Da Obra “VOLTEI“ – Espírito: IRMÃO JACOB – Médium: FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER

TENTATIVA E APRENDIZADO
Irmão Jacob
Depois de variadas experiências, vim a Pedro Leopoldo pela primeira vez, após
a libertação.
Como se me afigurou diferente o grupo que eu visitara, em agosto de 1937, em
companhia do meu prezado Watson! (1)
A casa humilde estava repleta de gente desencarnada.
Os companheiros, ao redor da mesa, eram poucos. Não excedia de vinte o
número de pessoas no recinto. As paredes como que se desmaterializavam, dando
lugar a vasto ajuntamento de almas necessitadas, que o orientador da casa, com a
colaboração de muitos trabalhadores, procurava socorrer coma palavra evangélica.
Entrei, ladeando três irmãos, recebendo abraços acolhedores.
Notando os cuidados do dirigente, prevendo as particularidades da reunião,
recordei os Espíritos controladores a que se referem comumente nossos companheiros
da Inglaterra.
Estávamos perante equilibrado diretor espiritual.
Todas as experiências e realizações da noite permaneciam programadas.
Incontáveis fios de substância escura partiam, como riscos móveis, das
entidades perturbadas e sofredoras, tentando atingir os componentes da pequena
assembléia de encarnados, mas, sob a supervisão do mentor do grupo, fez-se belo
traço de luz, em torno do quadrado a que vocês se acolhiam, traço esse que atraía as
emanações de plúmbea cor, extinguindo-as.
Explicou-me um amigo que as pessoas angustiadas, sem o corpo físico,
projetam escuros apelos, filhos da tristeza e da revolta, nas casas de fraternidade
cristã em que se improvisam tarefas de auxílio.
Enquanto vocês oravam e atendiam a solicitações entre os dois mundos,
observei que trabalhadores espirituais extraíam de alguns elementos da reunião;
grande cópia de energias fluídicas, aproveitando-as na materialização de benefícios
para os desencarnados em condições dolorosas. Não pude analisar toda a extensão do
serviço que aí se processava, mas esclareceu-me dedicado companheiro que em todas
as sessões de fé religiosa, consagradas ao bem do próximo, os cooperadores dispostos
a auxiliar com alegria são aproveitados pelos mensageiros dos planos superiores, que
retiram deles os recursos magnéticos que Reichenbach batizou por “forças ódicas”,
convertendo-os em utilidades preciosas para as entidades dementes e suplicantes.
Minha mente, contudo, interessava-se na aproximação com o médium, fixa na idéia de
valer-se dele para contacto menos ligeiro com o mundo que eu havia deixado.
Rompi as conveniências e pedi a colaboração do supervisor da casa, embora o
respeito que a presença dele me inspirava. Não me recebeu o pedido com desagrado.
Tocou-me os ombros, paternalmente, e acentuou, esquivando-se:
-Meu bom amigo, é justo esperar um pouco mais. Não temos aqui um serviço
de mero registro. Convém ambientar a organização mediúnica. A sintonia espiritual
exige trato mais demorado.
Lembrei-me, então, imperfeito e egoísta que ainda sou, de Ande Luiz. Ele não
fora espiritista; no entanto, começara, de pronto, o noticiário do “outro mundo”. O
diretor, liberal e compreensivo, mergulhou em mim os olhos penetrantes, como se
estivesse a ler as páginas mais íntimas de meu coração e, sem que eu enunciasse o
que pensava, acrescentou, humilde:
-Não julgue que André Luiz haja alcançado a iniciação, de improviso. Sofreu
muito nas esferas purificadoras e freqüentou-nos a tarefa durante setecentos dias
consecutivos, afinando-se com a instrumentalidade. Além disto, o esforço dele é
impessoal e reflete a cooperação indireta de muitos benfeitores nossos que respiram
em esferas mais elevadas.
E passou a explicar-me as dificuldades, indicando os óbices que se antepunham
à ligação e relacionando esclarecimento científicos que não pude guardar de memória.
Em seguida, prometeu que me auxiliaria no instante oportuno.
Realmente, estava desapontado, mas satisfeito.
Avizinhara-me dos amigos, incapaz de fazer-me percebido; entretanto,
começava a entender, não somente os empecilhos naturais no intercâmbio do
desprendimento e da renúncia, na obra cristã que o Espiritismo, com Jesus está
realizando em favor do mundo.

Exibições: 149

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!