HOMOSSEXUALIDADE, uma Visão Espiritualista ! Você CONCORDA ?

Deus criou espíritos e estes não tem sexo.
Então, tanto podemos encarnar em um corpo masculino como feminino.

Quando estamos desencarnados, no plano espiritual, geralmente, conservamos a aparência da última encarnação. Muitos optam pela aparência da encarnação que foi mais marcante.

Quando estamos encarnados, interpretamos papéis, como artistas num filme ou novela.
Um homem, por exemplo, não É homem, ele ESTÁ interpretando o papel de homem, porque veste um corpo masculino.
Assim ocorre em relação à mulher.

Todos nós, trazemos gravado na memória espiritual, o que fizemos ou fomos em encarnação anterior ou em encarnações anteriores. Como nós passamos por muitas encarnações, ora em corpo feminino, ora em condições de masculinidade, todos temos um pouco de bissexualidade. 

Há homens heterossexuais sensíveis e delicados assim como há mulheres heterossexuais truculentas.
Exemplo: Conta-se que Chopin em seu primeiro encontro com a escritora George Sand, o amor de sua vida, não poderia ter sido pior. Escreveu ele: "Como é antipática essa Sand! Será mesmo uma mulher? Estou começando a duvidar." 

Afinal, sua nova amiga comportava-se como um rapaz: vestia-se com roupas masculinas e fumava charutos. Certa vez, num dia de chuva, apareceu uma goteira na cabana onde eles estavam. Chopin inspirou-se com a goteira e compôs a música Gota d’água. Assim que terminou sua esposa subiu no telhado para acabar com a goteira. 

Mas, a doutrina espírita, explica que a homossexualidade, pode ter várias origens. Entre elas: 
EXPIAÇÃO que resulta no travesti; 
são espíritos que abusaram do sexo oposto, geralmente para saciar seus instintos sexuais, levando-os ao suicídio.

OPÇÃO que é resultado de viciação; 
assim como há indivíduos que se viciam no fumo, no álcool, nas drogas, há viciados do sexo que, à procura de sensações, acabam desenvolvendo práticas homossexuais. Neste caso encontramos também os bissexuais.

ESTÍMULO DOS PAIS;
pais frustrados que estimulam comportamentos equivocados na conduta sexual dos seus filhos. A mãe que esperava uma menina e veio um menino; ela começa a vestir o menino de menininha, e transferir seus conflitos e irrealizações para o filho, ou o pai que desejava um filho varão para preservar o nome, e veio uma filha; ele passa a tratá-la com dureza, porque no inconsciente, está marcando esse espírito profundamente e submetendo-o a uma conduta de comportamento sexual que não harmonizará sua psicologia com sua anatomia.

MISSÃO:
quando pretende dedicar-se a determinadas tarefas, optando por esta condição que inibirá seus impulsos de acasalamento. Geralmente são espíritos que tiveram várias encarnações num corpo masculino, por exemplo, e quando pedem para vir num corpo feminino sentem-se estranhos. Com uma psicologia (pensamento) que não se ajusta à morfologia (corpo), tenderá (em alguns casos) a sentir atração por indivíduos do mesmo sexo.
Como sua consciência não lhe permitirá um envolvimento desse tipo, que sente ser contrário à Natureza, optará pela solidão afetiva, com o que passará a dedicar-se inteiramente às tarefas a que se propôs, desdobrando sacrificial existência. 

Encontramos, na História, inúmeras personalidades de destaque nos domínios da Cultura, da Arte, da Filosofia, da Ciência, da Religião, que viveram essa contingência. Passaram incompreendidos, ridicularizados e caluniados por seus contemporâneos quanto à sua posição em relação ao sexo, mas, mantendo SEVERAS DISCIPLINAS DE CASTIDADE, canalizaram suas forças genésicas para gloriosas realizações em favor da Humanidade. 

Resposta de Divaldo Franco: 
“O Espiritismo, de forma alguma, é contra a estrutura homossexual do indivíduo, não estando de acordo, porém com a pederastia, ou seja, a entrega do homossexual aos hábitos e práticas perturbadoras, o que é muito diferente.”(...)

-fonte: Grupo de Estudo Allan Kardec-

 — comSillvana Alves.

Exibições: 628

Tags: !, ?, CONCORDA, Espiritualista, HOMOSSEXUALIDADE, Visão, Você, uma

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Roberto De Andrade Caetano em 21 março 2018 às 16:49

Não concordo. Pois nenhum espírita sério irá elencar tipos sociais e dizer em quais processos estão inseridos. Então quer dizer que bastou ser travesti para estar incurso em uma prova de expiação por abuso de práticas sexuais no passado? Existe um incontável número de travestis que não fazem programa, tem vidas "regradas" segundo o padrão moral de muitos. 

