Vejo a minha frente em um jardim florido
Uma bela rosa rubra
intocada, virginal
esperando o momento de ser colhida
Pra fazer jus ao viver.

Desabrochar ao coração de alguém
Com os braços abertos
Pulmões alerta ao ar que vence a latência
Que se inspira na rosa
Que ensina a partilhar
Que cede em beleza o que recebe em harmonia.

Ao Sol ao Luar
De Leste à Oeste
Só há Sombra porque há Luz
Luz que inspira a Vida
Vida que se torna Amor
Amor que é a própria Luz.

Exibições: 74

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Luciano Candido Fortes Ferraz em 20 novembro 2011 às 10:02

Muito lindo, obrigado Aere!

 

© 2020   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!