Resultado de imagem para crer em deus]

Crer em Deus faz parte da Sabedoria?

 

Sem a certeza e a compreensão da existência de uma inteligência superior na criação e no comando dos fenômenos que ocorrem no universo, ninguém conseguira construir a sabedoria.

A sabedoria emana da compreensão de uma realidade mais ampla e mais profunda, a qual transcende a realidade parcial e relativa que registrantamos por intermédio dos sentidos limitados pela condição fisica em que nos encontramos enquanto reencarnados.

Certa vez, uma senhora muito culta me questionou sobre a existência de Deus; ela me surpreendeu ao fazer-me uma interessante pergunta:

— Se nada existe sem que tenha sido criado, quem criou Deus? Se alguém o criou, quem é esse alguém? - e pontuou a frase com um sorriso irônico.

Então, eu lhe fiz uma pergunta:

— Minha senhora, antes de responder a sua indagação, eu lhe pergunto: quantos dias uma galinha permanece no ninho, chocando os ovos até o nascimento dos pintinhos?

Surpresa com a pergunta, embaraçada e aparentemente irritada, respondeu:

— Não sei. Pouco ou quase nada conheço sobre galinhas; não sou zoóloga!

Então eu afirmei:

— Se a senhora, com toda a sua cultura, não sabe quase nada a respeito de uma galinha, que éuma ave doméstica, como quer saber quem é ou como é Deus?

A senhora sorriu meio constrangida e eu arrematei:

— Eu não preciso saber como é Deus; posso reconhecê-Lo e compreendê-Lo nas coisas mais simples, e até mesmo em uma galinha. A senhora tern ciência de quem criou a galinha?

Demonstrando ter recuperado a calma, ela sorriu e ficou calada. Continuei...

— Se nenhum homem criou a galinha, e se nenhum homem por mais inteligente que seja e capaz de construir uma, com certeza quem a criou foi uma inteligência superior a do homem, concorda?

— Nisso sou obrigada a concordar.

— Pois bem, seria infantilidade minha acreditar que foi Deus quem criou a galinha e todas as coisas que existem no micro e no macrouniverso? Ou será que existe efeito sem causa?

— Não! Acho perfeitamente racional a sua colocação - respondeu a senhora.

— Pois é! Na beleza de um quadro, podemos reconhecer as qualidades do pintor, sem mesmo conhecâ-lo pessoalmente.

— Incrivel como o senhor conseguiu abalar meus conceitos sobre a existência de Deus! - exclamou a senhora, admirada.

Eu acrescentei:

— Devo dizer-lhe que essa é uma visão científica do Criador baseada na observação da natureza, cuja beleza e sabedoria, impressas em cada uma das suas maravilhas, o homem jamais conseguira reproduzir. Fato que indubitavelmente nos reporta a uma inteligência superior que ainda estamos longe de compreendê-la. Essa visão racional de Deus, um dia, irá desenvolver nos corações humanos a verdadeira religiosidade, a qual não dependerá de conceitos religiosos que até agora foram alimentados as margens da razão.

Ainda surpresa diante dos argumentos, a senhora me fez uma pergunta:

— Qual e a sua formação acadêmica? Nessa hora, fui eu quem sorriu irônico ao responder a sua indagação:

— Não sei.

— O senhor não sabe? Entao, eu esclareci:

— Minha senhora, com tantas vidas acumuladas ao longo das minhas reencarnações, como posso me lembrar de todos os títulos que conquistei? O que sei e que nesta vida precisei apenas do ensino fundamental para saber reconhecer todas essas coisas maravilhosas que a observação da vida nos revela, descortinando aos nossos olhos a origem espiritual do ser humano.

A senhora, emocionada, aproximou-se de mim e me abraçou carinhosamente. Não é preciso dizer que naquele momento eu acionei naquele coração um novo estado de consciência.

O que ocorreu durante esse diálogo foi algo digno de uma análise para se compreender o valor implicito no processo da comunicação; eu não a convenci, apenas dei-lhe subsidios racionais para que ela mesma se convencesse. Na verdade, despertei nela um potencial que estava adormecido, o qual todos possuimos em estado latente e podemos designá-lo como discernimento.

As respostas que buscamos estão explicitas na própria vida, porém a semelhança de um quebra-cabeça que precisamos aprender a montar.

As peças desse quebra-cabeça estão presentes nos acontecimentos que ocorrem no dia a dia, sejam eles naturais ou consequências da ação dos homens.

NELSON MORAES

A Casa do Espiritismo

Exibições: 95

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!