RELACIONANDO-SE MAIS PROFUNDAMENTE Por Ann Albers 31 de Outubro de 2020

Floyd era um velho rabugento, um cowboy velho e mal humorado que trabalhava em uma creche local. Ele gostava de fazer comentários apenas para ver se conseguia irritá-lo. Muitas pessoas se ofendiam com ele ou o tratavam como um velhinho nojento.

Ele atirou em mim um dia, "Você parece muito bem para uma mulher de 90 anos." Parei, olhei-o nos olhos e me obriguei a procurar a sua luz Divina. Eu sorri com o desempenho de nossos papéis. “Você também parece muito bem para um homem de 100 anos”, eu ri.

Ele veio e ficou doce e apertou minha mão. "Eu gosto de você!" ele disse. "Você não é enfadonha como muitas daquelas senhoras que vêm aqui." "Bem, eu também gosto de você", eu disse. "Qual a sua história?" Fiquei intrigada com este personagem, Deus na forma de um velho mal humorado e tagarela! Eu me diverti.

Ele conversou comigo por mais de meia hora, contando-me sobre brigas de bar que travou em uma idade mais jovem em cidades no velho oeste. Ele me contou sobre a época em que levou um tiro. E então ele me disse que adorava trabalhar com plantas porque elas "eram pacíficas" e para minha total surpresa, ele começou a me confidenciar que era como um artista que fazia "peças de artesanato" ao estilo do sudoeste "para mulheres" com o cacto. Vai saber!

Essa era a última coisa que esperava ouvir. Ele falou sobre sua habilidade, como selecionava os materiais certos e como tentava tornar cada pessoa única. De repente, Floyd se transformou de um velho vaqueiro tagarela em um artista que se preocupava em fazer uso de um cacto caído de uma forma que trouxesse beleza e deleite para os outros. Deus fantasiado, de fato!

Muitas vezes encontrei pessoas que seriam fáceis de julgar por seu corpo, personalidade ou função, mas os anjos me ensinaram a me conter, a evitar fazer suposições e a fazer perguntas, ler, pesquisar, ouvir e a conhecê-las melhor. Eles me fizeram orar para ver as pessoas através dos olhos de Deus. Em todos os casos, fiquei surpresa ao ver sob a fachada superficial do corpo, personalidade e papel.

Há anos, quando eu trabalhava em uma grande empresa, um jovem começou a conversar comigo enquanto ele consertava a enorme máquina Xerox. Eu puxei conversa com ele enquanto esperava. Ele era doce, gentil e muito respeitoso.

De repente, ele me olhou nos olhos e disse, aparentemente do nada: “Eu matei alguém quando era mais jovem. Passei anos na prisão juvenil. Obrigado por me tratar com gentileza." Eu quase chorei no local quando sua alma falou comigo.

"O que aconteceu?" saiu da minha boca. "Você não parece capaz de prejudicar ninguém." Ele olhou para baixo. Ele me disse que tinha sido abusado. Ele entrou nas drogas. Ele não conseguia pensar direito e deixou que a raiva o possuísse. Ele lamentou sua ação em cada momento de sua vida. E ele me disse que era grato por seu tempo na prisão. Ele sentiu como se tivesse encontrado uma figura paterna que o orientou, e lhe ensinou sobre Deus e o ajudou a colocar a sua vida nos trilhos.

Ele sabia que não poderia mudar o seu passado, mas disse que todos os dias de sua vida prometia a Deus que faria algo bom por alguém. “Aí está”, disse ele, ao terminar de consertar a xerox. Espero que isto a ajude a ter um dia melhor. Ele foi embora e eu nunca mais o vi. Eu fiquei chocada. Chega de minhas suposições sobre qualquer pessoa!

A vida sempre me ensinou a olhar por trás das máscaras, por trás da aparência e além do papel. Como resultado, fui dotada de ver a profundidade extraordinária nas pessoas que muitos nunca chegam a conhecer.

Tive o privilégio de ouvir lindos sonhos em lindos corações. E tenho sido humilde ao ver meus julgamentos tornados falsos e rudes. O Divino dentro de mim me ajudou a ver o Divino em tantos outros, e a minha própria vida foi transformada por essas interações aparentemente simples.

À medida que nos aproximamos de uma das eleições mais divisivas que nós, nos Estados Unidos, já vimos, acho que é importante perceber que somos o amor Divino, votando no amor Divino em trajes diferentes, usando máscaras diferentes e desempenhando diferentes papéis.

Vamos nos concentrar na luz dentro de todos, não importa quais sejam nossas preferências, e talvez, apenas talvez, possamos ser aqueles a empoderar a luz a se elevar dentro daqueles que irão desempenhar um papel importante em nossa história - não importa quem seja .

Os anjos não me dizem qual candidato vencerá.

Tudo o que eles respondem gentilmente é:

“Deus. Deus irá vencer"

Aqui estão algumas dicas sobre como focar além do corpo, da personalidade e dos papéis

1. Olhe em seus próprios olhos

Os olhos que você vê no espelho quando é um bebê recém-nascido serão os mesmos que você verá no espelho na velhice. O corpo irá mudar. Os pensamentos mudarão. A personalidade irá evoluir. No entanto, a alma por trás desses olhos permanecerá inalterada. Você é muito mais do que o que parece na superfície. Olhe profundamente em seus próprios olhos, em silêncio, até que tenha uma sensação de conexão com a essência do amor que está dentro de você.

2. Olhe profundamente nos olhos dos outros

Todos nós estamos usando máscaras agora, o que nos obriga um pouco mais do que o normal a olhar nos olhos dos outros. Olhe profundamente. Imagine que seus olhos estão enviando amor, saudando o amor no fundo dos olhos da outra pessoa. Sorria com seus olhos. Transmita amor com seus olhos. Sinta a luz dentro de você se conectando com a luz dentro do outro.

3. Desafie-se a conhecer as pessoas mais profundamente

Inicie uma conversa com alguém que você normalmente julgaria. Logo você verá além das aparências. Pergunte a alguém com uma função que você conheça o que ele faz para se divertir. Você poderá ficar muito surpreso. Leia uma biografia sobre alguém que você não entenda para ver o que o fez desempenhar o papel que desempenha. Veja se você consegue encontrar a paixão ou o amor por trás de suas ações. Desafie-se e as suas suposições sobre as pessoas e tente conhecê-las melhor. Inevitavelmente, encontraremos nossa humanidade compartilhada.

Somos condicionados a fazer suposições sobre as pessoas com base no corpo, personalidade e função, mas há muito mais em cada um de nós. Cavar este ouro, encontrar esta essência por trás da forma e nos desafiar a nos conhecermos mais profundamente é um tempo bem gasto.

Por baixo de todas as nossas máscaras, fantasias e papéis, somos muito mais. À medida que começamos a nos relacionar de coração a coração e de alma a alma, ao invés de corpo e personalidade e de papel a papel, o amor é a força inevitável que surgirá para nos dar uma experiência de vida mais profunda, rica e significativa em todos os nossos relacionamentos.

Compartilhe com Ética mantendo todos os créditos
Formatação - DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
http://www.decoracaoacoracao.blog.br/
http://stelalecocq.blogspot.com
https://lecocq.wordpress.com

Exibições: 93

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!