OS ESPÍRITOS SE COMUNICAM POR MEIOS ELETRÔNICOS - Mensagem musical de uma filha desencarnada para sua mãe.

        O pesquisador Hans-Otto König apresentou o seu aaparelho para Transcomunicação Instrumental (TCI) no II Congresso "Voci e Imagine da Un'Altra Dimensione, promovido pelo Centro Milanese di Metafonia" em julho de 1986. Além dessas apresentações públicas, Hans-Otto König tem comparecido a muitas reuniões e audições assistidas por numerosas pessoas. Entretanto, suas atividades nesse campo não se limitam apenas a exibições espetaculares. König edita uma revista denominada "Parastimme", com informações sobre transcomunicação.  Ele recebe, também, pessoas que perderam filhos e outros parentes, e com os quais desejam estabelecer diálogo a fim de atenuar saudades.

As Mensagens dos Desencarnados

        O primeiro equipamento/sistema montado, o "Generator", permitia obter vozes nítidas, porém as frazes eram curtas, assim mesmo, possibilitando os diálogos.

        Com o segundo sistema, o "Infarotanlange", as comunicações tornaram-se muito melhores. As frases passaram a ser mais longas, e os diálogos tornaram-se mais fáceis.

        A seguir, alguns exemplos de mensafgens obtidas por esses sistemas extraídos do livro de Hildegard Schäfer, "Brucke Zswichen Diesseit und Jenseit" (Ponte Entre este Mundo e o Além), obra da qual obtivemos a maior parte das informações para este artigo.

        1 - Pergunta acerca da sobrevivência após a morte, para as plantas e os animais:

         Resposta: "Tudo o que é vivo continua a viver".

        2 - Um dos pioneiros na Transcomunicação, Kosntantin Raudive, já desencarnado, comunicou-se diversas vezes com Hans-Otto König.

        "Raudive para König. Aqui Raudive, Raudive saúda. Estou vivo. Saúdo Hildegard Schäfer".

        3 - Muitos pais que haviam perdido seus filhos em acidentes ou por doença, aguardavam em um salão alguma notícia deles. A mensagem foi a seguinte: 

        "Todas as crianças saúdam"!

        4 - Outra Mensagem:

        "Vossa vida é preocupação. Ficai em paz. Temos um belo Mundo. A morte é uma nova vida".

        5 - Durante certa reunião em Bad Kissinger, uma voz disse:

        " Vamos fazer música tocar".

        Logo soou uma bela peça de flauta. Aí, outra voz explicou:

        "A criança está tocando para a mãe".

        De fato, a mãe da criança estava presente e, profundamente emocionada, explicou que sua filha, ainda em vida, tocava flauta doce. A senhora já mantinha contato com a sua filha falecida, através do gravador.

        CONCLUSÃO:

        As perspectivas abertas para o conhecimento da natureza do homem e do Cosmo, oferecidas pela Transcomunicação Instrumental, são incomensuráveis. As informações fornecidas pelos desencarnados poderão contribuir de maneira decisiva para o progresso da Ciência e da Paz. em uma escala até agora não alcançada pelas maiores descobertas no campo do conhecimento e da tecnologia.

        Nunca será superfluo enaltecer a valiosa coperação à humanidade pelos transcomunicadores, no sentido de facilitar a compreensão da real natureza humana e a finalidade da vida aqui na Terra. Além disso, devem ser somados o grande consolo e o alívio do sofrimento de imensa parcela da humanidade, que chora a perda de seus amados parentes e amigos já fslecidos, e dos quais não tem notícias e nem a certeza de que sobreviveram ao transe da morte.

(Transcomunicação Instrumental- Karl W. Goldstein)

       

 

Exibições: 2529

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de sylvia rruas em 17 janeiro 2013 às 23:15

fico grata pela dica.

Comentário de adão de araujo em 13 janeiro 2013 às 12:31

Oi Sylvia. Fico feliz por seu interesse no assunto. Sugiro que  entre em contato com o www.ipati.org.br (Instituto de Pesquisas Avançadas em Transcomunicação), ali você vai encontrar informações atualizadas. Recomendo a leitura do livro "Gravando Vozes do Além"  da pesquisadora Sonia Rinaldi.

