ESTUDANDO O LIVRO DOS ESPÍRITOS - Parte Primeira - DAS CAUSAS PRIMÁRIAS - perguntas 1, 2 e 3

Todas as perguntas estão seguidas dos comentários publicados na coleção FILOSOFIA ESPÍRITA, composta de 20 volumes, de autoria do espírito MIRAMEZ, psicografados pelo médium João Nunes Maia e editada pela Editora Espírita Fonte Viva.

 

1. Que é Deus?
    “Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas.”  (Vide Nota Especial nº 1, da Editora (FEB),
à pág. 604.)

comentário do Espírito Miramez:

A SUPREMA INTELIGÊNCIA

O primeiro interesse de Allan Kardec foi saber dos Espíritos quem era Deus e eles responderam dentro da maior simplicidade, mas com absoluta segurança: Deus é a Inteligência Suprema, causa primária de todas as coisas.

Não poderemos nos sentir seguros onde quer que estejamos, sem pelo menos alimentar a idéia de uma fonte criadora e imortal. O estudo sobre o Senhor nos dá um ambiente de fé que corresponde, na sua feição mais pura, à vontade de viver. Sentimos alegria ao entrarmos em contato com a natureza, pois ela fala de uma inteligência acima de todas as inteligências humanas, de um amor diferente daquele que sentimos, de uma paz operante nos seus mínimos registros de vida. O Deus que procuramos fora de nós está igualmente no centro da nossa existência, porque Ele está em tudo, nada vive sem a Sua benfeitora presença.

Continua...

2. Que se deve entender por infinito?

    “O que não tem começo nem fim: o desconhecido; tudo o que é desconhecido é infinito.”


*O texto colocado entre aspas, em seguida às perguntas, é a resposta que os Espíritos deram. Para destacar as notas e explicações aditadas pelo autor, quando haja possibilidade de serem confundidas com o texto da resposta, empregou-se um outro tipo menor. Quando formam capítulos inteiros, sem ser possível a confusão, o mesmo tipo usado para as perguntas e respostas foi o empregado.

 

comentário do Espírito Miramez:

A GRANDEZA DO INFINITO

O infinito, como que desconhecido para todos nós, é a casa de Deus, cujas divisões escapam aos nossos sentidos, mesmo os mais apurados. O Pai Celestial está, por assim dizer, no centro de todas as coisas que existem e, ainda mais, se encontra onde achamos a permanência do nada.

Se acreditamos somente naquilo que vemos e que tocamos, somos os mais infortunados dos seres, pois, desta forma agem também os animais. A razão nos diz, e a ciência confirma pelas inúmeras experiências dos próprios homens, que o desconhecido tem maior realidade. O que as almas encarnadas não vêem e não podem tocar definem a existência de força energética, senão inteligência exuberante, capaz de nos mostrar a verdadeira grandeza do infinito em todas as direções do macro e do microcosmo.

Continua...

 

3. Poder-se-ia dizer que Deus é o infinito?

    “Definição incompleta. Pobreza da linguagem humana, insuficiente para definir o que está acima da linguagem
dos homens.”
    Deus é infinito em suas perfeições, mas o infinito é uma abstração. Dizer que Deus é o infinito é tomar o atributo de uma coisa pela coisa mesma, é definir uma coisa que não está conhecida por uma outra que não o está mais do que a primeira.

comentário do Espírito Miramez:

DEFINIÇÃO INCOMPLETA

A Suprema Majestade do Universo é, por dignidade própria, o Inconcebível e o Incomparável. Não é digno de um raciocínio apurado dizer que Deus é infinito. Se não sabemos o que é o infinito, por faltar, ainda que seja uma abstração, sentido para tal, na mente dos povos, e mesmo dos Espíritos, Ele passa a ter a Sua existência; e, se Ele existe, foi criado. Continua...

 

O LIVRO DOS ESPÍRITOS - Parte Primeira - DAS CAUSAS PRIMÁRIAS - perguntas 1, 2 e 3

comentários: do livro FILOSOFIA ESPÍRITA,  ditado pelo espírito MIRAMEZ, psicografado por João Nunes Maia 

Exibições: 1078

Tags: OLE

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de sandra maria simonin de miranda em 3 outubro 2013 às 1:31

Excelente postagem, e obrigada tb a Benoni por complementar o estudo.

Grata

Comentário de Benoni Martins em 9 setembro 2013 às 18:53

DEUS E O INFINITO (QUESTÕES 1 A 3). " 1.O QUE É DEUS? " Assim perguntando aos Espíritos iluminados, kardec iniciou o assentamento da pedra literária angular do Espiritismo - O Livro dos Espíritos. Não registrou "quem", mas sim "que"...Por si só este detalhe subliminar já traz à reflexão o cuidado com o qual a tarefa seria executada! Sim, porque o "quem" individualiza o sujeito da oração, ao passo que o "que" abre um leque infinito de tentativas de possibilidades de responder à questão. " Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas". Segundo nota da Federação Espírita Brasileira (FEB), há traduções além das sua , grafando "causa primeira". A questão, esclarece, "é de semântica". Kardec ainda perguntou se é próprio dizer que Deus é infinito? Responderam-lhe os luminares da espiritualidade que a pobreza da linguagem humana não tem condições de linguagem para dizer o que é Deus. E mais: infinito é o que não tem começo nem fim, tudo o que é desconhecido.

Comentário de lidice castelani lima dos anjos em 9 setembro 2013 às 17:38

Maravilhoso ensinamento, Muita  PAZ

Comentário de luiz carlos lomba em 8 setembro 2013 às 19:17

Muito bom!

Comentário de FRANCISCO EUGÊNIO DE LIMA em 8 setembro 2013 às 18:36

Obrigado pela oportunidade de recomeçar mais uma vez o estudo do Livro dos Espíritos.  Valeu. Vou formar um novo grupo para continuar nosso estudo.

Comentário de Maria luiza Praxedes franca em 8 setembro 2013 às 16:37

Maravilhoso!!! valeu...

Comentário de Henrique em 8 setembro 2013 às 14:58

muito bom !

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!