Emmanuel

Sendo Deus a Bondade Infinita, por que permite a morte aflitiva de tantas pessoas enclausuradas e indefesas, como nos casos dos grandes incêndios?
(Pergunta endereçada a Emmanuel por algumas dezenas de pessoas em reunião pública, na noite de 23-2-1972, em Uberaba, Minas).

RESPOSTA:

Realmente reconhecemos em Deus o Perfeito Amor aliado à Justiça Perfeita. E o Homem, filho de Deus, crescendo em amor, traz consigo a Justiça imanente, convertendo-se, em razão disso, em qualquer situação, no mais severo julgador de si próprio.

Quando retornamos da Terra para o Mundo Espiritual, conscientizados nas responsabilidades próprias, operamos o levantamento dos nossos débitos passados e rogamos os meios precisos a fim de resgatá-los devidamente.

É assim que, muitas vezes, renascemos no Planeta em grupos compromissados para a redenção múltipla.

***

Invasores ilaqueados pela própria ambição, que esmagávamos coletividades na volúpia do saque, tornamos à Terra com encargos diferentes, mas em regime de encontro marcado para a desencarnação conjunta em acidentes públicos.

Exploradores da comunidade, quando lhe exauríamos as forças em proveito pessoal, pedimos a volta ao corpo denso para facearmos unidos o ápice de epidemias arrasadoras.

Promotores de guerras manejadas para assalto e crueldade pela megalomania do ouro e do poder, em nos fortalecendo para a regeneração, pleiteamos o Plano Físico a fim de sofrermos a morte de partilha, aparentemente imerecida, em acontecimentos de
sangue e lágrimas.

Corsários que ateávamos fogo a embarcações e cidade na conquista de presas fáceis, em nos observando no Além com os problemas da culpa, solicitamos o retorno à Terra para a desencarnação coletiva em dolorosos incêndios, inexplicáveis sem a reencarnação.

***

Criamos a culpa e nós mesmos engenhamos os processos destinados a extinguir-lhe as conseqüências. E a Sabedoria Divina se vale dos nossos esforços e tarefas de resgate e reajuste a fim de induzir-nos a estudos e progressos sempre mais amplos no que diga respeito à nossa própria segurança.

É por este motivo que, de todas as calamidades terrestres, o Homem se retira com mais experiência e mais luz no cérebro e no coração, para defender-se e valorizar a vida.

***

Lamentemos sem desespero, quantos se fizerem vítimas de desastres que nos confrangem a alma. A dor de todos eles é a nossa dor. Os problemas com que se defrontaram são igualmente nossos.

Não nos esqueçamos, porém, de que nunca estamos sem a presença de Misericórdia Divina junto às ocorrências da Divina Justiça, que o sofrimento é invariavelmente reduzido ao mínimo para cada um de nós, que tudo se renova para o bem de todos e que Deus nos concede sempre o melhor.

(Transcrito do livro: XAVIER, Francisco C. Autores diversos. Chico Xavier pede licença. S.Bernardo do Campo: Ed. GEEM. Cap. 19).

Exibições: 3802

Tags: coletivas, desencarnações, tragédias

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Vi Meirim em 28 janeiro 2013 às 15:29

Prezado irmãos,

Boa tarde!

Tenho lido os comentários e percebi que muitos irmãos da Doutrina ainda se encontram vacilantes na sua Fé, por quererem respostas imediatas ante tragédias do calibre  da que aconteceu com o jovens de Santa Maria. Isto não acontece.

Somente com o estudo criterioso do Evangelho de Jesus podemos entender Sua Lei de Amor e a Reencarnação como ferramenta da marcha evolutiva.

Muitos dos nossos débitos são pagos, às vezes, por erros cometidos em encarnações anteriores, como bem nos esclarece a mensagem do Espírito Emmanuel.

E só assim se explicam as tragédias coletivas.

Transcrevo aqui a esclarecedora mensagem que recebi de uma irmã e que  corrobora, atesta, afiança, confirma  o que o Espírito de Luz Emmanuel já nos adverte.  

