Emmanuel

Sendo Deus a Bondade Infinita, por que permite a morte aflitiva de tantas pessoas enclausuradas e indefesas, como nos casos dos grandes incêndios?
(Pergunta endereçada a Emmanuel por algumas dezenas de pessoas em reunião pública, na noite de 23-2-1972, em Uberaba, Minas).

RESPOSTA:

Realmente reconhecemos em Deus o Perfeito Amor aliado à Justiça Perfeita. E o Homem, filho de Deus, crescendo em amor, traz consigo a Justiça imanente, convertendo-se, em razão disso, em qualquer situação, no mais severo julgador de si próprio.

Quando retornamos da Terra para o Mundo Espiritual, conscientizados nas responsabilidades próprias, operamos o levantamento dos nossos débitos passados e rogamos os meios precisos a fim de resgatá-los devidamente.

É assim que, muitas vezes, renascemos no Planeta em grupos compromissados para a redenção múltipla.

***

Invasores ilaqueados pela própria ambição, que esmagávamos coletividades na volúpia do saque, tornamos à Terra com encargos diferentes, mas em regime de encontro marcado para a desencarnação conjunta em acidentes públicos.

Exploradores da comunidade, quando lhe exauríamos as forças em proveito pessoal, pedimos a volta ao corpo denso para facearmos unidos o ápice de epidemias arrasadoras.

Promotores de guerras manejadas para assalto e crueldade pela megalomania do ouro e do poder, em nos fortalecendo para a regeneração, pleiteamos o Plano Físico a fim de sofrermos a morte de partilha, aparentemente imerecida, em acontecimentos de
sangue e lágrimas.

Corsários que ateávamos fogo a embarcações e cidade na conquista de presas fáceis, em nos observando no Além com os problemas da culpa, solicitamos o retorno à Terra para a desencarnação coletiva em dolorosos incêndios, inexplicáveis sem a reencarnação.

***

Criamos a culpa e nós mesmos engenhamos os processos destinados a extinguir-lhe as conseqüências. E a Sabedoria Divina se vale dos nossos esforços e tarefas de resgate e reajuste a fim de induzir-nos a estudos e progressos sempre mais amplos no que diga respeito à nossa própria segurança.

É por este motivo que, de todas as calamidades terrestres, o Homem se retira com mais experiência e mais luz no cérebro e no coração, para defender-se e valorizar a vida.

***

Lamentemos sem desespero, quantos se fizerem vítimas de desastres que nos confrangem a alma. A dor de todos eles é a nossa dor. Os problemas com que se defrontaram são igualmente nossos.

Não nos esqueçamos, porém, de que nunca estamos sem a presença de Misericórdia Divina junto às ocorrências da Divina Justiça, que o sofrimento é invariavelmente reduzido ao mínimo para cada um de nós, que tudo se renova para o bem de todos e que Deus nos concede sempre o melhor.

(Transcrito do livro: XAVIER, Francisco C. Autores diversos. Chico Xavier pede licença. S.Bernardo do Campo: Ed. GEEM. Cap. 19).

Exibições: 3809

Tags: coletivas, desencarnações, tragédias

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Claudia Augusta Branco Diniz em 29 janeiro 2013 às 18:21

Oremos por esses irmãos que desencarnaram e pelos seus familiares, para que eles tenham a resignação necessária nesse momento.

Comentário de Virginia Pimentel em 29 janeiro 2013 às 11:34

Por maior que seja a dor e sofrimento diante da perda de alguém muito querido por nós, não devemos nos esquecer nunca de que Deus não deixa nenhum de seus filhos no desemparo. A saudade é um Amor que nunca morre, porém não façamos dessa saudade uma obsessão. Mas Amemos com serenidade, fé. Confiantes na Misericórdia de Deus. Ninguém prometeu que viver seria fácil!

Comentário de Maria Aparecida Feder em 29 janeiro 2013 às 11:31

É de uma profundidade imensa estes ensinamentos de Emmanuel escrita por meio do apóstolo Francisco Xavier.

Somos espíritos imperfeitos caminhando para a evolução, considerando a consciência de cada um, nem sempre

respeitando as leis divinas que nos impulsionam para o progresso e que temos que corrigir ao longo de nossas existências físicas. Tenhamos fé no criador e em nosso Mestre Jesus!  

Comentário de Denizar Ventura Regis em 29 janeiro 2013 às 3:02

Explicação perfeita! Nada a acrescentar às palavras sensatas e precisas deste Espírito valoroso de Emmanuel.

Grato por compartilhar conosco tema tão palpitante, quanto atual, haja vista o resgate coletivo em Santa Maria/RS.

Comentário de adolfina castilho dias em 28 janeiro 2013 às 22:50

A Lei de Deus é muito clara, somos responsáveis pelos nossos atos.

Comentário de JAQUELINE BLONDIN DE ALBUQUERQUE em 28 janeiro 2013 às 21:39

E difícil para o ser humano aceitar tais justificativas, mas Deus só permite o que foi pedido por cada espírito para o seu resgate e, infelizmente, ainda não nos é permitido provar com tamanha precisão e justiça cada acontecimento que nos faz sofrer e, aos olhos do homem encarnado é totalmente injusto. Razão pela qual, muitos questionam que DEUS e este que permite tanto sofrimento? Assim só nos resta pedir misericórdia senhor por todo esses que sofrem em busca de sua evolução.

Comentário de Irlandia Eliane da Costa Dantas em 28 janeiro 2013 às 21:26
todos nós vamos responder pelos nossos atos, não tem como fugir, de uma coisa que nós mesmos pedimos para nos justificar, ou seja, nos redimir.
Comentário de maria da penha de oliveira em 28 janeiro 2013 às 21:05
  1. Boa noite :para todos irmãos .Jesus amado peç as benç e misericordia para nossos irmãos que se foi e para os que ficaram.Deus misericordioso protege seus familiares com paz em seus corações e luz de amor ,para serem consolados pelo seu infinito amor .paz e vida para todos.
Comentário de Vi Meirim em 28 janeiro 2013 às 20:50

Prezado irmão  Luiz Carlos Ferreira

Você não precisa fazer link com estas coisas perniciosas, não precisa vibrar na mesma sintonia. 

Quanto aos comentários, atenha-se aqueles estritamente embasados pelas obras da Doutrina Espírita. É fácil reconhecer.

Luz e Paz de espírito!

Abraços fraternos

Virginia

Comentário de Luiz Carlos Ferreira em 28 janeiro 2013 às 20:31

O que os outros pensam não me é possivel saber, mas pelo que vejo na Net, todo mundo quer levar vantagem, é só ver a quantidade de reportagens sobre o assunto, de trâmite fácil e corriqueiro para as investigações, as reportagens todas repetivas, à exaustão.. Os Espíritas em enxame dando opinião (poucas sensatas), promotores de festas fazendo propaganda de seus métodos de segurança... aaaaaafffffff tá todo mundo dois por churraquinho humano... não aguento mais apaguei mais de 50 emais sem ler  fora os que li... Já nem tenho vontade de ligar a TV e o Pc....Saúde e Paz!

© 2020   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!