Nenhuma descrição de foto disponível.

Uma velhota subiu para um autocarro e tomou o seu assento. Na próxima parada, uma jovem mulher, forte e rabugenta subiu e sentou-se bruscamente ao lado da velhota, a com os seus muitos sacos.

Ao ver que a velhota se mantinha em silêncio a jovem perguntou-lhe por que não se tinha queixado quando a bateu com os seus sacos.

A idosa respondeu com um sorriso:
- " Não é necessário ser mal educada ou discutir sobre algo tão insignificante, já que a minha viagem ao teu lado é tão curto porque eu vou descer na próxima parada."

Esta resposta merece ser escrita em letras de ouro:
" Não é necessário discutir sobre algo tão insignificante, porque a nossa viagem juntas é muito curta."

Cada um de nós deve compreender que o nosso tempo neste mundo é tão curto, que escuridão com brigas, argumentos inúteis, ciúmes, não perdoar os outros, o descontentamento e uma atitude de averiguação constante é uma ridícula perda de tempo e energia.

Alguém quebrou seu coração? Relaxe.
A viagem é muito curta.
Alguém te traiu, intimidou, enganou ou humilhou? Relaxe. Perdoe. A viagem é muito curta.

Alguém te insultou sem motivo? Relaxe. Ignora. A viagem é muito curta.

Algum vizinho fez um comentário no bate-papo que não foi do teu agrado? Relaxe. Ignore. Aceita. A viagem é muito curta.

Qualquer que sejam os problemas que alguém nos traga, lembre-se que a nossa viagem juntos é muito curta.

Ninguém sabe a duração desta viagem. Ninguém sabe quando a sua parada chegará. A nossa viagem juntos é muito curta.
Vamos apreciar os amigos e os familiares.

Sejamos respeitosos, amáveis e perdoemos, vamos cheios de gratidão e alegria, afinal, a nossa viagem juntos é muito curta.

Exibições: 8

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!