O texto me fez refletir ainda mais depois que identifiquei, primeiramente, a origem dos sobrenomes de algumas das vítimas (impressionante!) e, posteriormente, o local onde o sinistro aconteceu e a etnia das vítimas.

Definitivamente, nada é por acaso. Analisem cuidadosamente e tirem suas prórprias conclusões.

Oremos por cada irmão que se foi, que possam ser recebidos pelos Espíritos Amigos e, aos que ficaram, Fé e Resignação.

Que o Mestre Jesus possa abraçar a cada um deles em Seu coração de Amor.


Abraços fraternos,
Vi Meirim

Seguem a mensagem e os nomes das vítimas

"Quem já assistiu algum filme ou leu algo sobre o Holocausto, sabe que uma das formas utilizadas pelos nazistas para matar as pessoas foi a câmara de gás, para onde elas eram conduzidas como se fosse para tomar banho. Ou seja, elas iam 'às cegas' (no sentido de não saber que o banho prometido era a morte coletiva). Claro que essas são informações sem tratamento histórico da minha parte.

No Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto (27.01), muitos jovens vítimas desta tragédia em Santa Maria-RS morreram no banheiro ou a caminho dele, porque, no escuro (às cegas) acreditavam estarem indo para a saída da boate.

Todo o respeito à dor de todos os envolvidos diretos e indiretos nessa tragédia, solidarizando com o sofrimento imposto por um acontecimento tão inesperado, rogamos ao Senhor, Pai de todo o universo e criação, as suas bençãos de amor e misericórdia aos desencarnados e aos encarnados que choram seus amados.

Arrepio-me com a possibilidade de se tratar de um resgate coletivo de carma.

Que a luz do amor do Pai encontre estes irmãos e que em nome do nosso Mestre Jesus eles sejam recebidos com amor e esclarecidos de sua condição. 

Regeneração, essa é a palavra de ordem da Nova Era que já estamos vivendo.

Busquemos a parte que nos cabe cumprir para que ela ocorra.
Que todos nós sejamos regenerados, pelo amor de nosso Pai maior, Deus do universo!

Assim Seja!

Por : Fabyanne Araújo"

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Nomes das vítimas identificadas. Que possam estar sempre em nossas orações.

