Boa tarde com Joanna de Ângelis - Ainda o Amor - 30/09/13

Nos dias que vivemos, muito se ouve falar a respeito do amor. Suspiram os jovens por sua chegada, idealizando cores suaves e delicados tons.

Alguns o confundem com as paixões violentas e degradantes e, por isso mesmo, afirmam que o amor acaba.

Entretanto, o amor já foi definido pelos Espíritos do Bem como o mais sublime dos sentimentos. Reveste-se de tranquilidade e confere paz a quem o vivencia.

Não é produto de momentos, mas construção laboriosa e paciente de dias que se multiplicam na escalada do tempo.

Narra o famoso escritor inglês Charles Dickens que dois recém-casados viviam modestamente. Dividiam as dificuldades e sustentavam-se na afeição pura e profunda que devotavam um ao outro.

Não possuíam senão o indispensável, mas cada um era portador de uma herança particular.

O jovem recebera como legado de família um relógio de bolso, que guardava com zelo. Na verdade não podia utilizá-lo por não ter uma corrente apropriada.

A esposa recebera da própria natureza uma herança maravilhosa: uma linda cabeleira. Cabelos longos, sedosos, fartos, que encantavam.

Mantinha-os sempre soltos, embora seu desejo fosse adquirir um grande e lindo pente que vira em uma vitrina, em certa oportunidade, para os prender no alto da cabeça, deixando que as mechas, caprichosas, bailassem até os ombros.

Transcorria o tempo e ambos acalentavam o seu desejo, sem ousar expor ao outro, desde que o dinheiro que entrava era todo direcionado para as necessidades básicas.

Em certa noite de Natal, estando ambos face a face, cada um estendeu ao outro, quase que ao mesmo tempo, um delicado embrulho.

Ela insistiu e ele abriu o seu primeiro. Um estranho sorriso bailou nos lábios do jovem. A esposa acabara de lhe dar a corrente para o relógio.

Segurando a preciosidade entre os dedos, foi a vez dele pedir a ela que abrisse o pacote que ele lhe dera.

Trêmula e emocionada, a esposa logo deteve em suas mãos o enorme pente para prender os seus cabelos, enquanto lágrimas significativas lhe rolavam pelas faces.

Olharam-se ambos e, profundamente emocionados descobriram que ele vendera o relógio para comprar o pente e ela vendera os cabelos para comprar a corrente do relógio.

Ante a surpresa, deram-se conta do quanto se amavam.

*   *   *

O amor não é somente um meio, é o fim essencial da vida.

Toda expressão de afeto propicia a renovação do entusiasmo, da qualidade de vida, de metas felizes em relação ao futuro.

*   *   *

O amor tem a capacidade de estimular o organismo e de lhe oferecer reações imunológicas, que proporcionam resistência para as células, que assim combatem as enfermidades invasoras.

O amor levanta as energias alquebradas e é essencial para a preservação da vida.

Eis porque ninguém consegue viver sem amor, em maior ou menor expressão.

 
do livro Momentos enriquecedores, pelo Espírito Joanna de Ângelis, 
psicografia de Divaldo Pereira Franco, ed. Leal.
Em 05.05.2009.

Exibições: 717

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Maria Aparecida Manoel da Silva em 6 outubro 2013 às 15:45

Pena que hoje seja as vezes difícil de ouvir e conviver com pessoas assim,as pessoas só estão olhando para o seu próprio umbigo,mais eu ainda acredito que tudo possa mudar.

 

Comentário de Alba Ghiu em 1 outubro 2013 às 20:49

Linda e emocionante mensagem.

Comentário de Ieda Albuquerque Rufino em 1 outubro 2013 às 18:50

Grata pela mensagem!

Comentário de Jose Santana Santana em 1 outubro 2013 às 9:16

Eu particularmente, enriqueci mais ainda meus afetos que sempre cultivei, seguindo os grandes exemplos de meus saudosos pais, que deixaram acima de tudo a herança, da sinceridade, honestidade e benevolência onde, peço a DEUS todos os dias para que mantenha em minha família sempre os bons exemplos, nos conduzindo a caminho do bem e continuemos praticando a verdadeira caridade!  

Comentário de Lais Araújo em 1 outubro 2013 às 8:26

linda historia de amor......

Comentário de sandra maria simonin de miranda em 30 setembro 2013 às 21:00

Linda postagem, emocionante.!

Grata

Comentário de Sandra de Lima em 30 setembro 2013 às 20:39

Lindo!!!! mensagem maravilhosa..

Boa noite a todos...

Comentário de rosana maria dos santos em 30 setembro 2013 às 19:30

Emocionante mesmo!! Obrigada.

Comentário de elisamar vicente da costa em 30 setembro 2013 às 19:17

nooosa!!!lindo!!!1

Comentário de Josiane Puziski Madeira em 30 setembro 2013 às 18:10

Belissimo texto!!! Jà conhecia essa linda història e é sempre emocionate reler. Paz e luz!!!! :-))

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!