A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, barba e textoÉ uma ferramenta que nos auxilia a construir a paz e harmonia em nossos lares.
Quando praticamos o evangelho, os benfeitores espirituais e nossos amados guias que nos orientam, encontram maiores condições para nos auxiliar e reequilibrar possíveis obsessores, pois com a prática, criamos uma elevada atmosfera psíquica em nosso lar, formando uma verdadeira barreira magnética impedindo o assédio de espíritos desequilibrados. Além disso, se praticarmos o Evangelho no Lar com amor, sem julgarmos ninguém, estaremos dando um grande passo para nossa harmonização interior e familiar.

Quando falamos em evangelho, que significa Boa Nova, pensamos nos ensinamentos trazidos pelo Mestre Jesus, que refletem amor, bondade, humildade, enfim, a mais elevada sabedoria.

Mas se uma família lá na índia, por exemplo, ao invés de praticar o evangelho no lar com os ensinamentos de Jesus, o fizer estudando os ensinamentos de Sri Krishna, contidos no Baghavad Gita, que também refletem amor e sabedoria, os efeitos não serão os mesmos? O mais importante não é a letra, mas sim, a "dose" de sinceridade que colocarmos em nossa prática. Já que vivemos em uma cultura religiosa essencialmente cristã, vamos tomar como base para nossa prática os evangelhos, que podem ser considerados como o reflexo da mais absoluta perfeição.

Você poderá abrir a Biblia, na parte do Novo Testamento, mas minha sugestão é que seja utilizado o livro O Evangelho Segundo o Espiritismo, de Allan Kardec, que contém explicações de vários espíritos sobre os ensinamentos do Mestre, facilitando a compreensão de todos, espíritas e espiritualistas em geral.


A prática do evangelho

Escolha um dia da semana, em um horário em que todos da família estejam disponíveis. Não deixe de praticar. Você estará assumindo um compromisso com o plano espiritual superior. Mesmo que você esteja sozinho, como encarnado, pratique, pois com certeza os mentores que o acompanham estarão presentes e talvez, algum espírito necessitado também possa vir receber as luzes do Alto.

Desligue o telefone, TV e rádio. Este momento deverá ser reservado apenas para a prática, evitando-se conversas paralelas.

Caso chegue alguma visita, explique que você e sua famíla estão praticando o evangelho e convide a pessoa a assistir ou retornar mais tarde.

Crianças também podem assistir. Dependendo da idade, convide-a a fazer uma prece, para o anjinho da guarda ou para o "Papai do Céu". E muito importante acostumar a criança o mais cedo possível com a prática da oração. Geralmente, aqueles que desde cedo são orientados pelos pais, com carinho, sem tirania, nas praticas religiosas, se afastam com mais facilidade dos abismos que encontramos cada vez maiores, como as drogas e a prostituição.

Coloque um jarro de água em cima da mesa e peça para os mentores espirituais, no final da prática, magnetizarem a água, depositando os fluidos necessáriios para cada membro da família.


1 - Prece de abertura: você ou outro membro da família faz uma prece. Ore com o coração, colocando seus melhores sentimentos. Pode-se orar o Pai-Nosso, mas que seja com sinceridade, e não apenas da "boca pra fora". Peça pela presença dos benfeitores espirituais. Que eles possam guiar a reunião familiar.


2 - Leitura do Evangelho: outra pessoa pode ler um trecho, não muito longo, de O Evangelho Segundo o Espiritismo. O ideal é seguir, em cada reunião, a ordem dos capítulos, pois a prática não deixa de ser um momento de estudo.


3 - Comentários: após a leitura, a mesma pessoa que leu, se quiser, pode fazer um comentário, segundo o seu grau de entendimento. Depois, outra pessoa comenta, e assim por diante, até todos terem tempo para falar. Jamais comente os defeitos alheios. Deixe que cada um perceba por si próprio seus erros. Procure aplicar os ensinamentos dos evangelhos em você, e com certeza a sua transformação interior irá repercurtir nos outros. Lembre-se que, principalmente neste momento, a bondade deverá transparecer em seus comentários. Jamais atrairemos a presença dos guias espirituais através da maledicência ou da frivolidade.


4 - Vibrações: após os comentários, alguém poderá conduzir as vibrações, também em voz alta, pedindo que Jesus ampare os presidiários, obsediados, doentes, órfãos, políticos, militares, as pessoas necessitadas na família, os membros presentes na reunião etc. Durante as vibrações, o importante é irradiarrmos o amor incondicional, e com certeza os espíriitos saberão canalizar nossas energias para onde for necessário. Pode-se, neste momento, pedir pela magnetizacão da água.


5 - Prece de encerramento: É o momento em que outro membro da família, em voz alta, agradece pelas bençãos derramadas e pede para que os benfeitores espirituais estejam presentes durante a semana, auxiliando a todos, na grande jornada evolutiva.
Reserva-se um minuto de silêncio para que cada um ore em voz baixa.
Desta forma, meus irmãos, encerra-se o culto do Evangelho no Lar, uma grandiosa ferramenta para a harmonização dos nossos lares.

É muito fácil chegarmos no centro espírita, orarmos e entramos em sintonia com nossos mentores, mas é no dia-a-dia que enfrentamos as mais difíceis provas. Portanto, precisamos viver nosso lar como um verdadeiro templo, onde cada membro é um sacerdote a zelar pela harmonia familiar. O indivíduo é o princípio do equilíbrio na familia, e esta é a base da paz mundial.

Aproveito para encerrar com a seguinte passagem do Evangelho de São Lucas:

"E aconteceu, que como fossem de caminho, entrou depois Jesus em uma aldeia. Uma mulher; de nome Marta, o hospedou em sua casa. E esta tinha uma irmã chamada Maria, a qual até sentada aos pés do Senhor ouvia sua palavra. Marta, porém, andava toda afadigada na contínua vida da casa, a qual se apresentou diante de Jesus e disse: Senhor; a ti não se te dá que minha irmã me deixasse andar servindo só? Dize-lhe pois que me ajude. E respondendo o Senhor; lhe disse: Marta, Marta, tu andas muito inquieta, e te embaraças com o cuidar em muitas coisas. Entretanto, só uma coisa é necessária. Maria escolheu a melhor parte, que não lhe será tirada." (S. Lucas c.1 O vv38-42).


Victor Rebelo.

Exibições: 217

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!