Alan Rembem de Oliveira
Alexandre Anes Prado
Alex Giacomelli
Alisson Oliveira da Silva
Allana Willers
Ana Carolini Rodrigues
Ana Paula Anibaleto dos Santos
André Cadore Bosser
Andressa Inafa de Moura Ferreira
Andressa Roaz Paz
Andressa Thalita Farias Brissow
Andrieli Righi da Silva
Andrise Farias Nicoletti
Ângelo Nicolosso Aita
Ariel Nunes Andreatta
Augusto Cesar Neves
Augusto Malezan de Almeida Gomes
Augusto Sergio Krauspenhar da Silva
Bárbara Moraes Nunes
Benhur Retzlaff Rodrigues
Bernardo Carlo Kobe
Bibiana Berleze
Brady Adrian Gonçalves Silveira
Bruna Brondani Pafhalia
Bruna Camila Graeff
Bruna Karoline Gecai
Bruno Kraulich
Camila Massulo Ramos
Carlitos Chaves Soares
Carolina Simões Corte Real
Cássio Garcez Biscaino
Cecília Soares Vargas
Clarissa Lima Teixeira
Crisley Caroline Saraiva Freitas da Palma
Cristiane Quevedo da Rosa
Daniel Knabbem da Rosa
Daniel Sechim
Daniela Betega Ahmadw
Daniele Dias de Mattos
Danilo Brauner Jaques
Danriei Darin
David Santiago de Souza
Débora Chiappa Forner
Deives Marques Gonçalves
Diego Comim Silvéster
Dionatham Kamphorst Paulo
Douglas da Silva Flores
Dulce Ranieri Gomes Machado
Elizandor Oliveira Rolin
Emerson Cardoso Pain
Emili Contreira Nicolow
Erika Sarturi Becker
Evelin Costa Lopes
Fábio José Cervinski
Felipe Vieira
Fernanda Tischer
Fernando Michel Devagarins Parcianello
Fernando Pellin
Flávia Decarle Magalhães
Gabriela Corcine Sanchotene
Gabriela dos Santos Saenger
Geni Lourenço da Silva
Gilmara Quintanilha Oliveira
Giovane Krauchemberg Simões
Greicy Pazzini Bairro
Guilherme Fontes Gonçalves
Guino Ramom Brites Burro
Gustavo Ferreira Soares
Heitor Teixeira Gonçalves
Helena Poletto Dambros
Helio Trentin Junior
Henrique Nemitz Martins
Herbert Magalhães Charão
Hericson Ávila dos Santos
Igor Stefhan de Oliveira
Ilivelton Martins Koglin
Isabela Fiorini
Ivan Munchem
Jacob Francisco Thiele
Jaderson da Silva
Janaina Portella
Jennefer Mendes Ferreira
Jéssica Almeida Kongen
João Aluisio Treuliebe
João Carlos Barcellos Silva
João Paulo Pozzobom
João Renato Chagas de Souza
José Luiz Weiss Neto
José Manoel Rosa da Cruz
Juliana Moro Medeiros
Juliana Oliveira dos Santos
Juliana Sperone Lentz
Juliano de Almeida Farias
Karen Fernanda Knirsch
Kelen Aline Karsten Favarin
Kellen Pereira da Rosa
Kelli Anne Santos Azzolin
Larissa Hosbach
Lauriani Salapata
Leandro Avila Leivas
Leandro Nunes da Silva
Leonardo de Lima Machado
Leonardo Lemos Karsburg
Leonardo Machado de Lacerda
Leonardo Schoff Vendrúsculo
Letícia Vasconcellos
Lincon Turcato Carabagiale
Louise Victoria Farias Brissow
Luana Behr Vianna
Luana Faco Ferreira
Lucas Fogiato
Lucas Leite Teixeira
Luciane Moraes Lopes
Luciano Ariel Silva da Silva
Luciano Tagliapetra Esperidião
Luiz Antonio Xisto
Luiz Carlos Ludin de Oliveira
Luiz Eduardo Viegas Flores
Luiz Felipe Balest Piovesan
Luiz Fernando Riva Donate
Luiz Fernando Rodrigues Wagner
Luiza Alves da Silva
Maicon Afrolinario Cardoso
