.

▼.Ser feliz não depende só de você!.
.
Ser feliz não depende só de você!
Parece óbvio quando a gente afirma que não tem o controle de tudo e de todos, mas, no exercício de viver, o que termina acontecendo, na maioria das vezes, é que caímos na armadilha dos paradoxos. Ou julgamos que não temos culpa de nada, como se nada pudéssemos fazer para mudar o que não nos agrada; ou agimos e criamos expectativas como se pudéssemos controlar os resultados e como se tudo, em nossas vidas, dependesse exclusivamente de nós.
Sinceramente, vejo um lado extremamente positivo na ideia de nos responsabilizarmos por nossas escolhas e por nos sentirmos capazes de decidir o que queremos, como e quando queremos.
No entanto, enquanto continuarmos apostando nessa postura megalomaníaca e prepotente que sugere que somos seres independentes, células soltas no universo, nosso saldo será sempre permeado por frustrações, vazio e, em última instância, infelicidade!
Isto é, enquanto nos enxergarmos de forma radical e absoluta, apostando em rótulos como “independentes” ou “dependentes”, perderemos a preciosa chance de experimentarmos o lugar demasiadamente humano que felizmente nos cabe.
Nem tudo, nem nada. Nem preto, nem branco. Nem cheios, nem vazios. Nem santos, nem demônios. Nem certos, nem errados. Nem bons, nem maus. Nem sozinhos, nem misturados. Sobretudo, interdependentes. Elos essenciais de uma corrente que dá forma, força e sentido para o Todo.
É justamente essa necessidade sagrada de nos relacionarmos e trocarmos quem somos que nos torna seres candidatos à perfeição, imagem e semelhança da divindade. E é também, por essas e outras, que podemos, sim, optar entre um e outro caminho. Podemos, sim, decidir sob qual ângulo olharemos as circunstâncias de nossa existência.
Porém, o pacote completo que compõe a vida que vivemos nunca foi, não é e nem nunca será resultado exclusivo de uma individualidade. Somos todos um. Somos parte de algo bem maior. Somos células de um organismo multidimensional atuante, pulsante e constante.
Quem eu sou influencia -em menor ou em maior grau- quem você é! O que eu sinto reverbera e se espalha pelas entrelinhas do que você sente. E assim sendo, enquanto houver um único ser faminto, haverá também fome em mim e em você. Enquanto houver um único ser dolorido, haverá dor em mim e em você. Enquanto houver um ser perdido, haverá dúvida e confusão em mim e em você. Enquanto houver guerra em um único coração, haverá sensação de perda e destruição no meu e no seu coração.
Claro, não estou dizendo que agora, além de tudo, somos responsáveis pelo mundo inteiro. Mas acredito, sim, que alimentar o outro é dar fim à própria fome, que aliviar a dor do outro é proporcionar alívio a si mesmo, e que nesta mesma proporção, investir na gentileza, na paciência e no acolhimento do outro, é garantir que mais e mais pessoas experimentem a plenitude pela qual tanto eu quanto você temos lutado tão acirradamente.
E quanto mais pessoas participarem desta dinâmica, mais feliz “por nada” eu me sentirei. E você também! Menos dor, mais sensação de preenchimento, mais respostas e alternativas eu encontrarei. E você também! É quase matemático. Uma equação onde somos os números e, portanto, o resultado depende de mim… e de você também!
Rosana Braga é Palestrante, Jornalista, Consultora em Relacionamentos
e Autora dos livros “O PODER DA GENTILEZA” e “FAÇA O AMOR VALER A PENA”, entre outros.
Email: rosanabraga@rosanabraga.com.b

Exibições: 953

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Dalva Xavier da Silva em 25 julho 2012 às 10:31

É gratificante podermos refletir nesse texto maravilhoso, muito obrigada muita paz e luz.

Comentário de elizabeth jardim em 24 julho 2012 às 13:33

muio boa a mensagem, obrigada por nos trazer esta maravilha

Comentário de Alba Ghiu em 24 julho 2012 às 11:07

Mensagem maravilhosa,e esclarecedora.obrigada por compartilhar conosco.

Comentário de Margarida Maria Madruga em 23 julho 2012 às 16:26

Muito bom texto. Parabéns a autora e obrigada a Neusa que compartilhou conosco.

Comentário de maria da penha alves em 23 julho 2012 às 16:24

Quero me reportatao comentário de TATUAPÈ: destacando este parágrafo            Nunca deixe nas mãos de ninguém uma responsabilidade tão grande quanto a de assumir e promover sua felicidade.

Excelentes colocações a respeito do assunto: Só me fazem infeliz se eu deixo. Felicidade para mim também como para o  amigo TATUAPE é um estado de espirito.É a grandeza da alma, eu sou ou não sou Feliz, aquilo que em Yoga chamamos de Santocha, contentamento constante, independente da situação, local, companhia, ser feliz é sentir a pAZ interior em qualquer situação.Quando atingimos este estágio de satisfação, poderão ocorrer momentos tristes, adversidades, mas não infelicidade.O Espirito não se abala ele mantêm-se ìntegro porque a si basta pois é espirito e não corpo físico.Não quero me delongar na discussão até mesmo para não ser redundante, nosso amigo já discorreu belisimamente osbre o assunto.Quero dizer somente aos irmãos espiritas que tudo que precisamos está dentro de nós e não fora.

NAMASTÊ! 

Comentário de PAULO GALDINO COELHO em 23 julho 2012 às 16:23

A  Felicidade também mora ao lado, tanto do direito quanto do esquerdo, mas ela só é plena quando envolve o todo. Então eu me sinto feliz, me sinto alegre e me sinto participante de ações que podem deixar meus próximos felizes também, assim percebo que posso influir na felicidade alheia, como os outros com suas ações e atitudes influem na minha felicidade também. Acredito que a medida que que crescemos ou ampliamos nosso universo percebemos que temos mais elementos a satisfazer e para nos satisfazermos de modo que o elo vai aumentando e indicando que a felicidade existe e é vivida a cada instante não apenas por um, mas por todos elementos que participam desse instante. 

Comentário de Ubirajara Augusto em 23 julho 2012 às 12:14

Gostei muito do texto. Veio em boa hora.

 

Eu até posso me sentir feliz gostando daquilo que faço, agora pra eu ser feliz preciso da outra pessoa para dividir os sonhos e as realizações.

Comentário de vera lucia forti em 23 julho 2012 às 9:46

Ser feliz é um pequeno ato de humildade de nós mesmos , gostei

 

Comentário de FLAVIO LIMA ANDRADE em 23 julho 2012 às 8:03

OTIMA MENSAGEM PARABENS.

Comentário de iara regina vargas de assis em 22 julho 2012 às 15:28

É muito esclarecedor, uma maneira simples de Amor ao Próximo.

          Parabéns um abraço com carinho

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!