Os olhos são o espelho de nossa alma. Através de nossos olhos podemos apreciar as maravilhas do mundo.

Podemos apreciar a natureza e também nos comunicar através de um simples olhar.

Os olhos refletem nossos sentimentos. Portanto, apenas ao olhar para uma pessoa podemos perceber o que ela está sentindo.

Mas, será que todo mundo consegue realmente perceber tudo isso?

Muitos olhos estão abertos, porém adormecidos para o mundo como um todo..

Quantas pessoas passam diariamente pelo mesmo local e não percebem o que está à volta?

Por vezes cumprimentamos o porteiro de nosso prédio, mas, se alguém nos pedir para descrever sua fisionomia, certamente teriámos dificuldade.

Estamos vendo, sem ver!

Passamos o dia na correria, imersos no trabalho, em ocupações diárias.

Você tem uma roseira em sua casa? Quantas vezes ela deu flor esse ano?

Ou mesmo, quais as plantas que tem na frente de sua casa?

Estamos todos meio adormecidos, vivendo um torpor, onde os olhos da alma não conseguem se manifestar. Onde não conseguimos mais olhar a alma de nossos semelhantes.

Precisamos despertar. Precisamos ver o mundo mais profundamente, mais delicadamente.

Certamente, iremos encontrar beleza em mínimas coisas, que jamais pensaríamos um dia perceber.

A alma põe à disposição do corpo reservas ilimitadas de energia; infelizmente é raro que sejam utilizadas em seu pleno potencial.

O indivíduo que vive numa rotina monótona ou a quem falta real interesse ou envolvimento com seu trabalho, pode sentir cansaço e exaustão extremos.

Precisamos despertar a percepção interior para que uma nova abordagem ou estilo de vida se instalem com plena energia.


Vibrar – Sintonizar -Atuar - Criar

 

Para chegar ao ápice da experiência de nossa vida, precisamos sentir o mundo mais animado, mais vivo, pelo simples fato de existir e pronto para tudo o que possa acontecer.

Cito agora algumas essências florais que nos auxiliam a despertar a nossa visão supra física.

Íris

(Iris douglasiana)

 

Muitos indivíduos hoje tem falta de vitalidade anímica, uma palidez cinzenta os encobre, estão sufocados no mundano e no mecânico.

Íris é um remédio para restaurar e revitalizar a alma.

É indicada não só para quem está seguindo um caminho artístico específico, mas também para muitos indivíduos que precisam chamar uma criatividade apaixonada à sua vida profissional.

Íris estimula a alma a criar e cultivar a beleza dentro de si mesma e no mundo.

A missão da alma é construir um arco-íris que sirva como ponte entre o espírito e a matéria.

A luz pura do espírito precisa ser impregnada ou colorida com os sentimentos.

A rica escuridão da matéria precisa tornar-se luminosa e preenchida de significado interior.

Esse é o caminho do artista, e a verdade é que toda alma deveria expressar-se como um artista. Assim como o corpo físico precisa de ar para respirar, também a alma precisa de inspiração para poder viver. Assim como o corpo físico faz circular o sangue para se nutrir, também a alma vive por causa do fluxo e da tecedura do corpo radiante.


Shasta Daisy

(Chrysanthemum maximum)


Se o aspecto analítico da mente assume plenos poderes, a consciência não consegue mais experimentar em sua compreensão da vida, a totalidade e o significado maior das coisas.

Essa é uma tendência especialmente poderosa na nossa cultura atual, que dá grande ênfase e proeminência a vida pensante e intelectual.

Enxergamos as informações como fragmentos esparsos e não como parte de um todo.

Precisamos desenvolver uma consciência mandálica, capaz de experimentar a inspiração divina.

Se a sua vida mental não é livre, mas altamente compulsiva e obsessiva, sua energia vital é drenada e você é arrastado constantemente por preocupações e ansiedades excessivas.

Se a nossa alma está aprisionada no campo mental, é possível sofrer de insônia, dores de cabeça, distúrbios neurológicos.

Se nos viciarmos em soníferos, tranqüilizantes e outros analgésicos num esforço para subjugar a tensão mental jamais alcançaremos concentração e foco necessário para olharmos o cenário de nossa vida.

Shasta Daisy é a essência floral para o excesso de intelectualização da realidade, especialmente a tendência a enxergar a informação em pedaços e fragmentos ao invés de partes da totalidade; inteligência mecanizada ou artificial.

Expande nossa visão, nos auxilia a perceber o todo, permitindo dessa maneira observar a vida com maior amplitude.

Márcia Correia Figueiredo

Terapeuta Floral

Astrologia com abordagem terapêutica

Programação Neuro-Linguística

Formação Terapêutica

Radiestesia

Alimentação Macrobiótica

                                                                      www.marciafloral.com  

skype: marciafloral

 msn: marciafloral@hotmail.com

 facebook: Márcia Figueiredo

Exibições: 246

Tags: Abertura, Daisy, Iris, Shasta, criatividade, da, física, supra, visão

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

© 2020   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!