O que é a morte ? // What is Death ? (English) - Victor Hugo

   
"A morte é uma continuação. O meu olhar penetra o mais que é possível nessa sombra, onde vejo, a uma profundidade que seria amedrontadora, se não fosse sublime, dealbar-se o imenso arrebol da eternidade."

Para continuar lendo o artigo, acesse :

Português : http://eradoespirito.blogspot.com.br/2012/08/o-que-e-morte-victor-h...

    

Inglês : http://spiritistknowledge.blogspot.com.br/2014/03/what-is-death-vic...

   

Exibições: 541

Tags: e, espiritismo, espírita, finados, hugo, luto, morte, victor

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Eliana Maria de Queiroz Ramos em 30 maio 2014 às 11:17

Vamos orar  para esta Copa. Vejam o alerta da espiritualidade nesta mensagem psicografada na FEB. Vamos fazer uma corrente para a pátria do cruzeiro.

Prudência
Aquietemo-nos! Relembram os Instrutores Espirituais.
A transição recomenda prudência.
A  Pátria  do  Cruzeiro,  com  a  responsabilidade  de  representar  a  fraternidade  na  Terra,  está 
diante dos olhos do Mundo que aproveitando a ocasião dos jogos redescobre o Brasil.
Colocamo-nos,  nesse  momento,  à  disposição  dos  benfeitores,  para  pedir  as  bênçãos  para 
nossa gente, para nossa terra, para nosso torrão Natal. E percebemos o cuidado dos Espíritos Nobres 
que representam os Pais da Pátria, para zelar pelo equilíbrio, pela prudência e pela ordem.
Os  benfeitores  nos  recomendam  prudência.  Aquietarmos  antes  de  acelerarmos;  paciência, 
antes que a preocupação maior; oração, antes que o receio. 
Os nossos  Amigos Maiores  pedem  que nos habituemos nesses  dias:  amanhecer  orando pela 
Pátria; durante o dia, mentalizar a paz na Pátria; ao adormecer, orar pelo equilibro da Pátria, porque 
o  mundo  espiritual  nobre,  certamente,  cuidando  de  nós,  cria  as  condições  de  defesa  para  que  os 
acontecimentos ocorram com equilíbrio,  para que a ordem não se deixe vencer pela desordem, para 
que a prudência nos conduza com equilíbrio à condução do processo das mudanças necessárias.
Os  irmãos  infelizes,  acostumados  à  balburdia,  à  desordem  no  mundo  espiritual  inferior, 
querem  aproveitar,  também,  no  seu  trabalho  organizado,  chamar  atenção  do  mundo,  para 
desmoralizar o grande Programa de Jesus para o Brasil. 
Por isso, em nome deles,  nós  queremos  pedir aos  nossos companheiros  o hábito da oração
em favor da paz. 
Teremos,  certamente,  preocupações graves que devem esperar de nós e receber  das nossas 
orações o testemunho do equilíbrio, para que as forças do mal não encontrem espaço  também em 
nós. 
Os espíritas conhecedores desses acontecimentos, da ação dessas criaturas infelizes, nossos 
irmãos, devemos estar conscientes de que representamos elos da grande corrente da  Bondade  que 
protege o grande programa que o Cristo de Deus colocou nas mãos do povo Brasileiro.
Estejamos,  pois,  meus  irmãos,  atentos,  não  sejamos  aqueles  que  multipliquem  as  más
informações e notícias,  mas asserenados, aquietados,  nos liguemos aos benfeitores,  nesse momento 
importante,  para que possamos transmitir para o Mundo inteiro a  nossa  gente tão boa, a expectativa
de um ambiente de paz e de um povo ordeiro e generoso, e sobretudo Cristão. 
Orando  juntos,  estaremos  ligando  as  forças  vivas  da  bondade,  que  emana  do  coração  do 
nosso  mestre,  o  Cristo  de  Deus,  estaremos  oferecendo  aos  nossos  dirigentes  encarnados,  aqueles 
homens  e  mulheres  que  têm  a  incumbência  de  zelar  pelo  equilíbrio  e  pela  orientação  política,
econômica,  social  do  Brasil,  para  que  os  acontecimentos,  que  possam  ocorrer,  não  perturbem  a 
generalidade da Nação, e para que o  programa do Cristo se faça maior do que os transtornos, e para 
que, de um modo geral, todos nós contribuamos para a paz. 
Mantenhamo-nos  aquietados,  confiantes,  vigilantes  e  orando,  entregando-nos  às  mãos 
santíssimas de Jesus de Nazaré.
O  Anjo  Ismael,  aqui,  na  Federação  Espírita  Brasileira,  organizou  programa  de  trabalho 
intenso, com os espíritos que representam os dirigentes espirituais do Brasil, para estabelecer  nos 
pontos  estratégicos,  em  Brasília,  nas  demais  cidades  importantes  do  País,  as  defesas  geradas, 
necessárias para a vigilância e para que a ordem não se perturbe.
Não tenhamos receios, confiemos atentos. 
Os  momentos  políticos  que  vive  o  planeta  não  têm  como  não  refletir  no  Brasil,  e 
representando  o  foco  do  Mundo  nesses  dias  é  importante  que  estejamos  aqui  na  nossa  Casa, 
oferecendo  o  melhor  ambiente  vibratório  de  beleza  espiritual,  para  que  o  Anjo  Ismael  possa 
cumprir, com o apoio dos Espíritos Nobres, o programa de Jesus. 
Os momentos recomendam prudência, como dizíamos, e cuidado.
Oremos meus irmãos e mantenhamo-nos em paz. 
Que Jesus abençoe a  Pátria  que amamos,  que o  Cristo de Deus ilumine as consciências das 
nossas autoridades, que os ambientes dos jogos sejam protegidos pelas forças da  luz, e que  a  nossa 
certeza na condução dessas energias nobres faça de nós também instrumento da paz. 
Que o Cristo de Deus nos abençoe, abençoe a Federação Espírita Brasileira, abençoe o nosso 
País, e nos inclua no grande programa dos trabalhadores do Bem.
Abraço-vos, fraternalmente,
José do Patrocínio.

