"O homem é um composto de grandeza e de miséria, de ciência e de ignorância; sobre a Terra, ele é o verdadeiro representante de Deus, porque a sua vasta inteligência abarca o universo; soube descobrir uma parte dos segredos da Natureza; sabe servir-se dos elementos; percorre distâncias imensas por meio do vapor; pode conversar com seu semelhante de um antípoda ao outro pela eletricidade que sabe dirigir; seu gênio é imenso; quando sabe depor tudo isto aos pés da divindade e fazer-lhe com isso homenagem, é quase igual a Deus!

Mas, quando é pequeno e miserável, quando o orgulho se apodera de seu ser! Ele não vê a miséria; não vê que a sua existência, esta vida que não pode compreender, lhe é arrebatada, algumas vezes instantaneamente, tão-só pela vontade dessa Divindade que ele desconhece, porque não pode se defender contra ela; é necessário que a sua sorte se cumpra! Ele que tudo estudou, tudo analisou; ele que conhece tão bem o caminho dos astros, conhece a força criativa que faz germinar o grão de trigo que colocou na Terra... Pode criar uma flor, a mais simples e a mais modesta? Não; aí se detém o seu poder. Deveria então reconhecer que há um bem superior ao seu; a humildade deveria se apoderar de seu coração, e em admirando as obras de Deus, faria um ato de adoração."

                                         Santa Teresa

(Médium, senhorita Huet – Revista Espírita/Agosto, 1991- Instituto de Difusão Espírita)

Exibições: 269

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!