MUNDOS REGENERADORES, na visão da Doutrina Espírita - O Evangelho segundo o Espiritismo, Allan Kardec

 

16.    Entre as estrelas que cintilam na abóbada azul do firmamento, quantos mundos não haverá como o vosso, destinados pelo Senhor à expiação e à provação!  Mas, também os há mais miseráveis e melhores, como os há de transição, que se podem denominar de regeneradores. Cada turbilhão planetário, a deslocar-se no espaço em torno de um centro comum, arrasta consigo seus mundos primitivos, de exílio, de provas, de regeneração e de felicidade. Já se vos há falado de mundos onde a alma recém-nascida é colocada, quando ainda ignorante do bem e do mal, mas com a possibilidade de caminhar para Deus, senhora de si mesma, na posse do livre-arbítrio. Já também se vos revelou de que amplas faculdades é dotada a alma para praticar o bem. Mas, ah! há as que sucumbem, e Deus, que não as quer aniquiladas, lhes permite irem para esses mundos onde, de encarnação em encarnação, elas se depuram, regeneram e voltam dignas da glória que lhes fora destinada.


17.    Os mundos regeneradores servem de transição entre os mundos de expiação e os mundos felizes. A alma penitente encontra neles a calma e o repouso e acaba por depurar-se.
Sem dúvida, em tais mundos o homem ainda se acha sujeito às leis que regem a matéria; a Humanidade experimenta as vossas sensações e desejos, mas liberta das paixões desordenadas de que sois escravos, isenta do orgulho que impõe silêncio ao coração, da inveja que a tortura, do ódio que a sufoca. Em todas as frontes, vê-se escrita a palavra amor; perfeita equidade preside às relações sociais, todos reconhecem Deus e tentam caminhar para Ele, cumprindo-lhe as leis.

     Nesses mundos, todavia, ainda não existe a felicidade perfeita, mas a aurora da felicidade. O homem lá é ainda de carne e, por isso, sujeito às vicissitudes de que libertos só se acham os seres completamente desmaterializados. Ainda tem de suportar provas, porém, sem as pungentes angústias da expiação. Comparados à Terra, esses mundos são bastante ditosos e muitos dentre vós se alegrariam de habitá-los, pois que eles representam a calma após a tempestade, a convalescença após a moléstia cruel. Contudo, menos absorvido pelas coisas materiais, o homem divisa, melhor do que vós, o futuro; compreende a existência de outros gozos prometidos pelo Senhor aos que deles se mostrem dignos, quando a morte lhes houver de novo ceifado os corpos, a fim de lhes outorgar a verdadeira vida. Então, liberta, a alma pairará acima de todos os horizontes. Não mais sentidos materiais e grosseiros; somente os sentidos de um perispírito puro e celeste, a aspirar as emanações do próprio Deus, nos
aromas de amor e de caridade que do seu seio emanam.

18.    Mas, ah! nesses mundos, ainda falível é o homem e o Espírito do mal não há perdido completamente o seu império. Não avançar é recuar, e, se o homem não se houver firmado bastante na senda do bem, pode recair nos mundos de expiação, onde, então, novas e mais terríveis provas o aguardam.
Contemplai, pois, à noite, à hora do repouso e da prece, a abóbada azulada e, das inúmeras esferas que brilham sobre as vossas cabeças, indagai de vós mesmos quais as que conduzem a Deus e pedi-lhe que uni mundo regenerador vos abra seu seio, após a expiação na Terra. - Santo Agostinho. (Paris, 1862.)


Do livro O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO por Allan Kardec

Cap III  -HÁ MUITAS MORADAS  NA CASA DE MEU PAI

itens 16, 17 e 18

mensagem de Santo Agostinho  


Exibições: 2977

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Simplicio Oliveira da Fonseca em 2 maio 2012 às 21:43

Muito interessante e importante a leitura do Evangelho para a compreenção real da vida. Obrigado peo texto.

Comentário de Antônio José Torres em 2 maio 2012 às 17:12

Quando leio notícias sobre conquistas ou novas descobertas do universo pelo homem material, fico refletindo no que os cientistas pensam em relação ao universo visto por eles la de cima. Imagino que a mesma abóboda azulada e inumeras esferas e anéis brilhantes, não só para cima como para todos os lados. Uma maravilha que cada vez mais justifica a existência de DEUS e sua perfeição universal. No entanto, não sabemos que tal avanço tecnológico nas conquistas do mundo espacial podem nos provar até agora a existência ou não de vidas materialidas. Poderiamos então, remeter nossos pensamentos e conhecimentos espirituais ao universo específico, por isso, sujeito às vicissitudes de que libertos só se acham os seres completamente desmaterializados. Até lá ficaremos a assistir e a lêr matérias fictícias que os homens ensistem em querer descobrir o que DEUS já definiu e eles não acreditam. 

Comentário de cristovam aguiar pimenta em 2 maio 2012 às 9:05

o grande e genial astrônomo francês camille flammarion, há mais de 150 anos, publicou a obra "pluralidade de mundos habitados", tem um outro livro de nome urânia, que é uma verdadeira maravilha sua leitura, aconselho quem tiver interesse em ler.

Comentário de cristovam aguiar pimenta em 2 maio 2012 às 8:38

há milhões de mundos habitados, de todos os ´níveis de evolução e desenvolvimento moral e intelectual, sómente os seres terricólas é que acham que só a terra é habitada, quanto engano, quanta pretensão, é muito atraso, infelizmente temos que conviver com seres que tem a cabeça de uma pulga, que me desculpe a pulga, mas é a realidade nua e crua.

Comentário de Denise Ludovina em 2 maio 2012 às 2:12
A evolução é uma lei, querendo ou não estamos sujeitos a evoluirmos, assim como os mundos em que vivemos, isto não é maravilhoso, conclui que cada qual tem o mundo que merece
Comentário de Jose De Jesus Santos em 2 maio 2012 às 1:09

que bom seria se todos lessem o evangelho, pois nele poderemos encontrar a verdadeira paz.

Comentário de Angela Carneiro da Cunha em 2 maio 2012 às 0:20

sto angotinho tem textos maravilhosos na biblia segundo espíritismo.

PARABÉNS, S/ TEXTO.GOSTARIA FICAR SUA AMIGA.

BIBLIA CADA VEZ QUE VC,LER SENTE MAIS SENTIDOS, CONFORME SEU AMADURECIMENTO.

ABRAÇOS

ANGELA

Comentário de maria elisabete gomes oliveira em 1 maio 2012 às 18:39

muito bom,muito esclarecedor. Importante sabermos que existem outros mundos paralelos.

E sabermos também que só depende de nós pertencermos ou não a um mundo de regeneração. Estamos todos sendo chamados. 

Comentário de Benoni Martins em 1 maio 2012 às 16:40

Pluralidade dos Mundos(questões 55 a 58 do Livro dos Espíritos)

A razão nos indica que todos os mundos são habitados.Entretanto, os Espíritos disseram a Kardec que a constituição física dos outros mundos, bem como a organização, também física, dos seres que os habitam, não se assemelha à terrena e que nas imensidões siderais existem fontes  de luz e de calor, além do sol,e que a eletricidade, em muitos mundos, desempenha papel que o homem desconhece.

Comentário de dioneia martins em 1 maio 2012 às 13:00

COM CERTEZA,  SEREMOS UM SO CORAÇÃO PULSANDO EM DIREÇÃO A LUZ DIVINA , E NO INDENDIMENTO DE TODOS OS SEGUIMENTOS DAS RELIGIOES.

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!