REFLEXÃO: o que JESUS teria REALMENTE DITO ?

              Assistindo diversas palestras, nos questionávamos sobre o que Jesus realmente teria dito, pois que Ele nada escreveu e Seu procedimento quando pela Terra esteve está registrado em livros antigos, escrito por homens que no interesse, podem ter manipulado a mensagem, muito embora o que vale mesmo é o contido que possa ensejar boas maneiras e evolução a humanidade.

              Os registros nos reportam à época que Jesus é preso, e condenado por demonstrar a humildade e pregar o amor ao próximo. Ele nos deu o maior exemplo de fidelidade que pode ser praticado, pois até o fim foi fiel ao Pai e cumpriu a missão para a qual foi designado quando nasceu aqui na Terra. Tinha poderes especiais porque era um Espírito Puro, mas nem por isso evitou enfrentar as dificuldades e ser julgado por uma Lei humana como qualquer pessoa comum da época. Perdoou até quem lhe traiu!

              Mas ao mesmo tempo em que tudo isso aconteceu, Jesus reaparece e mostra que venceu a morte, e nos da à certeza de que apenas passamos de um estágio para outro e que o túmulo não é o fim como muitos imaginam, e mesmo que o povo daquela época que poderia ser um de nós, para quem acredita na reencarnação, tentasse aniquila-lo, as Suas ideias se perpetuaram e fatalmente nós que tivemos outras vidas já nos deparamos com os ensinamentos do Evangelho, e mesmo assim continuamos a errar, a praticar iniquidades, e a sofrer com provas e resgates a cada vida que passa.

              Mas se o período de Páscoa tem momento de angustia por lembrarmo-nos do sofrimento de Jesus, somos reconfortados e nos alegramos em saber que o Mestre sobreviveu e que está sempre disposto a escutar nossas lamúrias nos ajudando, e concluímos que se Ele não tivesse sofrido todas as agruras e não tivesse nos legado tanta meta moral de vida, não teríamos lhe deferido como sendo um Ser de Estrema Bondade, o qual devemos ter como modelo e guia.

              Possuímos tudo para dar um salto evolutivo, bastando apenas ter como base o que o Mestre falou. Ele resumiu tudo em poucas palavras: “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo”. O entrave está principalmente no amar ao próximo como a nós mesmos, pois ainda não descobrimos a maneira correta de nos amar, já que praticamos desvios de conduta regularmente, e não preservamos a vida como deveríamos, mesmo sabendo que seremos cobrados no futuro com tristezas.

              Tudo isso nos traz a conclusão da distância que estamos em relação ao que o Mestre ensinou.

              Que a Páscoa seja momento de reflexão, e possamos todos ser capazes de traçar metas que faça ressurgir em nós a capacidade de mais amor, para que o mundo envolto nessa emanação possa melhorar, e efetivamente reinar a paz tão sonhada.

              Assim seja.

Exibições: 540

Tags: ?, DITO, JESUS, REALMENTE, REFLEXÃO:, o, que, teria

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de João Ricardo Santos Lopes em 1 abril 2018 às 18:27

Ninguém pode afirmar com absoluta certeza o que Jesus terá dito. Será sempre necessário confiar nos seus discípulos e emissários. Esse sim, os que sempre estiveram com Ele, são quem pode dizer o que realmente aconteceu.

Sei que esta é e será sempre uma questão de difícil compreensão e resolução. Nunca será fácil cometar afirmações que foram escritas há muitos anos e descritas por quem as viveu na primeira pessoa e depois as transmitiu a terceiros e estes promoveram transmissões sucessivas.

Acreditar é sempre o primeiro passo. 

« Porque vistes, acreditastes. Felizes aqueles que acreditam sem ter visto! » - Jesus-

Comentário de adão de araujo em 1 abril 2018 às 15:41

Amigo e irmão Nilton; alguns conceituados autores espirituais, através de médiuns respeitáveis, têm afirmado que o que consta nos 4 Evangelhos (Canônicos), corresponde mais ou menos a 20% do que Jesus teria ensinado e, ainda assim, com muitas alterações feitas propositalmente e por encomenda. Há também os erros de tradução e as interpolações com o objetivo de reforçar alguns dogmas.

Tenho em meu acervo particular, uma Bíblia onde podem ser encontradas palavras e conceitos que não existiam na época de Jesus, (por exemplo: Espiritismo, Médium, etc.), aí fica bem claro que a finalidade , é denegrir a Doutrina Espírita.

Portanto, meu amigo, em se tratando da Bíblia e sua traduções, é sempre bom ficar atento.

Um forte abraço. Muita paz.

Comentário de Benoni Martins em 1 abril 2018 às 13:38

Isso elucidará, caro Nilton Moreira, irmão de ideal espírita, senão todos, a grande maioria dos acontecimentos da vida, sob a ótica da justiça divina...abraço de cordialidade.

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!