinguindo o mal.
***********
Livro: O Espírito de Verdade
André Luiz 
Francisco Cândido Xavier
Às 21:15 em 26 agosto 2011, Jaciara Nascimento disse...
Olá !!! Amigas, então. Bjs...
Às 15:33 em 24 agosto 2011, Henrique disse...
Olá, Ana ! Eu também recebi aquela mensagem... Pode ficar tranquila, pois já exclui aquela pessoa da nossa comunidade ! De qualquer forma, obrigado por avisar e sempre faça isso quando algo estranho acontecer, tá ? Abraço, Henrique
Às 18:41 em 22 agosto 2011, Henrique disse...

Seja bem vinda, Ana ! Aproveite todos os recursos de nossa rede a divulgue para todos os seus contatos da internet, ok ? Vamos espalhar essa comunidade do bem e não se esqueça de entrar no GRUPO de sua cidade... Grande abraço, Henrique

 
 
 

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!