Os Maias apontam 2012 como o fim de um ciclo na Terra

Os Maias apontam 2012 como o fim de um ciclo na Terra

Por Regina • seg, 19 de maio de 2008 • 212.452 Visualizações

Um dos mais antigos povos da América Central, os Maias destacam-se até hoje por sua organizada estrutura de ciência, história, arte e religião. Das várias profecias feitas por esse povo, há mais de 5 mil anos, a que mais chama a atenção de cientistas e filósofos de todo o mundo é a exatidão e o mistério contidos no calendário maia, que cita o ano 2012 como um ano-chave para mudanças em nosso planeta e o fim de um ciclo. No entanto, as sete profecias que marcam a civilização maia trazem, acima de tudo, esperança e conscientização.

Os maias acreditavam que a nossa Galáxia segue um ciclo imutável, o que pode e deve ser mudado é a consciência da humanidade rumo à evolução. Eles apontam que sua civilização era a quinta iluminada pelo Sol, ou seja, estavam no quinto grande ciclo solar e, por conseqüência, outras quatro já haviam passado pela Terra e foram destruídas por desastres naturais.

Os maias previram que o Sol mudará a sua polarização em 22 de dezembro de 2012, após receber um raio sincronizado com origem no centro da Galáxia, um raio que dará origem a explosões solares iniciando a transformação do planeta. Desse modo, uma nova era terá início: o sexto ciclo solar. Os maias relatavam que esse fenômeno acontece a cada 5.125 anos (de acordo com estudiosos e pesquisadores, o início deste ciclo solar se deu no ano 3113 a.C.) e que a Terra será afetada pelo Sol devido a uma mudança no seu eixo de rotação.

As Sete Profecias Maias dizem que a civilização baseada no medo será transformada através das vibrações de harmonia. Mas essa transformação só ocorrerá para quem assim o desejar, será algo pessoal. Os maias não falam em fim do mundo, mas em um processo de transformação em que o espírito ganhará em sua jornada de evolução a esferas mais altas.

As sete profecias

As Sete Profecias Maias, que resumimos abaixo, aparecem para ajudar a humanidade a ter uma atitude de mudança individual, em que todos deverão almejar a compreensão de sua integração com tudo o que existe.

A primeira profecia : É o princípio do tempo não-tempo, que teve início em 1992. Nessa data, o homem começou a fazer mudanças em suas atitudes e consciência, abrindo sua mente a tudo o que existe. Este é um período de 20 anos de duração, no qual a humanidade entra em um período de grande aprendizado e transformação. Após sete anos (a partir de 1999) começa um período de escuridão, em que cada indivíduo se auto-analisará. O homem estará como em um grande salão de espelhos; o materialismo será deixado para trás e inicia-se um processo de libertação do sofrimento.
A segunda profecia : Afirma que a resposta a tudo está dentro de cada indivíduo e que seu comportamento determinará seu futuro. Confirma que, a partir do eclipse solar de 11 de agosto de 1999, o comportamento da humanidade terá grande transformação. Os maias afirmam que os homens facilmente perderão o controle de suas emoções ou conhecerão sua paz interior. Também indicam que a energia que é recebida do centro da Galáxia causa um aumento na vibração do planeta e das ondas cerebrais, alterando pensamentos, comportamento e sentimentos. Esta profecia sugere dois caminhos: um de compreensão e tolerância e outro de medo e destruição. O caminho a seguir será escolhido por cada um.
A terceira profecia : Aponta uma grande mudança na temperatura, produzindo transformações climáticas, geológicas e sociais em uma magnitude nunca antes vista e em incrível rapidez. Uma delas será decorrente do próprio homem, devido à sua falta de consciência em cuidar e proteger os recursos naturais do planeta, e as outras geradas pelo próprio Sol, o qual intensificará sua atividade pelo aumento das vibrações.
A quarta profecia : Relata que a conduta antiecológica do ser humano e o aumento da atividade solar causarão o derretimento dos pólos. A Terra estará apta a se recompor, porém com mudanças na composição física dos continentes. Os maias ainda apontam que, de acordo com seus estudos, a cada 117 giros do planeta Vênus, o Sol sofre novas alterações com grandes explosões e ventos solares, o que coincide com o final deste ciclo.
A quinta profecia : Todos os sistemas que se baseiam no medo sofrerão uma drástica mudança junto com o planeta e o homem passará por uma transformação para dar caminho a uma nova e harmônica realidade. Os sistemas falharão e o homem terá de olhar para si a fim de encontrar uma resposta para reorganizar a sociedade e continuar o caminho à evolução, que o levará a entender a criação.
A sexta profecia : Mostra que nos anos finais aparecerá um cometa cuja trajetória pode pôr em perigo a existência do homem. Essa cultura de considerar o cometa como um agente de mudança vem pôr movimento ao existente equilíbrio, permitindo a evolução da consciência. Para os maias, Deus é a presença da vida, apresenta variadas formas e está em tudo.
A sétima profecia : Esta profecia aponta que, entre os anos 1999 e 2012, uma luz emitida do centro da Galáxia sincronizará todos os seres vivos e permitirá que voluntariamente iniciem uma transformação interna que produzirá novas realidades. Os maias mencionam que cada um terá a oportunidade de mudar e quebrar suas limitações, criando uma nova era, em que a comunicação será pelo pensamento. Os limites desaparecerão, uma nova era de luz e transparência terá início e as mentiras desaparecerão.
Fonte: Folha Espírita

