HIERARQUIA ESPIRITUAL, baseada na AUTORIDADE MORAL !

Nenhuma descrição de foto disponível.

As instituições que formam o Mundo Espiritual formam um conjunto harmônico em que imperam a ORDEM e a JUSTIÇA.
A DIREÇÃO é exercida por um governador. Geralmente os espíritos trabalham em equipes e os grupos de trabalho são subdivididos e
MINISTÉRIOS : 

COMUNICAÇÃO
AUXILIO
ESCLARECIMENTO
REGENERAÇÃO
UNIÃO DIVINA
ENCARNAÇÃO
ELEVAÇÃO

Subordinados aos ministérios estão os :

HOSPITALAR
DEPARTAMENTOS VIGILÂNCIA
AUXILIAR

Toda a estrutura está ligada a GOVERNADORIA que é um órgão DIRETIVO.

A SUPERVISÃO GERAL das Colônias que circulam a Terra é atribuída por Jesus a vários mensageiros espirituais, o BRASIL por exemplo está sob a tutela de ISMAEL . Jesus não é visto pelos Espíritos, mas é descrito como UMA LUZ, UMA FORÇA
Há creches e escolas apropriadas à educação infantil.
Nas Colônias Espirituais a REEDUCAÇÃO e INSTRUÇÃO são indispensáveis .

Os centros de estudo oferecem várias formas de educação e lazer. Todos os habitantes são estimulados a participarem de tarefas e estudo.
Os Espíritos mais evoluídos recebem o CARGO DE MESTRE ou INSTRUTOR.

Qualquer Espírito errante pode continuar no Mundo Espiritual as tarefas e os estudos interrompidos pela desencarnação, desde que assim o deseje.
CURSOS: MORAL , FILOSOFIA , CIÊNCIA , PSICOLOGIA , PEDAGOGIA , ARTES

O ENSINO se realiza através de métodos didáticos moderníssimos e das mais aperfeiçoadas técnicas .

Existem CURSOS, PALESTRAS, CONFERENCIAS , tudo coadjuvado por recursos visuais, aparelhos especiais, e sistema eletrônico avançado.

Nas cidades espirituais, todos cooperam, através do trabalho para o engrandecimento do patrimônio comum
As leis trabalhistas são cumpridas rigorosamente dentro do período de dias, meses anos.
Existem hora do almoço, hora da prece coletiva (ao cair do crepúsculo)

Segundo ANDRÉ LUIZ a jornada normal é de 08 horas diárias, sendo permitido 04 extras , com uma semana de trabalho de 06 dias
No Espaço o descanso é rigorosamente observado.
Segundo ANDRÉ LUIZ o Governador de N LAR nunca repousa, quanto mais evoluído mais trabalha.

Nos SERVIÇOS SACRIFICIAIS as horas são contados em DOBRO e as vezes ao TRIPLO
EX.: IMPORTÂNCIA DA FUNÇÃO MATERNAL – Se um determinado lar se dedica a ADOÇÃO DE CRIANÇAS além de contar em dobro as horas trabalhadas, fica dispensada das tarefas externas.

NAS COLÔNIAS UM DOS MAIS VALIOSOS INSTRUMENTOS DE REABILITAÇÃO É O TRABALHO - Usado com TERAPIA OCUPACIONAL

A medida que o Espírito convalescente se interessa pelo serviço a comunidade, dedicando-se a qualquer tarefa ainda que das mais simples, vai da mesma forma sedimentando a cura.
Salário BONUS HORA = 01 hora de trabalho
Ex.: 01 casa 30.000 bônus hora

Meus amigos devemos nos preparar para retornar ao Mundo Espiritual, e uma das maneiras e conhecendo e a outra é começar a fazer aqui do mesmo modo que lá.
Bônus-hora – O bônus-hora não é uma moeda, mas uma ficha de serviço individual, que funciona como valor aquisitivo. A produção de vestuário e alimentação elementares pertence a todos em comum. O celeiro fundamental é propriedade coletiva. Os que se esforçam na obtenção de bônus-hora conseguem, no entanto, certas prerrogativas na comunidade social. Cada habitante da colônia deve dar, no mínimo, oito horas de serviço útil em cada 24 horas. 

