STAR WARS, ou a eterna luta entre o Bem e o Mal.

 

 

Com o estrondoso sucesso da saga “Star Wars”, e de milhões de fãs espalhados pelo mundo, cabe-nos indagar: o que fascina tanto os jovens e adultos nessa franquia de George Lucas?

Relembrando, o primeiro filme da série foi lançado em 25 de maio de 1977, e se tornou um sucesso inesperado e fenômeno mundial de cultura popular. Foi seguido por duas sequências, “O Império Contra-Ataca” e “O Retorno do Jedi”, lançadas em intervalos de três anos. Esta primeira trilogia seguia o trio hoje icônico: Luke Skywalker, Princesa Leia e Han Solo. O trio lutava na Aliança Rebelde para derrubar o tirano Império Galáctico; paralelamente ocorre a jornada de Luke para se tornar um cavaleiro Jedi e derrotar tanto Darth Vader, um ex-jedi que sucumbiu ao Lado Sombrio da Força e o Imperador.

Depois de 16 anos sem filmes novos no cinema, uma nova trilogia começou em 1999 com “Star Wars Episódio I: A Ameaça Fantasma”. Esta trilogia volta no tempo para contar como Anakin Skywalker se transformou em Darth Vader e acompanha a queda da Ordem Jedi e da República Galáctica que é substituída pelo Império. Mais uma vez foi lançada em intervalos de três anos, com o último filme sendo lançado em 2005.

Em 2012, a Walt Disney Company comprou a Lucasfilm por 4,05 bilhões de dólares e anunciou uma nova trilogia de filmes, sendo que o primeiro capítulo dessa nova fase, sob o título de “O Despertar da Força”, estreou em 17 de dezembro de 2015, com aclamação da crítica especializada. Diferente das outras, esta nova trilogia terá um intervalo de dois anos entre um filme e outro.

Podemos destacar dois pontos centrais nessa ficção: 1. A existência de vida extraterrestre; 2. A eterna luta entre o Bem e o Mal.

 

Apesar de, a cada dia, mais e mais cientistas e religiosos admitirem a possibilidade de vida (e inteligente!) extraterrestre, existem ainda grupos de pessoas que se negam a considerar tal hipótese.

 

Curioso observar que há mais de 150 anos, quando a ideia de vida fora do planeta Terra seria absurda de se imaginar, um livro publicado em Paris, na França, em 18 de Abril de 1857, de autor desconhecido: Allan Kardec (na verdade: Hippolyte Léon Denizard Rivail – professor e pedagogo francês), cujo título era: “O Livro dos Espíritos”, já tratava deste assunto.

 

 

Na Parte Primeira, Cap. 3 – Criação, na questão 55, Kardec pergunta: “Todos os globos que circulam no espaço são habitados?”, ao que o Espírito responde: “Sim, e o homem da Terra está longe de ser, como pensa, o primeiro em inteligência, bondade e perfeição. Entretanto, há homens que se julgam superiores a tudo e imaginam que somente este pequeno globo tem o privilégio de ter seres racionais. Orgulho e vaidade! Acreditam que Deus criou o Universo só para eles.” Logo a seguir, na questão 56, ele pergunta: “A constituição física dos diferentes globos é a mesma?”, tendo como resposta: “Não. Não se assemelham em nada.” Para completar, pergunta: “Como a constituição dos mundos não é a mesma, podemos concluir que os seres que os habitam têm corpos e uma organização diferente?” Respondendo o Espírito: “Sem dúvida, como entre vós os peixes são feitos para viver na água e os pássaros no ar.”.

 

  

Na Parte Segunda, Cap. 4 – Pluralidade das Existências, na questão 181, Kardec pergunta ao Espírito comunicante: “Os seres que habitam os diferentes mundos possuem corpos semelhantes aos nossos?” Recebendo como resposta: “Sem dúvida possuem corpo, porque é preciso de que o Espírito esteja revestido de matéria para agir sobre a matéria, porém, esse corpo é mais ou menos material, de acordo com o grau de pureza a que chegaram os Espíritos. E é isso que diferencia os mundos que devem percorrer, porque há muitas moradas na casa de nosso Pai (Jesus – cap. 14 do Evangelho de João) e, portanto, muitos graus. Alguns o sabem e têm consciência disso na Terra, outros não sabem nada.”.

 

Muitos podem questionar: Se existe vida inteligente fora da Terra, porque até hoje não foi feito nenhum contato?

 

Daí entra-se na discussão do segundo tópico: Estes viajores do espaço sideral abordariam outras civilizações com intenções bélicas ou colonizadoras, qual aconteceu no século XVI, na época dos grandes descobrimentos?

 

 

Evidentemente que, para vencer as astronômicas distâncias interplanetárias, necessário é possuir um conhecimento científico e tecnológico avançado, muito superior ao que o homem terrestre possui atualmente, em paralelo a um desenvolvimento ético-moral igualmente inevitável. Possivelmente essas civilizações avançadas se reúnam em federações interplanetárias, com regras bem definidas e rígidas quanto à abordagem de planetas e civilizações mais atrasados, a fim de evitar confrontos desnecessários e intercâmbios improdutivos.Com certeza estes seres celestes já estejam nos monitorando há algum tempo, provavelmente com sondas espaciais não tripuladas, invisíveis aos nossos instrumentos (qual acontece aqui na Terra com os aviões invisíveis Nighthawk - caça da primeira geração dos Stealth, o bombardeiro Stealth B-2 Spirit e o caça F-22 Raptor). Dessa forma, uma civilização altamente avançada, sabedora do atraso em que vive o homem terrestre, que mata seu semelhante e destrói seu meio ambiente, certamente ficará afastada de nós, até que seja possível um contato de alto nível (talvez, daqui a alguns milênios!).

 

E o que seria a FORÇA, tão propalada nessa saga cinematográfica? Nada mais seria que a FÉ interior do ser humano na crença de um Poder Supremo, que governa o Universo, e que o impulsiona na conquista de valores cada vez maiores e melhores, quer intelectualmente, quer moralmente.

 

 

Assim, não é difícil concluir que a badalada “Guerra nas Estrelas” não passa de mera fantasia científica, para nos divertir e passar o tempo com uma saborosa pipoca e um delicioso refrigerante ao lado, em frente a uma gigantesca tela de cinema! 

Exibições: 699

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Glaucia Norma Cupertino Carvalho em 19 dezembro 2015 às 23:18
Estou certa de q há vários outros mundos,para mim isto é um fato.

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!