Maicon Douglas Moreira Iensen
Maicon Francisco Evaldt
Manuele Moreira Passamane
Marcelo de Freitas Salla Filho
Marcos André Rigoli
Marfisa Soares Caminha
Mariana Comassetto do Canto
Mariana Machado Bona
Mariana Moreira Macedo
Mariana Pereira Freitas
Marilene Iensen Castro
Marina de Jesus Nunes
Marina Kertermann Kalegari
Martins Francisco Mascarenhas de Souza Onofre
Marton Matana
Matheus de Lima Librelotto
Matheus Engert Rebolho
Matheus Pacheco Brondani
Mauricio Loreto Jaime
Melissa Bergemeier Correia
Melissa do Amaral Dalforno
Merylin de Camargo dos Santos
Michele Dias de Campos
Micheli Froehlich Cardoso
Miguel Webber May
Mirella Rosa da Cruz
Monica Andressa Gla
Murilo de Souza Barone Silveira
Murilo Garcez Fumaco
Natana Pereira Canto
Natascha Oliveira Urquiza
Natiele dos Santos Soares
Neiva Carina de Oliveira Marin
Odomar Gonzaga Noronha
Otacílio Altíssimo Gonçalves
Patrícia Pazzini Bairro
Paula Batistela Gatto
Paula Porto Rodrigues Costa
Paula Simone Melo Prates
Pedro de Oliveira Salla
Pedro Morgental
Priscila Ferreira Escobar
Rafael de Oliveira Dorneles
Rafael Dias Ferreira
Rafael Paulo Nunes de Carvalho
Rafael Quilião e Oliveira
Rafaela Schimidt Nunes
Raquel Daiane Fischer
Rhaissa Gross Cúria
Rhuan Scherer de Andrade
Ricardo Custódio
Ricardo Dariva
Ricardo Stefanello Piovesan
Robson Van der Hahn
Rodrigo Belling Hausen Bairros Costa
Roger Barcellos Farias
Roger Dallanhol
Rogério Cardoso Ivaniski
Rogério Floriano Cardoso
Rosabe Fernandes Rechermann
Ruan Pendenza Callegari
Sabrina Soares Mendes
Sandra Victorino Goulart
Shaiana Tauchem Antoline
Silvio Beurer Junior
Stefane Posser Simeoni
Suziele Cassol
Tailan Rembem de Oliveira
Taís da Silva Scaplin de Freitas
Taize Santos dos Santos
Tanise Lopes Cielo
Thailan de Oliveira
Thais Zimermann Darif
Thanise Correa Garcia
Thiago Amaro Cechinatto
Tiago Dovigi Cegabinaze
Uberafara Soares Bastos Junior
Vagner Rolin Marastega
Vandelcork Marques Lara Junior
Vanessa Vancovicht Soares
Victor Datria Mcagnam
Victor Martins Shimitz
Vinicios Greff
Vinicios Paglnossim de Moraes
Vinicius Silveira Marques de Mello
Vinissios Montardo Rosado
Vitória Dacorso Saccol
Walter de Mello Cabistani
Identificados pela Perícia Necropapiloscópia:
Andressa Ferreira
Bruna Eduarda Neu
Carlos Alexandre dos Santos Machado
Dulce Raniele Gomes Machado
Flávia Maria Torres Lemos
Franciele Soares Vargas
Francielli Araujo Vieira
FrancileVizioli
Julia Cristofali Saul
Leandra Fernandes Toniolo
Letícia Ferraz da Cruz
Luiza Batistella Püttow
Maria Mariana Rodrigues Ferreira
Merylin de Camargo dos Santos
Monica Andressa Glanzel
Neiva Carina de Oliveira Marin
Pâmella de Jesus Lopes
Sandra Leone Pacheco Ernesto
Taise Carolina Vinas Silveira
Viviane Tólio Soares
Larissa Terres Teixeira
Heitor Santos Oliveira Teixeira
o aqui a mensagem que recebi de uma irmã. O texto me fez refletir mais ainda depois que identifiquei os sobrenomes de algumas das vítimas. Oremos por cada uma delas.

