O HOMEM NO MUNDO - O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO

Sede perfeitos
C A P Í T U L O X V I I 

É importante saber que o estudioso da DOUTRINA ESPÍRITA não é um santo, como muitas pessoas pensam. Antes, é apenas mero conhecedor do que precisa ser feito para que auxilie seu adiantamento moral.

Contudo, isto seria impossível se vivesO EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMOse insulado, quando não teria oportunidade de praticar a Lei da Caridade. Ao contrário, o espírita é um homem comum, que precisa viver em sociedade segundo as suas leis civis e morais. Nesta situação, terá condições de resistir às paixões e sentimentos e emoções mais primitivas.

Na prática diária do Vigiai e Orai é que será capaz de discernir entre as escolhas boas e ruins e contribuir, de certa forma, para a sua elevação moral.

Não pense que o espírita é melhor do que seus irmãos pois, ao que é dado o conhecimento será cobrado muito mais.


Exibições: 486

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Telma Angela Abreu Oliveira em 3 setembro 2013 às 23:04
Somos espíritos imperfeitos mais perfectiveis
Comentário de Luiz Fernandes Rodrigues Melo em 26 julho 2013 às 18:02

O espiritismo me fez outro homem, já não ajo como antes, já penso melhor nas consequências, se vou ferir

alguém, penso mais no meu semelhante. Graças a esses livros magníficos que tenho em minha casa, e

também uma pessoa que já não se encontra mais comigo, está noutro plano mais elevado.

Comentário de Vi Meirim em 26 julho 2013 às 17:12

Só por meio da vigilância e da oração poderemos nos aproximar da Espiritualidade superior e amiga. É esta proximidade que nos possibilita intuir as escolhas certas.

Como já foi dito aqui, mas será cobrado de quem tenha mais conhecimento.

A responsabilidade do espírita é maior porque, quando se deixa induzir a práticas que contrariem a moral cristã, ele sabe de antemão que está infringindo o código moral que Jesus nos ensinou.

Por isto é imperioso que estejamos atentos e não permitamos sucumbir ante as adversidades da vida em sociedade.

Muitas são as tentações mas superá-las é definitivo para a nossa evolução.

Abraços fraternos

Vi Meirim

Comentário de sueli rodrigues em 26 julho 2013 às 14:42

boa tarde e verdade mesmo paz e luz ....

Comentário de Denizar Ventura Regis em 26 julho 2013 às 14:40

É verdade, Vi Meirim. Nós, espíritas, não somos melhores que ninguém. Temos apenas um pouco mais de conhecimento das coisas espirituais (o que aumenta nossa responsabilidade!), que poderia ser usado em prol de nosso aprimoramento, se assim o quiséssemos.

Comentário de Dilson Cunha Borges Junior em 26 julho 2013 às 13:22

Notável é o conceito introduzido por Kardec, que é o de TENTAR, não se martirizar com os fracassos, mas em suma, TENTAR  sempre.

Fiquem com Deus

Comentário de Henrique em 26 julho 2013 às 12:27

muito bom !

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!