Decepção é algo doloroso, incômodo, que marca, que entristece. 

Um dia alguém disse: “As vezes é preciso uma decepção, para aprendermos que a vida não é feita apenas de alegrias, e sim de tentativas.” 

Outro falou: “A maior decepção é aquela que vem de quem nunca esperamos.” Confúcio, em sua vasta sabedoria, proclamou: “Exige muito de ti e espera pouco dos outros. Assim, evitarás muitos aborrecimentos.” E, nossa Elis Regina, cantou “Decepção não mata, ensinar a viver. Vivendo e aprendendo a jogar, nem sempre ganhado, nem sempre perdendo mas, aprendendo a jogar”. O fato é que te decepcionas porque depositas em alguém fora de ti tuas expectativas e esperanças; permites que outros detenham as rédeas da tua vida e felicidade. Por que?

Se cada um de nós tem dentro de si os remédios para todos os males, as respostas para todas as dúvidas, por que depositas em outro as decisões de tua vida, de tua jornada e criar expectativas fora de ti? Por que então se decepcionas com o outro? O outro não tem responsabilidade sobre a tua vida. É a tua vida, não do outro! 

Faças uma experiência: recomeças agora. Passa a olhar pra dentro de ti e verás que possuis tudo o que precisas para tuas vitórias, conquistas, felicidade e se não possuíres, que podes ir buscar, desenvolver, criar... sejas a luz da tua própria vida e deixes de cobrar dos outros algo pelo qual és o único responsável: tua própria vida! Assim como a noite veio, ela também se irá e então testemunharás o nascer de um novo dia, pois à noite escurece até a meia-noite e, a partir daí, começa uma nova manhã. Essa nova manhã chama-se teu novo Eu !

Vai e brilha!! Pense nisso. É a sua vida!(Alex Prado)

Exibições: 49

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!