Abraços fraternos,
Vi Meirim

"Quem já assistiu algum filme ou leu algo sobre o Holocausto, sabe que uma das formas utilizadas pelos nazistas para matar as pessoas foi a câmara de gás, para onde elas eram conduzidas como se fosse para tomar banho. Ou seja, elas iam 'às cegas' (no sentido de não saber que o banho prometido era a morte coletiva). Claro que essas são informações sem tratamento histórico da minha parte.

No Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto (27.01), muitos jovens vítimas desta tragédia em Santa Maria-RS morreram no banheiro ou a caminho dele, porque, no escuro (às cegas) acreditavam estarem indo para a saída da boate.

Todo o respeito à dor de todos os envolvidos diretos e indiretos nessa tragédia, solidarizando com o sofrimento imposto por um acontecimento tão inesperado, rogamos ao Senhor, Pai de todo o universo e criação, as suas bençãos de amor e misericórdia aos desencarnados e aos encarnados que choram seus amados.

Arrepio-me com a possibilidade de se tratar de um resgate coletivo de carma.

Que a luz do amor do Pai encontre estes irmãos e que em nome do nosso Mestre Jesus eles sejam recebidos com amor e esclarecidos de sua condição. 

Regeneração, essa é a palavra de ordem da Nova Era que já estamos vivendo.

Busquemos a parte que nos cabe cumprir para que ela ocorra.
Que todos nós sejamos regenerados, pelo amor de nosso Pai maior, Deus do universo!

Assim Seja!

Por : Fabyanne Araújo"

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Segue os nomes das vítimas identificadas. Que possam estar sempre em nossas orações, Abraços fraternos.

