Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite. É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje. Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição. Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício. Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo. Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido. Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho. Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus. Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades. Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar. O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser. E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma. Tudo depende só de mim.

Desconhecido

*Nota: Apesar de muitas vezes atribuído a Charles Chaplin, em inglês, a língua materna de Chaplin, não existe qualquer referência a esse texto como sendo do autor, sendo o pensamento referido como de autoria desconhecida.

Exibições: 488

Tags: ?, FAREMOS, HOJE, O, QUE, do, nosso

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Daniela Nicoleto e Melo em 21 junho 2016 às 10:40

maravilhosa mensagem, Ana Maria! concordo com tudo! A gratidão nos faz enxergar as bençãos que recebemos, e assim aprendemos a não dar tanto valor àquilo que nos falta!

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!