Duas pessoas que se conheceram e se AMARAM, numa vida, podem ENCONTRAR-SE em outra EXISTÊNCIA e se RECONHECEREM ?

- Reconhecerem-se, não; mas serem atraídos um pelo outro sim; e frequentemente as ligações íntimas, fundadas numa afeição sincera, não provem de outra causa. Dois seres se aproximam um do outro por circunstâncias aparentemente fortuitas, mas que são o resultado da atração de dois Espíritos que se buscam através da multidão.

- Não seria agradável para eles se reconhecerem?

- Nem sempre. A recordação das existências passadas teria inconvenientes maiores do que acreditais. Após a morte eles se reconhecerão e saberão em que tempo estiveram juntos.

- A simpatia tem sempre por motivo um conhecimento anterior?

- Não. Dois Espíritos que tenham afinidades se procuram naturalmente sem que se hajam conhecido como encarnados.

- Os encontros que se dão algumas vezes entre certas pessoas, e que se atribuem ao acaso, não seriam o efeito de uma espécie de relações simpáticas?

- Há, entre os seres pensantes, ligações que ainda não conheceis. O magnetismo é a bússola desta ciência, que mais tarde compreendereis melhor.

- De onde vem a repulsa instintiva que se experimenta por certas pessoas, à primeira vista?

- Espíritos antipáticos que se percebem e se reconhecem, sem se falarem.

- A antipatia instintiva é sempre um sinal de natureza má?

- Dois Espíritos não são necessariamente maus pelo fato de não serem simpáticos. A antipatia pode originar-se de uma falta de similitude do modo de pensar. Mas, à medida que eles se elevam, os matizes se apagam e a antipatia desaparece.

- A antipatia entre duas pessoas nasce em primeiro lugar naquele cujo Espírito é pior ou melhor?

- Numa e noutra, mas as causas e os efeitos são diferentes. Um Espírito mau sente antipatia por quem quer que o possa julgar e desmascarar; vendo uma pessoa pela primeira vez, percebe que ela vai desaprová-lo; seu afastamento se transforma então em ódio, inveja e lhe inspira o desejo de fazer o mal. O bom Espírito sente repulsa pelo mau porque sabe que não será compreendido por ele e que ambos não participam dos mesmos sentimentos; mas seguro de sua superioridade, não sente contra o outro nem ódio nem inveja: contenta-se em evitá-lo e lastimá-lo.

Fonte:

O Livro dos Espíritos – Allan Kardec
Livro 2 – Mundo Espírita ou dos Espíritos
Cap. 7 – Retorno à Vida Corporal
Item VII – Simpatias e Antipatias Terrenas
(Questões 386 a 391)

Exibições: 11278

Tags: ?, AMARAM, Duas, ENCONTRAR-SE, EXISTÊNCIA, RECONHECEREM, conheceram, e, em, numa, Mais...outra, pessoas, podem, que, se, vida

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Angélica Campos em 10 abril 2016 às 12:09

Interessante o artigo, pois já vivenciei inúmeras situações de simpatia, como também de antipatia, seja à primeira vista ou não. É bom saber que nem sempre se trata de situações passadas, pois se estamos aqui para aprender e aprimorar, então é justo que sejamos também livres para fazer as nossas escolhas da maneira que melhor nos convém; ainda que em certos casos as escolhas não sejam as mais apropriadas para a nossa evolução, mas ao menos não poderemos nos lamentar de não ter seguido aquilo que nosso coração nos pediu. São bastante tortuosos os caminhos do coração, que nem sempre age de acordo com a razão. E assim vamos, na dualidade entre um e outro, aprendendo e evoluindo!      

Comentário de Alessandra em 26 março 2016 às 15:43
:(
Comentário de Benoni Martins em 26 março 2016 às 11:11

Meu caro Henrique, é muito natural que as mensagens que recebemos, as analisamos e fazemos o encaminhamento para pessoas do nosso convívio, porém, as fisionomias cadavéricas do "trio elétrico" está nos dificultando esse trabalho da visão espírita. Não seria aconselhável desvincular-se das mensagens? Consulte seus pares, pois, nestes casos, os homens estão em diferentes estágios de conhecimento e educação na escalada evolutiva, nos ensina o mestre Kardec. Abraço de cordialidade...

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!