Sidney Fernandes

Segundo o calendário chinês, em 2021 o boi será o animal e o metal será o elemento, marcando momentos de construção e consolidação de conquistas. Exigirá de nós muito trabalho e dedicação para colhermos os frutos dos nossos esforços.

O boi de metal simboliza disciplina, lealdade e superação. Para atingir objetivos será preciso erguer as mangas e colocar as mãos na massa. Ele carrega a energia da paciência, da determinação e da prosperidade. Porém, também carrega a necessidade de obstinação e decisão para superação dos obstáculos.

***

Reclamamos muito dos erros e injustiças que ainda grassam em nossa sociedade e saímos alardeando que o mundo precisa mudar, com urgência. O raciocínio deveria ser inverso. Precisaremos de um homem transformado para que o mundo se transforme.

O instrumento para que isso aconteça foi anunciado pelo apóstolo Paulo, ao referir-se, no final de sua vida, ao bom combate que desperta consciências e liberta o homem do egoísmo, da vaidade e da ganância.

Esse objetivo será alcançado, não com as verdades do indivíduo, que geralmente são moedas falsas de circulação restrita, e sim, com as que nascem do contexto social, em que indivíduos se formam pelo contato com os seus pares.

Cada dia do novo período que se inicia tem, em sua retaguarda, a sabedoria que adquirimos nesta e em vidas pretéritas. Traz também os miasmas deletérios e os vícios que ainda portamos.

Para nós, ainda incipientes passageiros do bonde evolutivo, cada novo ano é uma nova chance de progresso que se descortina. Não desprezemos a riqueza dos seus minutos, das suas horas, dos seus dias, dos seus meses… Cada um desses fragmentos representa uma pequenina parte da herança que receberemos no futuro.

Embora profunda e essencial, a caminhada do homem velho para o homem novo é a da simplicidade de uma parábola evangélica. Santo Agostinho nos deu a fórmula, concitando-nos ao diuturno reexame de nossas atitudes. Jesus nos deu a essência, assim interpretada pelo exegeta Emmanuel:

Com Jesus ergue-se o homem para a luz, ao serviço, à sabedoria, à razão, ao direito, à fraternidade, à compaixão, ao entendimento, ao amor, aos bens imperecíveis, à renúncia, à justiça, à piedade, ao verbo criador, à beleza, à virtude, à harmonia e ao contentamento. Do pântano ao monte, do lodo à gloria…

Feliz BOI, digo, feliz ano novo!

 

Fontes consultadas: Pão Nosso, Emmanuel e O Homem Novo, J. Herculano Pires

Exibições: 16

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!