Alan Rembem de Oliveira
Alexandre Anes Prado
Alex Giacomelli
Alisson Oliveira da Silva
Allana Willers
Ana Carolini Rodrigues
Ana Paula Anibaleto dos Santos
André Cadore Bosser
Andressa Inafa de Moura Ferreira
Andressa Roaz Paz
Andressa Thalita Farias Brissow
Andrieli Righi da Silva
Andrise Farias Nicoletti
Ângelo Nicolosso Aita
Ariel Nunes Andreatta
Augusto Cesar Neves
Augusto Malezan de Almeida Gomes
Augusto Sergio Krauspenhar da Silva
Bárbara Moraes Nunes
Benhur Retzlaff Rodrigues
Bernardo Carlo Kobe
Bibiana Berleze
Brady Adrian Gonçalves Silveira
Bruna Brondani Pafhalia
Bruna Camila Graeff
Bruna Karoline Gecai
Bruno Kraulich
Camila Massulo Ramos
Carlitos Chaves Soares
Carolina Simões Corte Real
Cássio Garcez Biscaino
Cecília Soares Vargas
Clarissa Lima Teixeira
Crisley Caroline Saraiva Freitas da Palma
Cristiane Quevedo da Rosa
Daniel Knabbem da Rosa
Daniel Sechim
Daniela Betega Ahmadw
Daniele Dias de Mattos
Danilo Brauner Jaques
Danriei Darin
David Santiago de Souza
Débora Chiappa Forner
Deives Marques Gonçalves
Diego Comim Silvéster
Dionatham Kamphorst Paulo
Douglas da Silva Flores
Dulce Ranieri Gomes Machado
Elizandor Oliveira Rolin
Emerson Cardoso Pain
Emili Contreira Nicolow
Erika Sarturi Becker
Evelin Costa Lopes
Fábio José Cervinski
Felipe Vieira
Fernanda Tischer
Fernando Michel Devagarins Parcianello
Fernando Pellin
Flávia Decarle Magalhães
Gabriela Corcine Sanchotene
Gabriela dos Santos Saenger
Geni Lourenço da Silva
Gilmara Quintanilha Oliveira
Giovane Krauchemberg Simões
Greicy Pazzini Bairro
Guilherme Fontes Gonçalves
Guino Ramom Brites Burro
Gustavo Ferreira Soares
Heitor Teixeira Gonçalves
Helena Poletto Dambros
Helio Trentin Junior
Henrique Nemitz Martins
Herbert Magalhães Charão
Hericson Ávila dos Santos
Igor Stefhan de Oliveira
Ilivelton Martins Koglin
Isabela Fiorini
Ivan Munchem
Jacob Francisco Thiele
Jaderson da Silva
Janaina Portella
Jennefer Mendes Ferreira
Jéssica Almeida Kongen
João Aluisio Treuliebe
João Carlos Barcellos Silva
João Paulo Pozzobom
João Renato Chagas de Souza
José Luiz Weiss Neto
José Manoel Rosa da Cruz
Juliana Moro Medeiros
Juliana Oliveira dos Santos
Juliana Sperone Lentz
Juliano de Almeida Farias
Karen Fernanda Knirsch
Kelen Aline Karsten Favarin
Kellen Pereira da Rosa
Kelli Anne Santos Azzolin
Larissa Hosbach
Lauriani Salapata
Leandro Avila Leivas
Leandro Nunes da Silva
Leonardo de Lima Machado
Leonardo Lemos Karsburg
Leonardo Machado de Lacerda
Leonardo Schoff Vendrúsculo
Letícia Vasconcellos
Lincon Turcato Carabagiale
Louise Victoria Farias Brissow
Luana Behr Vianna
Luana Faco Ferreira
Lucas Fogiato
Lucas Leite Teixeira
Luciane Moraes Lopes
Luciano Ariel Silva da Silva
Luciano Tagliapetra Esperidião
Luiz Antonio Xisto
Luiz Carlos Ludin de Oliveira
Luiz Eduardo Viegas Flores
Luiz Felipe Balest Piovesan
Luiz Fernando Riva Donate
Luiz Fernando Rodrigues Wagner
Luiza Alves da Silva
Maicon Afrolinario Cardoso
Maicon Douglas Moreira Iensen
Maicon Francisco Evaldt
Manuele Moreira Passamane
Marcelo de Freitas Salla Filho
Marcos André Rigoli
Marfisa Soares Caminha
Mariana Comassetto do Canto
Mariana Machado Bona
Mariana Moreira Macedo
Mariana Pereira Freitas
Marilene Iensen Castro
Marina de Jesus Nunes
Marina Kertermann Kalegari
Martins Francisco Mascarenhas de Souza Onofre
Marton Matana
Matheus de Lima Librelotto
Matheus Engert Rebolho
Matheus Pacheco Brondani
Mauricio Loreto Jaime
Melissa Bergemeier Correia
Melissa do Amaral Dalforno
Merylin de Camargo dos Santos
Michele Dias de Campos
Micheli Froehlich Cardoso
Miguel Webber May
Mirella Rosa da Cruz
Monica Andressa Gla
Murilo de Souza Barone Silveira
Murilo Garcez Fumaco
Natana Pereira Canto
Natascha Oliveira Urquiza
Natiele dos Santos Soares
Neiva Carina de Oliveira Marin
Odomar Gonzaga Noronha
Otacílio Altíssimo Gonçalves
Patrícia Pazzini Bairro
Paula Batistela Gatto
Paula Porto Rodrigues Costa
Paula Simone Melo Prates
Pedro de Oliveira Salla
Pedro Morgental
Priscila Ferreira Escobar
Rafael de Oliveira Dorneles
Rafael Dias Ferreira
Rafael Paulo Nunes de Carvalho
Rafael Quilião e Oliveira
Rafaela Schimidt Nunes
Raquel Daiane Fischer
Rhaissa Gross Cúria
Rhuan Scherer de Andrade
Ricardo Custódio
Ricardo Dariva
Ricardo Stefanello Piovesan
Robson Van der Hahn
Rodrigo Belling Hausen Bairros Costa
Roger Barcellos Farias
Roger Dallanhol
Rogério Cardoso Ivaniski
Rogério Floriano Cardoso
Rosabe Fernandes Rechermann
Ruan Pendenza Callegari
Sabrina Soares Mendes
Sandra Victorino Goulart
Shaiana Tauchem Antoline
Silvio Beurer Junior
Stefane Posser Simeoni
Suziele Cassol
Tailan Rembem de Oliveira
Taís da Silva Scaplin de Freitas
Taize Santos dos Santos
Tanise Lopes Cielo
Thailan de Oliveira
Thais Zimermann Darif
Thanise Correa Garcia
Thiago Amaro Cechinatto
Tiago Dovigi Cegabinaze
Uberafara Soares Bastos Junior
Vagner Rolin Marastega
Vandelcork Marques Lara Junior
Vanessa Vancovicht Soares
Victor Datria Mcagnam
Victor Martins Shimitz
Vinicios Greff
Vinicios Paglnossim de Moraes
Vinicius Silveira Marques de Mello
Vinissios Montardo Rosado
Vitória Dacorso Saccol
Walter de Mello Cabistani
Identificados pela Perícia Necropapiloscópia:
Andressa Ferreira
Bruna Eduarda Neu
Carlos Alexandre dos Santos Machado
Dulce Raniele Gomes Machado
Flávia Maria Torres Lemos
Franciele Soares Vargas
Francielli Araujo Vieira
FrancileVizioli
Julia Cristofali Saul
Leandra Fernandes Toniolo
Letícia Ferraz da Cruz
Luiza Batistella Püttow
Maria Mariana Rodrigues Ferreira
Merylin de Camargo dos Santos
Monica Andressa Glanzel
Neiva Carina de Oliveira Marin
Pâmella de Jesus Lopes
Sandra Leone Pacheco Ernesto
Taise Carolina Vinas Silveira
Viviane Tólio Soares
Larissa Terres Teixeira
Heitor Santos Oliveira Teixeira

