Suave e doce presença – Orson Peter Carrara

Quero sugerir ao leitor ouvir novamente a conhecidíssima música O Homem, de Roberto Carlos. Não só ouvir, mas também acessar pelo youtube o igualmente conhecido clip com trechos selecionados de filme sobre a doce e suave presença de Jesus junto à Humanidade.

Ouvir a música, ver as cenas, meditar sobre a letra provocam emoções que nos fazem refletir sobre a nobreza, grandeza, bondade e especialmente constante bondosa presença do Mestre frente aos desafios enfrentados pela humanidade.

Bendito Cristo! Diante de tantas ilusões e mediocridades a que ainda nos deixamos seduzir, nos momentos bicudos do presente, o convite celeste vibra forte, expressivo, para todos nós: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas”, nas anotações de Mateus.

Da inspirada letra da citada música, em transcrição parcial, acompanhe comigo, leitor:

“(…)

Tinha o olhar mais belo que já existiu

Tinha no cantar uma oração.

E no falar a mais linda canção que já se ouviu.

Sua voz falava só de amor

Todo gesto seu era de amor

E paz, Ele trazia no coração.

Fez a luz brilhar na escuridão

O sol nascer em cada coração que compreendeu

(…)”

O aprendizado para a mansidão e a conquista da humildade, indicativos para o efetivo descanso interior, da paz de alma, é convite incomparável, solucionador das asperezas humanas, único caminho para a paz e felicidade que buscamos.

Inútil que nos prendamos ainda a tantos equívocos, geradores de sofrimentos e aflições.

Ele é o Amigo Incomparável, que devemos buscar continuamente. É a única alternativa de harmonia na vida íntima, nos relacionamentos, na solução dos graves desafios. Por isso, emocione-se com a letra e música O Homem.

Exibições: 162

Tags: Carrara, Orson, Peter, Suave, doce, e, presença,

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Benoni Martins em 25 agosto 2020 às 11:03

Realmente, Jesus é o Trabalhador Divino, de pá nas mãos, limpando a eira do Mundo, e, brilhando por sol generoso e fecundo, em todas as Nações que engrandecem é sempre o Excelso Rei do Amor que nunca morre! (Amaral Ornelas)  no livro Dicionário da Alma de Chico Xavier.

© 2020   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!