Na verdade o inferno é um purgatório, pois na Bíblia ele é temporário - Por José Reis Chaves

José Reis Chaves


Tártaro, Geena, sheol, hades, ínferos e Limbo designam geralmente o inferno, que é de origem mitológica, quando seu chefe era Plutão e que, no cristianismo, passou a ser Satanás, Belzebu ou Lúcifer. E o inferno cristão tornou-se muito mais terrível do que o mitológico pagão, graças a Dante Alighieri (século XIII), que o recriou na sua “Divina Comédia”.

Examinando 1 Coríntios 3: 15, os versículos em torno e outros textos da Bíblia, conclui-se que o inferno não é um lugar, que ele e seu fogo são figurados e que ele é mesmo temporário. Aliás, a parábola do Filho Pródigo (Lucas capítulo 15); o desejo de Deus de que todos se salvem (Mateus 18: 14; 1 Timóteo 2: 4); a afirmação de Jesus de que há mais alegria nos céus quando um se converte do que pela alegria lá já reinante por cem já convertidos; a busca da ovelha perdida até ser encontrada (Lucas 15: 4) e outras passagens bíblicas pulverizam as penas sempiternas dos teólogos medievais baseados na poesia do terror infernal de Dante.

“Manifesta se tornará a obra de cada um. O dia demonstrará a boa obra que se revela pelo fogo; e tal como com a obra de cada um, o próprio fogo a provará. Se ela permanecer edificada sobre o fundamento, seu autor receberá galardão. Se a obra de alguém se queimar, ele sofrerá dano; mas esse autor será salvo, como que através do fogo” (1 Coríntios 3: 15).

Numa linguagem simples, vejamos esse texto até o versículo 17. As obras boas e más estão relacionadas com o fogo. A obra boa e fundamentada, como acontece com a de cada um, é revelada pelo fogo, e se ela permanece no fundamento, o seu autor receberá o galardão. Mas queimando-se a obra de alguém por ela não ser boa, ele sofrerá punição pelo fogo, pois sua obra será queimada, mas ele será salvo pelo próprio fogo destruidor da sua obra má. Se ele se salva, logo a pena é temporária. “Vós não sabeis que sois santuário de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós?” (1 Coríntios 3: 16). E Paulo termina com uma linguagem figurada profética (ameaçadora) aos suicidas: “Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; porque o santuário de Deus, que sois vós, é sagrado” (1 Coríntios 3: 17).

Kardec elogiou o purgatório da Igreja, por ser temporário, de acordo, pois, com a justiça perfeita de Deus, que dá a cada um conforme suas obras.
Nossas faltas são finitas. Puni-las, pois, com penas infinitas ou sempiternas seria um erro de justiça gravíssimo. Assim, atribuir a Deus a criação dessas penas sem fim é até uma blasfêmia!

O inferno na verdade é, pois, tal qual o purgatório temporário da Igreja. O grande santo sábio e bispo da Igreja primitiva, são Gregório de Nissa (4º século), um dos padres da Igreja, notável pela sua lógica, já ensinava também que o inferno é temporário. Que os teólogos dogmáticos, pois, se cuidem!
* Na TV Mundo Maior, também pelo www.tvmundomaior.com.br, o “Presença Espírita na Bíblia”, com Celina Sobral e este colunista, às 20h das quintas-feiras, e às 23h dos domingos. Perguntas e sugestões: presenca@tvmundomaior.com.br. E, na Rede TV, o “Transição”, aos domingos, às 16h15.


* “O Evangelho Segundo o Espiritismo”, de Kardec, pela Ed. Chico Xavier. www.editorachicoxavier.com.br; (31) 3636-7147 e 0800-283-7147, com tradução deste colunista.

* Recomendo “O Despertar da Consciência – Do Átomo ao Anjo”, de Sebastião Camargo; www.sebastiaocamargo.com.br, www.odespertardaconsciencia.com.br e www.editorachicoxavier.com.br.

Exibições: 113

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de marilu salete xavier bernardes em 13 outubro 2013 às 12:05

Gostei dessa explanação sobre o tão falado e comentado inferno,  e, fico feliz em saber que a igreja coloca os nossos sofrimentos em estado temporário, menos mal,poderia ser eterno,como são algums dogmas da propria igreja,o que não concordo,portanto temos saída e salvação ,os teólogos da igreja com certeza, terão de rever os novos tempos e com novos olhos  o tema purgatório temporario,sinal de nova era. Aleluia!   Marilu.

© 2020   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!