A palavra Transcomunicação é a combinação contraída dos vocábulos Transcendental + Comunicação.

A expressão foi concebida na Alemanha, nos anos 80, pelo físico, engenheiro e prof. Dr. Ernst Senkowski. Transcomunicação é um neologismo, que ainda não é encontrado em nenhum dicionário, muito embora já exista o termo Trans, através, para além, além de. Seria difícil encontrar uma outra denominação que melhor definisse essas comunicações transcendentais.

Usa-se, entretanto, esta terminologia de origem europeia, também para designar todo e qualquer tipo de comunicação entre mentes encarnadas e consciências sem corpos do plano extrafísico. Vale dizer que as comunicações mediúnicas obtidas através dos médiuns e conhecidas como psicofonia, psicografia, materializações, os fenômenos de voz direta ou de efeitos físicos, etc., constituem um importante grupo de transcomunicação. Mais precisamente: Transcomunicação Mediúnica.

Mas, por que introduzir essa “complicação”, se os velhos e consagrados vocábulos – médium, mediunidade, comunicação mediúnica, etc. – já funcionam tão bem? A razão dessa aparente sofisticação está na necessidade de se criar uma nomenclatura adequada ao desenvolvimento tecnológico da comunicação com os Espíritos.

É, que, de uns tempos pra cá, vêm sendo obtidas comunicações tecnológicas diretamente por meio de aparelhos físicos, eletrônicos, sem a intermediação humana, a não ser em alguns casos, para melhor viabilizar a comunicação. A essa categoria de comunicações dá-se a denominação de Transcomunicação Instrumental, com o objetivo de evitar ampliação semântica de difícil entendimento. A nova nomenclatura resulta, portanto, em ordem e simplificação, dando maior precisão e entendimento aos vocábulos.

Exibições: 1388

Tags: TCI

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de FRANCESCO ANDRADE em 7 julho 2019 às 13:27

ACHO QUE EXISTE UM EQUÍVOCO AÍ, NÃO A COMUNICAÇÃO COM OS ESPÍRITOS, SEM A PRESENÇA DE UM MÉDIUM, SEM ISTO NENHUM APARELHO DESSES FUNCIONARIA. ESTOU CERTO?...LER "LIVRO DOS  ESPÍRITOS" E "LIVRO DOS MÉDIUNS"..

Comentário de Ruy Ermelindo Nogueira Barbosa em 6 julho 2019 às 16:45

Aqui em São Paulo, a confreira Sônia Rinaldi é especialista nesta matéria deTCI.

Comentário de Rafaela Respeita em 8 novembro 2013 às 10:02

Deveras interessante !!

Depois disso não ocorreu mais nenhum possível fenômeno com vc ?

Comentário de inimá carvalho filho em 7 novembro 2013 às 21:20

O telefone de minha amiga tocava com chamada de sua amiga desencarnada sem ela ter o registro de contato no telefone dela, aparecia o nome da amiga chamando.

Comentário de Rafaela Respeita em 7 novembro 2013 às 21:13

Inimá, por gentileza, poderia fornecer mais informações ?

Comentário de inimá carvalho filho em 7 novembro 2013 às 21:04

Uma pessoa conhecida minha médium recebia chamada no celular, esta pessoa de nome Universa também médium pedia a ajuda a esta minha amiga quando ela ia visitá-la,ocorre que esta senhora já havia desencarnado quando o celular de minha amiga tocava. Um abraço fraternal.

Comentário de Graça Carvalhaes em 7 novembro 2013 às 19:18

Não sei se minha experiência pode ser considerada desse tipo. Em julho de 2008, fui visitar um parente que havia sido internado em uma casa de repouso para idosos. O meu aparelho telefônico era o 7373 da Nokia, que pra fazer ligações tem que girar o flip, digitar o número, ou entrar na agenda. O diretor me acompanhou ao quarto e me informou que há dias vinha tentado entrar em contato com a pessoa responsável pela internação, mas ela não atendia suas ligações. Pediu pra eu entrar em contato, porque a pessoa internada estava bem mal, necessitando ser levada ao médico e só ela poderia fazer isto. De repente comecei ouvir uma voz, paramos de conversar, eu perguntei a ele se, também estava ouvindo e ele afirmou que sim e que a voz estava vindo de minha bolsa. Eu a abri, tirei o telefone, a voz continuava. Perplexa eu, não sabia o que fazer. isso nunca havia acontecido, antes e não havia possibilidade dele ligar sozinho e até ligar o viva-voz. Girei o flip e vi que a ligação partia do meu aparelho para o da pessoa, responsável pela que estava internada. Eu tinha menos de um real de crédito. Ela me perguntou se eu tinha notícias daquela pessoa, eu disse que estava ao lado dela, que o meu aparelho havia ligado sozinho, eu estava quase sem credito e que o diretor necessitava falar com ela, urgente. Ela pediu pra eu desligar que retornaria em seguida. Desliguei, ela ligou, passei o telefone para o diretor que conversou com ela e naquele mesmo dia, ela foi lá, o levou ao médico, ele ficou internado mais de 2 meses. Quando cheguei em casa, contei ao meu filho o ocorrido. Ela ligou pra ele, pra saber o que eu havia dito, sobre o ocorrido e ele confirmou. Não tive coragem de me desfazer desse aparelho que continua guardado, até hoje. Alguém ai, pode, por favor, me explicar que tipo de comunicação seria esta? Abraço.

Comentário de Rafaela Respeita em 7 novembro 2013 às 14:08

Vivaaa!! Obrigada pelos comentários Amigos !! 

Comentário de Mariângela da Costa Maia em 7 novembro 2013 às 12:21

Eu assisti uma palestra na Ramatis e o palestrante chamado Arthur falou a respeito dessa transcomunicação.

O mundo espiritual está trabalhando para aquecer e acalmar nossos corações na perda de um ente querido.

E viva a espiritualidade! 

Comentário de Joao Figueiredo Murta em 7 novembro 2013 às 11:43

Não tenhamos dúvidas, com o avanço da tecnologia, acreditamos que em pouco tempo, poderemos nos conectar com o além com mais frequença e segurança

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!