* Referência: Capítulos do Livro Seara dos Médiuns - Chico Xavier/Emmanuel (FEB).
Objetivo: estudo de questões do Livro dos Médiuns (LM) de Allan Kardec.
Roteiro: Meditação - Leitura da Questão - Curiosidades.
(Meditação sobre o capítulo 66-Obsessão e Evangelho)
Reunião pública de 9-9-60
Questão LM no.244.


Ainda hoje, encontramos quem faça pesadas críticas ao Espiritismo, conhecendo ou ignorando a matéria sobre qual discursa.

Kardec os chamou de detratores. E o termo é amplamente usado entre os eruditos.

Imaginemos este contexto: o mundo ocidental iniciou sua libertação do poder dos Bispos através de Martinho Lutero, em 1517, dividindo o Ocidente entre católicos e protestantes.

Ganhou caráter científico com o Iluminismo de Spinoza, por volta de 1650.
E se afirmou no Positivismo de Augusto Comte em 1855.

Ou seja, num curto período de 300 anos, os católicos viram os conceitos compilados em Roma, desde o século IV durante o império de Constântino, serem colocados em dúvida por todos os lados e maneiras possíveis!

Imaginem só isso!

Nem a chamada "Inquisição do Santo Ofício", que existiu em Roma até 1965(pasmem! até o pontificado de Paulo VI), conseguiu calar as consciências.

A Codificação Espírita surge enfrentando, por um lado, a reação Católica, por outro lado os Protestantes, por outro os materialistas extremistas.
Isso sem ter um exame digno e imparcial das classes acadêmicas ou científica.

Como, para nosso milenar espírito belicista, a melhor defesa é o ataque, de tudo o Espiritismo foi acusado pelos detratores: charlatanismo, embuste, causador de loucura, ilusão coletiva, esquizofrenia, mero efeito ideomotor, estalar de juntas dos médiuns, etc.

Nesse capítulo, Emmanuel comenta a acusação de que a obsessão seria causadapelo Espiritismo.

E nos lembra quando Jesus encontra o possuído no santuário (Lc 4:33-35), a gritar "o que temos nós contigo?".
Jesus repreende o espírito infeliz e liberta o assediado.
Era uma obsessão direta.

Revisa o auxílio ao pobre gadareno (Mc 5:2-13), vivendo qual animal feroz nos sepulcros.
Era obsessão, seguida de possessão e vampirismo.

Lembra do homem mudo (Mt 9:32-35), que teve restaurada a fala ao ser afastado o espírito perturbador pela bondade do Divino Benfeitor.
Obsessão complexa, atingindo corpo e alma.

Rememora a afirmação de João (Jo 13:2) de que um espírito perverso teria semeado no coração de Judas a negação do apostolado pela traição.

"Temos aí a obsessão indireta, em que a vítima padece influência aviltante, sem perder a própria responsabilidade." — explica Emmanuel.

Argumenta que Felipe (Atos 8:5-7) libertou, entre os samaritanos, muitos coxos e paralíticos pelo simples afastamento dos espíritos inferiores que os molestavam.
Eram obsessões coletivas, gerando moléstias-fantasmas.

A Doutrina Espírita renova o interesse humanitário pela obsessão. Interesse iniciado lá atrás, no Novo Testamento pelo Mestre Jesus.

Mas não deixemos que as críticas nos detenham.

"Estendamos o serviço de socorro aos processos obsessivos de qualquer procedência, porque os princípios de Allan Kardec revivem os ensinamentos de Jesus, na antiga batalha da luz contra a sombra e do bem contra o mal."

==&==


Esta é uma meditação histórica !! rsrsrs
Seara dos Médiuns > 66-Crítica ou clique aqui!
Curiosidades: aceita uma "crítica construtiva"?

http://estudandocomchicoxavier.wordpress.com/


Exibições: 1741

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Mauricio Ricardo Geiger em 29 março 2012 às 15:50

Caminhamos pela dor para a fraternidade nao ouvides da descrença apenas reflita no bem que ainda podemos fazer pela caridade "fora da caridade nao ha salvacao"nao se entutila a credo nem um e sim a contribuiçao que devemos ao proximo como a nos mesmos

Comentário de Patrícia Figuerôa em 29 março 2012 às 15:42

CREIO QUE PODEMOS NOS TRANQUILIZAR QUANTO A DESCRENÇA OU AVERSÃO A DOUTRINA ESPÍRITA POR MUITOS USANDO O MESMO ARGUMENTO QUE EMMANUEL OFERECEU AO CHICO: "SE O QUE ESTÃO FALANDO DE VOCÊ (OU DA DOUTRINA) É VERDADE ENTÃO POR QUÊ FICAR OFENDIDO? SE O QUE ESTÃO FALANDO DE VOCÊ (OU DA DOUTRINA) É MENTIRA, ENTÃO POR QUÊ DAR ATENÇÀO?"