Comentário de Fco. Carlos da S. Barros em 28 janeiro 2013 às 15:20

Já que o acaso não existe, ragamos a Deus a assistencia devida a tantos quantos desencarnaram em Santa Maria vitimados pelo encendio da boite.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentário de Maria Joana Mamede em 28 janeiro 2013 às 15:12

Infelizmente ainda temos que ver tragédias como esta de Santa Maria, pois o homem ainda está muito distante de Deus. Mas também acho que não devemos nos ater somente nas explicações que o espíritismo nos dá. É claro que a doutrina nos conforta muito. Mas também não devemos, a título de nos escondermos atrás dela, não tomarmos cuidado com as coisas materiais como no caso dessa tragédia. Porque não checaram os extintores de incêndio, as instalações elétricas, não proibiram de soltar este sinalizador que dizem foi o causador do incêndio? Aliás não sou frequentadora de boate graças a Deus, mas acho que em boate as pessoas vão para dançar e conversar, não para usar sinalizador, ou coisa que o valha. Fica aqui o meu registro, para que também não achem que as explicações à cerca da doutrina sirvam de desculpa para a negligência das pessoas não é?

Comentário de Decio Rodrigues Goulart em 28 janeiro 2013 às 14:41
Sob o entendimento espírita, não há o que contestar. Entretanto, a dor causada nos que partiram sem justificativa alguma para tamanha tragédia e, aos familiares, amigos e parentes, só mesmo com muita fé em Deus.
Comentário de Sandra Brito em 28 janeiro 2013 às 14:21

Acredito plenamente nos esclarecimentos do texto acima.

Também, sinto a dor e tristeza dos que passam por calamidades, procuro ajudar no que posso. Mas, da lei de causa e efeito, ninguém pode fugir!!!

Que os familiares dos jovens, recebam as vibrações do mais alto dos céus e tenham forças par suportar tamanha dor!!! Pai tenha piedade dos homens da Terra... e de nossa parte só nos resta: crer ou não crer na vida espiritual!!! Um abraço a todos.

Comentário de Lia Sá em 28 janeiro 2013 às 13:43

Boa tarde Rosana.

Q bom q vc acredita na vida pós morte, melhor ainda se acreditar na reencarnação também.  Porque acreditando nela fica tudo mais fácil de entender, a medida em que vc estuda, busca explicações e as obtem.

O resgate está diretamente ligado ao que fazemos na vida pretérita.  Qdo reconhecemos nossos erros passados e assumimos a culpa, tomamos consciência do q é necessário voltar, viver uma nova história onde eu assumirei a dívida que contraí e voltarei (pro mundo espiritual) melhor do que qdo reencarnei.  E através desse incalculável gesto de amor concedido por Deus, alcançaremos a perfeição e a tão sonhada felicidade.

O que vc fala sobre egoísmo, hipocresia, capitalismo, rigor e etc, tá valendo também.  E é justamente por isso, porque isso td existe de fato, que temos que voltar pra consertar, pra mudar, fazer um mundo melhor onde o respeito prevaleça em sua total amplitude, um mundo sem o egoísmo, um mundo de amor ao próximo.

Gde abç.

Comentário de antonio joaquim gonçalves veloso em 28 janeiro 2013 às 13:30

CATÁSTROFES E TRAGÉDIAS Parte de capítulo do livro ECOLOGIA ESPIRITUAL

blog ecologiaespiritual1.com

Quando ocorre qualquer sinistro, nem podemos dizer que é culpa do homem, mas escolha, pois escolheu provocá-lo. Penso que todos nós já ouvimos, eu várias vezes, o povo dizer: como é que Deus permite que isto aconteça? Principalmente quando há crianças envolvidas. Ora Deus não fará nada por nós, se não o fizermos por nós mesmos. Deus respeita o nosso livre arbítrio e não interfere nas nossas escolhas. Pensando bem, estamos até zombando Dele, quando dizemos que foi vontade de Deus que ocorressem catástrofes. Deus não tem vontade ou desejo que o homem sofra, nem tem sequer necessidade que o adoremos, que o sirvamos ou que o obedeçamos. Quem acredita que Deus tem necessidades, escolheu acreditar numa Divindade inferior.

            Os desastres, conseqüências da Civilização, como: acidentes automobilísticos, fogo em prédios, desmoronamentos de casas, etc. acontecem ou por culpa nossa, ou por que acontecem e fazem parte de um mosaico maior.