(Degravação* de psicofonia pelo médium João Pinto Rabelo, na reunião do  Grupo de Assistência e 
Apoio aos Povos da África, na sede da FEB, no dia 10 de maio de 2014)

Vamos divulgá-la na nossa casa espírita e alertar aos nossos trabalhadores e frequentadores sobre a necessidade de mantermos nossos pensamentos elevados, vibrando pela PAZ.

Degravação – Transcrição ipsis verbis: termo utilizado para indicar que um texto foi transcrito ou dito fielmente ao original, ou seja, pelas mesmas palavras. Essa expressão latina tem, na prática, um significado igual ao de ipsis litteris, ou seja, literalmente, textualmente.

Leiam o texto na íntegra, no site da FEB, o link na mensagem abaixo os (as) direcionará.

Febnet - Prudência na atualidade

Comentário de Simone Armond em 30 maio 2014 às 8:17

Definir clinicamente o que seja a morte é o cessar de toda a atividade biológica necessária a manutenção da vida física( corpo)  com a decomposição desse mesmo sistema . Falar sobre a morte , além do corpo físico é referir a sequencia que a consciência ou alma ( energia especifica que cada um possui)  segue apos a liberação e libertação do envolucro físico.Os rumos dependerão do seu apego ou desapego as realidades experienciadas. Seguir em frente ou expandir-se perante o universo , transformando -se ou manter -se ao que foi criado de acordo com as experiencias vividas.A morte é entrega , como toda a vida o é ...entrega constante. A vida ensina a morte , em cada segundo , dia , mês , ano que vivemos e que deixamos para trás o que vivemos , bem como pessoas , coisas e momentos . levando conosco as transformações reais de nossa alma e isso que deve contar e é a certeza final de que bem vivemos e bem aproveitamos os ensinamentos  , quando nos deixamos SER nesse caminho eterno...

Comentário de Henrique em 29 maio 2014 às 18:59

Muito bom texto, ótima tradução !!!

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!