Em seqüência à esse artigo, a Folha Espírita publicou uma entrevista cedida por Fernando Malkun Rojas um dos maiores conhecedores do Calendário Maia e suas profecias, à Amantino Freitas por telefone.

Fernando Malkun Rojas – O Calendário Maia

Exibições: 1287

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Sandra Regina de Souza e Silva em 16 janeiro 2012 às 6:34

Muito bom esse texto, precisamos urgente destas transformações.

Comentário de ednamara soares xavier em 10 janeiro 2012 às 0:19

muito bom que bom ler coisas construtivas

Comentário de evaldo berwig em 8 janeiro 2012 às 16:48

Longa Metragem Discute Perspectivas da Civilização Atual


O texto do filme "2012" foi publicado
inicialmente no boletim eletrônico “O Teosofista”,
na edição de novembro de 2009

Link direto:

O Filme "2012" Questiona o Futuro - O Teosofista - http://www.filosofiaesoterica.com/ler.php?id=755

Comentário de Cristiane Ribeiro em 8 janeiro 2012 às 14:11

Obrigado pelas mensagens e fico feliz por poder de alguma forma ajudar na compreensão necessária para uma mudança interna, principalmente..Abraço a todos

Comentário de Carlos Antônio Silva dos Santos em 7 janeiro 2012 às 21:24

 Juliana Schulz , solicitei sua amizade, após mando pra você, ok!


Comentário de Armando Manuel Dias Santos em 7 janeiro 2012 às 17:39

----Ao ler esta matéria que achei fascinante, apercebi-me de quanto é importante procurar a paz interior até descobrirmos a luz que irá iluminar o novo caminho que irá aparecer , então olharemos para o próximo como nosso irmão e alcançaremos o tão almejada esperança de um todo , uno , cheio de amor, paz e de uma esbelta imensidão infinita. 

 

Comentário de Rosalia Angela Miele Batista em 7 janeiro 2012 às 9:13

Realmente a tranformação irá acontecer no interior de cada um de nós. Só vai depender de nossos bons pensamentos e procurar sempre caminhar para a luz.

Comentário de Abilio Armando Peixoto Correia em 6 janeiro 2012 às 9:57

Amigo Evaldo Berwig investigar 5000 anos atraz é bastante dificil, vivamos o presente e deixemos de assustar os crédulos. De quando em vez aparecem estas noticias que têm cariz do PRINCIPE NEGRO. Muita LUZ.

Comentário de Abilio Armando Peixoto Correia em 6 janeiro 2012 às 9:53

Amiga Amanda Moreira, basta ter FÉ, quem acredita em DEUS atravez de JESUS, (ninguem chega ao Pai senão por Mim)  não pode ceder a tonterias de milenios, cuidado com os que se aproveitam disso porque só aos charlatães isto interessa. MUITA LUZ para iluminar o seu caminho.

Obs. Nessa altura a terra era plana ..........

Comentário de Amanda Maria de Arruda Moreira em 6 janeiro 2012 às 2:59

Tomara q mude mesmo,que as pessoas reflitam sobre suas atitudes...e que seja realmente um mundo melhor pq sinceramente não aguento mais ver pela tv tanto ódio e desordem no mundo

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!