Todos os acidentes ocorrem, pois certos elementos de processo da vida se juntam de determinado modo, num dado momento e com determinados resultados. Chamamo-los catastróficos por motivos particulares, contudo pela determinação da nossa alma não são de modo algum, uma catástrofe.

            Muitas vezes a alma, que é quem manda na nossa vida, vê que é hora de deixar o corpo para ficar livre para realizar outras atividades. Quase todo o ser humano pensa ser apenas o seu corpo, e este sempre resiste à morte. Entretanto, para a alma, cujo objetivo é evoluir, quando constatar que não há mais como evoluir através do corpo, nada pode impedi-la de o deixar. Corpo e alma vêem a morte de modo diferente. Para a alma, deixar o corpo não é uma tragédia, tragédia seria permanecer nele. A morte representa um desastre apenas para os parentes e amigos. Para os médicos ou mesmo os bombeiros, quando não conseguem salvar alguém, pode representar um fracasso. Somente para a alma é um alívio ou uma libertação.

            Mas porque a nossa consciência não se lembra das escolhas que fizemos e de quando será a hora de partir? Ao entrar no Universo Físico, renunciamos à lembrança de nós mesmos, para experimentar a materialidade. Assim, desconhecemos a intenção da nossa alma ao encarnar num corpo limitado. O próprio Cristo, sendo Deus, que se quisesse poderia vir ao Mundo Físico, acompanhado de pompa inimaginável, não quis transgredir leis Universais e encarnou como qualquer ser humano e também perdeu a consciência de quem era na realidade. Só com o passar do tempo, por volta dos 30 anos, foi lembrar-se que era Deus e que tinha uma missão que o Pai, a quem chamava Abba, lhe havia confiado.

            Esta missão começou com o seu nascimento, para demonstrar que só se pode vir do Mundo Metafísico ou Mundo Físico pela encarnação. Terminou com a morte de seu corpo, e posterior ressurreição, demonstrando-nos que a morte não existe, só uma determinada encarnação termina. Outros ensinamentos de Jesus, entre muitos, foram: que temos, e não que teremos, vida eterna. Temos, e não que teremos, tudo o que pedimos a Deus; temos fraternidade em Deus; podemos vencer o sofrimento e a morte; somos iguais a Ele, podendo fazer tudo o que Ele fez.

            Ao depararmos com uma catástrofe, mesmo que de certo modo nos envolva, não devemos entrar em pânico ou ficar deprimidos. Lembremo-nos que sem a decomposição do Universo, não haveria Sol ou Terra. Sem o Sol morrer um pouco a cada instante, não haveria luz, e sem luz, não haveria vida. Num hieróglifo encontrado nas pirâmides egípcias, estava escrito “Ninguém pode ficar no Egito para sempre”. Morrer é continuar viagem.

 

Comentário de rosana em 28 janeiro 2013 às 13:28

Acredito em vida pós morte, porém, é muito difícil acreditar que estamos aqui para resgatar "coisas" de vidas passadas.. Já quase não suportamos a nossa existência atual ... acredito que esses acontecimentos são gerados apenas pelo egoísmo e crescente indivualismo do ser humano e pela falta de entendimento do que é o AMOR aos próximo, sendo eles humanos, animais ou meio ambiente.

Não devemos aceitar simplesmente essas mortes, mas sim unirmos todos para que se combata a hiprocresia e o capitalismo a todo custo, em leis que sejam aplicadas com rigor e que não possam ser subornadas em nome do capitalismo...

Comentário de Lia Sá em 28 janeiro 2013 às 13:25

A explicação acima é clara e acredito nela.

Não acredito no acaso, creio que tudo tem uma razão de ser e mais, acredito que somos todos "cheques pré-datados".  Não importa o que aconteça, qdo tiver que cair na conta e compensar, compensará. Estaremos lá, no lugar, dia e hora previamente combinados.

Que Deus, na sua infinita bondadde e misericórdia, fortaleça aos que foram e aos que ficaram.

Boa semana à todos!

Comentário de ivone maria kehrwald em 28 janeiro 2013 às 13:11

Só  misericórdia que assim seja

© 2020   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!