Chamada de mal do século, a depressão é uma doença (segundo a OMS – Organização Mundial de Saúde), que em 2015 atingiu a mais de 322 milhões de pessoas.

Essa doença não escolhe cor da pele, credo classe social, faixa etária. Pode ser causada por fatores genéticos, traumas psicológicos, estresses emocionais, hereditariedade, consumo de drogas e álcool, falta ou excesso de neurotransmissores cerebrais, como dopamina e serotonina.

Segundo Allan Kardec em "O Livro dos Médiuns", não é o corpo que adoece, mas o espírito que reencarna com tendência a determinada enfermidade, devido ao seu histórico de vidas passadas. Logo, em algum momento de nossa caminhada na estrada terrena iremos nos deparar com a disfunção que nos acompanha, afim de tratá-la e aprender com ela as lições necessárias.

Não é fácil reconhecer o problema. Vamos levando como um cansaço pontual, um estresse por conta do trabalho, transito ou problemas do dia a dia. Alterações de humor que podem ser associadas a qualquer chateação na rotina.

Quando esses e outros sintomas (insônia, aumento ou falta de apetite, falta de concentração, desinteresse por assuntos e/ou atividades que antes eram válvulas de escape) se acumulam e começam a acontecer com mais e mais freqüência, percebemos que as coisas não estão bem. Nem sempre se busca ajuda nesse primeiro momento ou nos momentos seguintes.

O preconceito ou falta de conhecimento (até auto conhecimento) pode ser uma grande barreira no diagnostico e tratamento.

Os motivos que não vemos aqui, podem estar cravados em nossa memória adormecida, experiências que trazemos cravadas em nossa alma e que ainda precisamos superar, resolver, aprender.

A presença de um espírito, que pode se aproximar sem perceber que esta atrapalhando a nossa vida, ou que se aproxime com o intuito de nos deixar para baixo, de cobrar uma divida do passado, também pode ser um fator importante nessa patologia.

Assumir que se tem um problema, deixar o preconceito de lado, buscar ajuda. Ajuda médica e espiritual, independente de crença religiosa, são os primeiros passos para recuperação. Talvez seja necessário tomar algum medicamento. Talvez sejam necessários mais de um tipo de tratamento ou terapia. Talvez seja rápido, talvez não. Não há como saber... Cada situação, cada tratamento, cada problema é único como cada ser, assim como a solução.

Não tenha medo, não se auto critique, não culpe ou julgue aos outros pela situação. Mas comece um tratamento, continue o tratamento, mude o tratamento, mas, acima de tudo, confie em Deus. Você não esta sozinho nessa jornada, há bons amigos nesse e em outro plano torcendo e ajudando para sua melhora.

Exibições: 48

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!