Mesmo sem termos consciência saímos e entramos simultaneamente em múltiplas realidades paralelas muitas vezes durante o dia. A via de acesso direto a estas outras frequências paralelas onde coexistimos simultaneamente com a realidade atual se faz através do corpo mental e/ou emocional/intuitivo e eventualmente através do corpo de luz quando a consciência começa a atuar em frequências superiores onde então o tempo não é mais linear, mas simultâneo – passado, presente e futuro coexistem paralelamente.

Temos atuação nestas outras realidades assim como temos na realidade aqui/agora onde podemos mudar gradativamente todo o contexto de nossas dos nossos “eus” dentro de outras realidades nos parâmetros da dualidade. O corpo físico é uma resposta a frequência dimensional atuando na realidade física onde incidimos nos parâmetros da reencarnação como resposta do karma não resolvido. E dentro desta realidade física tridimensional coexistem inúmeras realidades nos mesmos padrões dando continuidade as experiências de vidas que vão se posicionando paralelamente uma ao lado da outra como consequência da inconsciência nos mesmos padrões repetitivos e de nos tornarmos totalmente desacordados de que estamos atuando em uma consciência fragmentada e de origem divina.

Dentro da frequência tridimensional em que nos encontramos estamos começando a perceber mesmo que em nível bastante sutil a atuação destas outras realidades em nossa vida diária, seja através de sonhos, seja através da meditação em grau mais profundo, seja através da percepção intuitiva. O corpo físico atua como uma porta de relativa densidade o que faz do corpo mental a via de atuação de nossas percepções. O grande desafio aqui é desenvolver a nossa percepção canalizando nossa frequência com nosso eu multidimensional que atua em dimensões superiores passando então a perceber nossas realidades paralelas como uma experiência de aprendizado e de tomada de consciência. O perdão se torna aqui parte desta nova consciência. É nesta nova percepção que se escolhe o amor sobre o medo e se libera tudo o que não serve a um propósito mais elevado.

Quando um nível de consciência coexistindo em uma realidade paralela “desperta” para sua verdadeira identidade como ser multidimensional todas as parcelas de almas agregadas a ele dão ensejo gradativamente a este mesmo despertar. E mesmo que não coexistam no mesmo grau evolutivo caminharão na mesma direção e no mesmo proposito de ascender como essência divina. Eventualmente um nível ou outro que já alcançou um campo dimensional superior poderá voltar as esferas da terceira dimensão para auxiliar determinadas frações de almas ligadas a sua essência monódica que ainda se encontram no campo vibracional de dimensões inferiores. A atuação deste nível de consciência expandido será no sentido de incorporar no seu grau de frequência diversas frações de almas que se encontram desajustadas nos domínios da dualidade tridimensional.

Uma vez que todas os nossos “eus” paralelos dentro de múltiplas realidades se unifiquem na mais alta frequência vibratória, todos os nossos corpos e níveis de consciência vão se fundir se tornando um só corpo, o corpo de luz. A comunicação neste grau é telepática. Tudo coexiste no um. A partir deste campo dimensional o corpo de luz unificado terá acesso a todas as realidades podendo então compartilhar com a sua essência monádica o conhecimento desta esfera superior.

Você está voltando para casa, para o que você já é. Permita-se a continuar a lembrar e confiar no que você não pode ver, mas apenas sentir.

EU SOU Maiana Lena, consciência unificada na missão de servir a luz!

Exibições: 1334

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Emília Mitsue Ferreira da Costa em 23 maio 2016 às 18:41

Gratidão!

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!