Como os trabalhos são numerosos, permite-se que o trabalhador dedique por dia quatro horas de esforço extraordinário. Assim, há muita gente que consegue 72 bônus-hora por semana, sem falar dos serviços sacrificiais, cuja remuneração é duplicada e, às vezes, triplicada. O padrão de pagamento vale para todos, estejam na administração ou na obediência, mas modifica-se em valor substancial, segundo a natureza dos serviços. Há o Bônus-Hora-Regeneração, o Bônus-Hora-Esclarecimento, e assim por diante. Os Espíritos podem gastar os bônus-hora conquistados, assim como utilizá-los em benefício de outros. Quanto maior a contagem do tempo de trabalho, maiores intercessões podem ser feitas. (Cap. 22, pp. 120 e 121)

Herança – As economias em bônus-hora revertem ao patrimônio comum quando o Espírito regressa à crosta em nova encarnação. A família tem apenas o direito de herança ao lar, mas a ficha de serviço autoriza o Espírito com crédito de bônus-hora a interceder por outras pessoas, além de assegurar-lhe o auxílio da colônia durante sua permanência nos círculos carnais. O verdadeiro ganho da criatura é, assim, de natureza espiritual, no capítulo da experiência. Laura, por exemplo, voltaria à Terra investida de valores mais altos e demonstrando qualidades mais nobres de preparação para o êxito desejado. (Cap. 22, pp. 123 e 124)
Compromisso de paz na colônia – Grande paz envolvia a colônia e Lísias explicou o fato, dizendo que há compromisso entre todos os habitantes equilibrados da colônia, no sentido de não se emitirem pensamentos contrários ao bem. Dessa forma, o esforço da maioria se transforma numa prece quase perene. Daí nascerem as vibrações de paz que tanto impressionaram André Luiz. (Cap. 23, pág. 127)

Televisão em "Nosso Lar" – Lísias sintonizou um aparelho de televisão que transmitia noticiário da Emissora do Posto Dois, de "Moradia", velha colônia de serviços, muito ligada às zonas inferiores. Era agosto de 1939 e a emissora apelava pela paz no planeta, informando que negras falanges da ignorância, depois de espalhar os fachos incendiários da guerra na Ásia, cercavam as nações européias, impulsionando-as à guerra. Lísias explicou que as notícias da Terra eram censuradas em "Nosso Lar" em razão dos prejuízos que as más notícias já produziram nos habitantes da colônia, quando a comunicação era livre. (Cap. 23 e 24, pp. 127 a 132)

O bônus-hora, no fundo, é o nosso dinheiro. Quaisquer utilidades são adquiridas com esses cupons, obtidos por nós mesmos, à custa de esforço e dedicação. As construções em geral representam patrimônio comum, sob controle da governadoria; cada família espiritual, porém, pode conquistar um lar (nunca mais que um), apresentando trinta mil bônus-hora, o que se pode conseguir com algum tempo de serviço." (Nosso Lar Cap.21 - FEB 1943) 

Cada um de nós queridos e amados irmãos, os que trabalhamos, deve dar, no mínimo, oito horas de serviço útil, nas vinte quatro de que o dia se constitui. Os programas de trabalho, porém são numerosos e a Governadoria permite quatro horas de esforço extraordinário, aos que desejem colaborar no trabalho comum, de boa vontade. Desse modo, há muita gente que consegue setenta e dois bônus-hora, por semana, sem falar dos serviços sacrificiais, cuja remuneração é duplicada e, às vezes, triplicada. Que podemos utilizar para visitarmos parentes encarnados ou até mesmo numa próxima encarnação como um “fardo” mais leve do que teríamos nos comprometido.


Fonte: VOZES DO ALÉM

Exibições: 272

Tags: !, AUTORIDADE, ESPIRITUAL, HIERARQUIA, MORAL, baseada, na

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Maria de Fatima Sousa Noronha em 30 agosto 2019 às 21:33

Parabéns  pela linda matéria 

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!