"Opção"!? Quem opta por ser homossexual? Não conheço um único caso. E olhem que sou psicanalista, já atendi inúmeras pessoas e nunca vi alguém que "optou" por ser homossexual e ser estigmatizado por gente homofóbica e ou por aquelas pessoas que gostam de fazer chacota.

Acredito que o melhor roteiro para estudo neste campo, mesmo dentro da doutrina espírita, reside no livro "Sexo e Destino" de André Luiz, pela psicografia maravilhosa de Chico Xavier. 

Comentário de Adriano Alberto de Oliveira em 20 março 2018 às 16:14

Prezada nilza reis ribeiro de paiva melo, qualquer “exegese espírita” que segrega, divide e aponta certos e errados, não guarda nenhuma ligação com a doutrina. É puro dogmatismo e preconceito internalizado e pessoal; primeiro porque o estudo sério faz-se sempre á luz do crivo da razão e do amor; segundo porque, o Espiritismo não toma partido e não tem “porta voz”, sabendo-se que é uma ciência natural. Isso de “certo e errado” só existe na cabeça de quem quer que exista. Estás a fazer o que muitos sectários do protestantismo o fazem: pegar a chamada Bíblia e montar um “quebra-cabeça teológico”, sabendo-se que ao longo da história tudo verteu-se pelo patriarquismo; onde a mulher era anatematizada, e a diferenciação racial também. Esse preconceito e discriminação por diversas expressões da vida e da evolução são intoleráveis, mais que isso, é hipocrisia. É como certos sacerdotes de seitas protestantes e outras o fazem, apenas afirmam: “A bíblia ou as escrituras diz.”; bom, o mínimo de bom senso dirá que, deve-se ser questionado sem sombra de dúvidas; e vejamos mais, a opinião de certos homens, que tudo querem saber a seu modo, é um reles ponto de visto, porque em verdade, perante à Verdade, há um longo caminho a ser percorrido, caminho infinito. O homem da Terra julga saber as leis arcanas do Universo, devido a sua vaidade extravagante. Agora, se apoiar no Espiritismo – filosofia de caridade e justiça, que trata da essência das coisas, da pluralidade existencial, e de mais pura lógica -, é abusar orgulhosamente do que não está em nossas mãos. Ora, sejamos sinceros para com nós mesmos. Porque o pior de tudo é tentar maquiar o mundo segundo nossas frustrações e medos, a filosofia espírita ter sua pureza usada para apoiar sofismas e guerras de palavras, é um retrocesso. É como voltarmos décadas atrás, em que os Estados Unidos da América cometiam a pena de morte em nome de Deus, e apoiados com a destra sobre o livro religioso de diversas seitas e religiões.

Voltando mais ainda, teremos a Igreja Romana, caçando mulheres e condenando-as como Bruxas, segundo uma opinião arcaica, é voltar à época da inquisição, dos terrores da Idade Média; é lembrar assombrosamente do Holocausto promovido por Adolf Hitler, das “guerras santas”, famosas cruzadas; ah, tudo isso em nome de Deus, porque todos tinham a “verdade” na língua.

Tal evento ocorrer nos dias atuais, depois do Iluminismo, do Espiritismo, é inaceitável. A vida particular e a intimidade das pessoas, não serão decididas de roldão por simples opinião preconceituosa de muitos homens, que por falta de lógica e amor nas próprias palavras querem brincar de “Deus”. O famoso “pecado” é simples invenção humana e dogmática, como a fábula do diabo-satanás, do inferno e suas torturas, do paraíso artificial, do fim do mundo e da ressurreição no fim dos tempos. A doutrina dogmática é a pior inimiga do progresso, porque ela retarda o avanço, e o exercício da liberdade natural que todos contam.

Comentário de nilza reis ribeiro de paiva melo em 20 março 2018 às 15:50

A Natureza interage com polos positivos e negativos; macho e fêmea. É o natural, neste momento histórico. As modificações existentes são antinaturais. Contudo, não nos cabe julgar. A lei de causa e efeito existe e nós não temos acesso ao arquivo espiritual de cada um. Se existir erro, devemos lembrar que "quem não tiver erro deve atirar a pedra..."

Comentário de Adriano Alberto de Oliveira em 20 março 2018 às 8:43

Os patrimônios do sexo, impulsionados pelo amor, são os setores mais belos da vida, sejam quais forem suas manifestações.

O Espiritismo precisa contar com almas caridosas e progressistas. Espiritismo – filosofia de caridade e justiça, que trata da essência das coisas, da pluralidade existencial.

O Amor é a Diretriz da Vida. Em tudo, como já fora explanado, deve haver amor e disciplina. Chega de anátema e guerras de palavras. O amor é a luz da vida. Amai-vos uns aos outros, lembra?

Comentário de Marta em 19 março 2018 às 22:52

Muito boa explicação que nos ajuda a entender melhor o outro...Gostei!

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!