Grande abraço, querida amiga.

Comentário de sylvia rruas em 13 janeiro 2013 às 12:17

QUE BOM QUE FAZ PARTE DAS PESQUISAS NESSA ÁREA. GOSTARIA DE ESTAR MAIS INFORMADA SOBRE ESSE ASSUNTO . SE PUDER ESCREVA.

Comentário de adão de araujo em 13 janeiro 2013 às 11:40

Oi Sylvia Ruas.  Concordo com você em alguns pontos, por exemplo: precisamos aprimorar muito os meios tecnológicos para termos  com os Espíritos uma comunicação, por meios eletrônicos,  mais eficiente.  Faço parte dessas pesquisas, a comunicação já existe, o que resta é o aprimoramento.

Quanto a comprovação  da vida após a morte fisica,  essa já foi feita por inúmeros pesquisadores utilizando-se de métodos rigirosamente científicos dentre eles Allan Kardec, Ernesto Bozzano, Charles Richet, Willian Crookes, Alexandre Aksakof, Albert de Rochas, Ian Steveson, Emendras Barnejee, Hellen Wambach, Edith Fiori e muitos outros.   Acontece que esssas  pesquisas foram feitas de forma indepentente. O que falta é a Ciência considerada oficia,  ratificar as pesquisas já existentes. Só isso.

Um grande abraço prezada amiga Sylvia. Foi bom contar sua presença e seus comentários, volte sempre. Muita paz.

Comentário de sylvia rruas em 13 janeiro 2013 às 11:03

É INEGAVEL MAS PRECISAMOS DE MUITOS ESTUDOSPARA APRIMORAR TUDO ISSO E COMPROVAR CIENTIFICAMENTE QUE HÁ VIDA APÓS O DESENLACE DO CORPO FÍSICO.

 

 

É INEGÁVEL MAS AINDA PRECISAMOS DE MUITAS PESQUISAS PRA A COMPROVAÇÃO CIENTÍFICA,TVZ DEMORE OU DE UM SALTO DE UMA HORA PARA OUTRA POIS ESTAMOS EM UM MUNDO QUE ATÉ AS PESQUISAS EM PROL DA SAÚDE FÍSICA  MUITAS VZS SÃO NEGLIGENCIADAS.

 

 

Comentário de Vânia Lopes Gomes em 11 novembro 2012 às 6:57

Só Deus tem o poder,só ele é Luz ;quando leio publicações desse tipo mais eu creio na força do nosso PAI!

Comentário de adão de araujo em 3 novembro 2012 às 15:50

Alo amigo José Fernandes de Siqueira.  Um grande abraço para você muito grato por seu comentário.

Comentário de jose fernandes de siqueira em 1 novembro 2012 às 20:23

Aplaudo de pé a coragem e a perseverança de cientistas desse nível moral .

Comentário de jose fernandes de siqueira em 1 novembro 2012 às 20:22

Comentário de adão de araujo em 1 novembro 2012 às 18:11

Amigo Paulo Galdino Coelho. Em  o Livro dos Espíritos na pergunta n. 934, encontramos o seguinte:

Pergunta: A perda de entes queridos não nos causa um sofrimento mais legítimo, quando é irreparável e independente da nossa vontade?

Resposta: " Essa causa de sofrimento atinge tanto o rico como o pobre; é uma prova ou expiação e lei para todos. Mas é uma consolação poderdes comunicar-vos com os vossos amigos pelos meios de que dispondes, enquanto esperais o aparecimento de outros mais diretos e mais acessíveis aos vossos sentidos". (destaques de Allan Kardec).

Eu penso, caro irmão Paulo Galdino,  que nessa resposta o Espírito da Verdade já estava enunciando o futuro surgimento da Transcomunicação Instrumental.

Um forte abraço e votos de muita paz.

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!