Espiritismo: Antecedentes da CODIFICAÇÃO

A mitologia celta e a lenda do Rei Artur: uma abordagem do feminino no século V d.C

Antecedentes da Codificação

Os fenômenos espíritas datam desde as mais remotas épocas da Antigüidade e estão disseminados no tempo e no espaço. Estão presentes tanto entre os povos mais selvagens, quanto entre os homens civilizados, muito embora em algumas épocas tais fenômenos tivessem uma presença mais acentuada, assumindo inclusive um caráter mais define do, como que prenunciando a eclosão de um novo ciclo para a Humanidade. Os traços de interferência dos Espíritos ocorridos desde as origens do homem diferem dos antecedentes do Espiritismo, porque enquanto aqueles se apresentaram como casos esporádicos, estes últimos têm as características de “uma invasão espiritual organizada” com um deter minado objetivo: preparar ambiente para o advento da Terceira Revelação.

A época que costuma-se fixar como marco inicial da História do Espiritismo é o fenômeno das “mesas girantes”, na França, paralela mente aos fenômenos produzidos a partir de 31 de março de 1848 no vilarejo de Hydesville, em Rochester, nos Estados Unidos, por internet dio das irmãs Fox.

 

Precursores do Espiritismo

 

Swedenborg

Emmanuel Swedenborg é considerado um dos pioneiros a anteceder a invasão dos Espíritos no mundo fisico, não só por ter sido um médium vidente de grande potencialidade, mas também pela verdadeira antevisão dos principios básicos da Doutrina Espírita em que se constituiu sua teologia.

 

Irving

Entre 1830 e 1833 nova experiência psíquica ocorre desta vez com Edward Irving e com membros de sua Igreja Escocesa. Pastor protestante, grande estudioso bíblico, desenvolveu num grupo fechado estudos que levaram a manifestações internas.

O episódio da manifestação dos Shakers é um elo distinto entre o trabalho pioneiro de Swedenborg e o período de Davis e das irmãs Fox.

 

Os Shakers

Além desses incidentes isolados da Igreja de Irving, houve uma ou tra manifestação psiquica naqueles dias, foi o desabrochar de fenômeno nos espíritas nas comunidades dos “Shakers”, nos Estados Unidos. Os fenômenos se iniciaram com costumeiros sinais de aviso seguidos pela obsessão de quando em vez de quase toda a comunidade.

 

Andrew Jackson Davis

Nascido em 1826, tinha somente a escola primária, mas naquela criatura mirrada dormiam estranhas forças espirituais. Era portador de clarividência, mas também ouvia vozes que lhe davam bons conselhos.

As observações de Davis não se limitavam aos que estavam em sua presença, pois sua alma podia emancipar-se pela ação magnética.

 

Família Fox

Hydesville é um vilarejo próximo à cidade de Rochester no condado de Wayne, no Estado de Nova Iorque, Estados Unidos; é considerado como o berço do Novo Espiritualismo, ou seja, o Espiritismo dos povos de lingua inglesa. Numa casa humilde, alugada em 11 de dezembro de 1847, vivia a família protestante composta de John Fox, sua mulher Margareth e suas filhas menores, Margareth de 14 anos e Caterine (Kate) 11 anos. Em 1848 foram surpreendidos por barulhos de arranha duras e estes se intensificavam à medida que o tempo se passava, as criancas se assustavam de tal maneira que não queriam mais dormir sozinhas.

Finalmente a 31 de março de 1848 houve grande invasão de sons e Kate resolve desafiar o mistério, travando um diálogo através de palmas. A cada palma de Kate era dada a resposta com pancada correspondente. A menina então perguntou se as pancadas estavam vindas de um Espírito; se fosse deveriam ser dadas duas batidas. A resposta foi afirmativa. Estabeleceu-se assim neste dia a telegrafia espiritual. Um vizinho dos Fox, de nome Duesler, usando o alfabeto para obter respostas mais rápidas, consegue saber que ali houvera um crime.

 

As Mesas Girantes

A publicidade que se formou em torno das irmãs Fox teve também mérito de chamar a atenção para o grande número de médiuns que começaram a sair do anonimato e a revelar suas faculdades, estimula dos pelos acontecimentos de Hydesville. Ocorreu assim, paulatinamente, a anunciada invasão dos Espíritos que se manifestavam em toda parte, pelos mais diferentes médiuns. Foi em fins de 1850 que os próprios Espíritos sugeriram a nova maneira de se comunicarem, em substituicão ao processo moroso das pancadas.

Mas, as respostas dos Espíritos as perguntas frívolas dos participan tes movidos mais pela curiosidade do desconhecido, passaram a constituir motivo de grande interesse, mesmo porque as mesas moviam-se em todos os sentidos, giravam vertiginosamente ou se elevavam no ar alcançando o teto produzindo os mais variados movimentos. Dai em diante as mesas girantes passaram a constituir a grande atração nos salões da sociedade parisiense, como se tais fenômenos fossem meros passatempos.

Na verdade era uma determinação do Alto, despertando consciência ra a imortalidade da alma e para o recebimento do Consolador, as para a imortalidade.

 

Exibições: 127

Tags: Antecedentes, CODIFICAÇÃO, Espiritismo:, da

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Benoni Martins em 6 maio 2021 às 21:44

Há questões espirituais, que só o tempo conseguirá solucionar com  harmonia precisa. Obstáculo algum, porém,  impedem as nossa manifestações de entendimento fraterno e nisto é que Jesus nos conhece - pela capacidade de ajudar-nos uns aos outros, quando Ele, Nosso Divino Mestre, nos ajudou.

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!