VERDADE ALGUMA PRECISA SER DEFENDIDA PARA SE PERPETUAR.

AS LEIS DE DEUS SÃO PERFEITAS E, QUANDO MERECERMOS COMPREENDÊ-LAS, SE TORNARÃO VERDADES IMORTAIS UNIVERSAIS NO CORAÇÃO DE CADA UM.

OURIVES AFIADO RECONHECE OURO DE LONGE. A DOUTRINA ESPÍRITA É ESTE METAL NOBRE.

Comentário de cristovam aguiar pimenta em 29 março 2012 às 14:53

a grande maioria quase absoluta das pessoas que professam uma religião,seita ou doutrina não conheçem nada da sua origem, nunca estudaram nada, aceitam tudo o que o pregador diz, se eles não sabem da sua religião, como vão ter um conhecimento do espiritismo, muitos estudam a biblia, mas não entendem nada da essência, são uns verdadeiros analfabetos, eu já li mais de 5 centenas(500) livros que fala do espiritismo, espiritualismo e teosofia, acho que ainda nada sei, e tenho tudo catálogado, não posso, não devo, não quero discutir este tema com estas pessoas.

Comentário de Mauricio Ricardo Geiger em 29 março 2012 às 14:25

Não é questão religiosa que te faz melhor e sim burilamento moral na ;escala evolutiva da alma sem assim perder a sua essencia e identidade como ser atribuido de tarefas e dotado capacidade diciplinadora e reajustadora de si mesmo nas intemperes da vida e alem tumulo não se assustem não mudara muita coisa a ilusão criada para uns o esforços de outros tudo sera revisto e tudo sera cobrado cada um segundo seus conhecimentos e conduta inerentes inerentes a esse planeta escola onde temos nas afliçoes da vidas as liçoes mais maravilhosas de resgates do preteritos e muitas das vezes criadas nesta propia existencia por abraçarmos coisas causas compromentimentos que nao somos capazes de cumprir caindo no desfiladeiros da angustia por provas ainda que nao temos condiçoes de surportar espiritas amaivos instruivos

Comentário de francisco cassiano pereira do am em 29 março 2012 às 14:13

um muito obrigado a estas ilustres palavras que levarei comigo hoje agora e senpre.

um grande abraço do lar assistencial espirita casa de francisco

Comentário de cristovam aguiar pimenta em 29 março 2012 às 14:04

todo mundo tem o seu livre arbitrio para pensar o que quiser, desde que  não prejudique aos outros, eu não tenho  religião, não quero, não preciso( espiritismo para mim não é religião) é uma filosófia uma ciência, não converso com religião com ninguem, porque eu não tenho, espiritismo só converso com quem entende, lê, pesquisa, estuda. ,...o divino,maravilhso, magnifico, belissimo jesus cristo disse: " não devemos jogar pérolas para os porcos"  , elê também não tinha religião, bem como: khrisna, buda e maomé e isto me basta. a maioria das pessoas que professam uma religião não conheçem nada da sua origem, como a maioria das religiões são dogmáticas, tem pessoas sectárias, radicais e ortodoxas, acho por bem não ter nenhum tipo de diálogo.        

Comentário de Antônio da Silva Leite em 29 março 2012 às 13:54

Hoje, muita gente (inclusive católicos beatos) já está acreditando que Espiritismo é coisa séria e muito séria. Problemas psicossomáticos, que outras religiões não conseguiram resolver ou dar apenas uma explicação, são resolvidos à luz do Espiritismo.  Está em fase de publicação um interessante livro,denominado SEMPREVIIVOS, que prova por A+B o que estou afirmando. 

Comentário de Simplicio Oliveira da Fonseca em 29 março 2012 às 13:21

A questão da aceitação ou negação do Espiritismo continua nos mesmos moldes do tempo de Kardec, ou seja, o desconhecimento total da doutrina. Alguns por má fé e interesses mesquinhos, outros, talvez, por apenas preferirem a fé cega por indolência em estudar os assuntos que o Espiritismo aborda e que acreditam feririam suas convicções religosas ultrapassadas. Muito bom. Obrigado e muita luz e paz!

Comentário de Rosangela Cordeiro Ferreira em 29 março 2012 às 13:12

Conhecimento é tudo meu amigo.

Manter a mente aberta, sempre.

 

Comentário de Inacio Queiroz em 29 março 2012 às 13:00

Obrigado, Romildo.

Todo mérito para Emmanuel / Chico Xavier.

Um abração.

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!