Todos os corpos existentes no universo, sem exceção
— desde aqueles que são conhecidos do homem na Terra
até aquelas formas ainda por ele ignoradas, em todo ser
em que palpite a alma da vida, o princípio inteligente ou
a consciência, em qualquer fase de evolução —, irradiam
uma atmosfera fluídica em volta de suas próprias individualidades, caracterizada por uma rica variedade policrômica, com cambiantes que variam intensamente, constituídos de irradiações das diversas camadas do corpo espiritual ou psicossoma.

Conhecidas com o nome de aura, essas irradiações são,
por assim dizer, a marca ou o selo do espírito. 

Por isso é que se torna impossível esconder cada um seus sentimentos e suas qualidades, por se acharem expressos nas variadas camadas áuricas e patentes à visão dos espíritos esclarecidos. 

Além disso, normalmente acessível à sensibilidade
dos videntes, pode-se percebê-la através de alguns métodos
desenvolvidos para o estudo de suas vibrações.

A aura constitui-se também num reflexo natural da
consciência espiritual, estampando através de suas combinações
de cores as manifestações de espiritualidade ou
as degradantes imagens da perversão do ser. Durante as
vivências do espírito, espelham-se, nas irradiações da aura,
todos os seus vícios ou virtudes adquiridos ao longo da sua
jornada evolutiva, inscrevendo-se, nas células sutilíssimas
do perispírito, tanto as nobres e elevadas vibrações de altruísmo
quanto as mais negras e abjetas manifestações de
um caráter doentio e pecaminoso.

O psiquismo em evolução, através das diversas exteriorizações
no mundo fenoménico das formas, emite, pelas
suas vibrações, essa atmosfera mais ou menos sutil, que
impregna o éter cósmico com as suas peculiaridades; constitui
isso um registro de toda a vida, pelo qual os espíritos
superiores têm acesso ao passado espiritual, como numa
fita magnética de alto potencial de registros.

Através do estudo das energias da aura, nossos irmãos
podem obter mais detalhes a respeito das formas-pensamento,
das criações fluídicas e dos clichés mentais, podendo
esse estudo contribuir grandemente para a medicina do
futuro, quando os homens de ciência utilizarem o elemento
psíquico como fonte de diagnóstico ou como objeto dos
tratamentos que se realizarão em bases energéticas.

A fotosfera iridescente que circunda o organismo humano
se constitui de elementos psíquicos e etéricos, e manifesta-
se a partir de processos intra-atômicos, desenvolvidos na
intimidade das células astrais que compõem o psicossoma.

Portanto, a aura torna-se a manifestação anímica do espírito,
que se mostra em maravilhoso policromismo para expressar
sua elevação ou sua embrionária condição evolutiva. Em
sua variada coloração e em seus efeitos rutilantes, conseguimos
identificar o espírito pela aura, em qualquer lugar em que se localize no infinito da criação.

O estudo das energias da aura é por demais importante
para que dele se descuide. Aquele que se interessa pelo estudo
das manifestações psíquicas deveria ampliar mais seu
conhecimento a respeito dessas energias, que fornecem a
identificação segura dos seres que habitam os dois planos
da vida.

Lamentavelmente, os nossos companheiros espiritistas e
espiritualistas, de um modo geral, trocaram o maravilhoso
laboratório da ciência experimental pelas interpretações
místicas dos fenômenos, acomodando-se com as conquistas
já realizadas no passado por eminentes pesquisadores,
talvez julgando haverem esgotado o material de pesquisa,
o que os faz se perder nos labirintos sombrios da ignorância
e do misticismo. 

Acontece com freqüência, por exemplo, de
pseudomédiuns videntes que presumem ver as irradiações da
aura emitirem sua interpretação pessoal, mística e sem bases
científicas, a respeito de algo de que pouco se conhece,
mesmo na teoria.

Por meio do estudo sério e metódico sobre as energias
da aura, poderão meus irmãos, no futuro, detectar tanto
os desequilíbrios psíquicos, emocionais ou físicos, quanto
os estados superiores da consciência. Estados alterados de
consciência ou simples enfermidades no veículo periférico
de manifestação, o corpo físico, são igualmente perceptíveis
pela aura que se irradia de cada um, cabendo, no entanto,
aos meus irmãos se dedicarem mais intensamente ao seu
estudo e entendimento.

É interessante que desenvolvam métodos de análise e
de experimentação, a fim de descobrirem as leis que regulam
a fenomenologia psicoenergética. 

Nos tempos atuais, quando a ciência espírita está definitivamente estabelecida sobre o alicerce inamovível de seus postulados, impõe-se a cada um o dever de divulgar os fatos sobejamente provados e catalogados a respeito das manifestações da alma, preparando o homem para a sua integração cósmica na realidade da vida.

Fonte - Medicina Da Alma, psicografia Robson Pinheiro, espírito Joseph Gleber

Exibições: 511

Tags: ALMA, AS, AURA:, DA, HUMANA, IRRADIAÇÕES

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!