Ser mãe é padecer no paraíso!” ­– afirma a sabedoria popular.

O tema proposto para aquela noite de sexta-feira, na Comunhão Espírita Cristã, era a conceituação de Purgatório contida no capítulo 5 do livro "O Céu e o Inferno".

Mas havia outra particularidade marcante para aquela reunião: faltavam apenas 2 dias para o domingo do Dia das Mães.

Conciliar estes dois assuntos aparentava ser missão impossível.

A espiritualidade, então, trouxe ao grupo uma oração pelas “mães esquecidas”, por aquelas mães onde a maternidade fez-se verdadeiro “purgatório de aflições”.

Nessa meditação, roga Emmanuel ao Senhor Jesus:

29-Mae heroina- pelas mães que, na noite fria, fazem de seu corpo o teto e o agasalho do filho sem lar;
- pelas mães pedintes, nas calçadas, sobrevivendo da compaixão na esmola alheia;

-pelas mães que atravessam a doença do filho querido em meio à imundice, por faltar o mínimo de dignidade, entre marquises, furnas e dejetos;
-pelas mães que precisam encontrar as necessárias refeições em restos, nas latas de lixo;

-pelas mães que fazem comércio da sexualidade junto a corações desalmados, crendo só assim poder sustentar o tratamento do filhinho moribundo;
-pelas mães que recebem, por recompensa de seus esforços, rajadas de calúnia e fel;

29-Dia_das_Maes_Asilo-pelas mães que foram abandonadas em suas horas de maior necessidade;
-pelas mães que velam por seus filhos decaídos nos muitos presídios do mundo;
-pelas mães viúvas, enredadas nas mãos de gananciosos usurpadores e víboras;

-pelas mães trancadas em hospícios, por não mais suportarem as dores do mundo;
-pelas mães que vivem a velhice desamparada, a quem somente a caridade coube amparar.

29-Jesus fala as mulheresSão elas, Senhor, as heroínas da retaguarda, que pagam à Terra os mais altos tributos de sofrimento ...
– diz Emmanuel.

Senhor Jesus, que reconfortou a samaritana e a viúva de Naim!
Senhor Jesus, que resgatou Madalena e levantou a filha de Jairo!

... recorda as filhas de Jerusalém que te partilharam as agonias da cruz, 
quando todos te abandonavam, e compadece-te da mulher!...
”. (Emmanuel)

==&==

 

Exibições: 53

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!