Foi em 31 de março de 1869, em Paris, com 64 anos, entre 11 e 12 horas, pelo rompimento de um aneurisma, em pleno labor de estudo e organização de novas tarefas espiritas e assistenciais que Kardec desencarna, cumprindo, e muito bem, a missão. O lema de Kardec era: Trabalho, Solidariedade e Tolerância. 
O corpo de Kardec foi sepultado no cemitério do Père-lachaise, com a frase esculpida no frontispício do dólmen de Allan Kardec :
"NASCER, VIVER, MORRER, RENASCER AINDA E PROGREDIR SEMPRE, TAL É A LEI".

Nossa eterna gratidão ao emérito Codificador da Doutrina Espírita!

Exibições: 356

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de adão de araujo em 1 abril 2018 às 15:10

Nossa eterna gratidão ao mestre Allan Kardec.

Comentário de Benoni Martins em 1 abril 2018 às 13:48

Sendo o Espiritismo verdadeira bússola para a rota evolutiva da humanidade e farol a dissipar as brumas dos limites humanos, relembrando as lutas íntimas e as defesas intransigentes daquele que o codificou, meu coração, de par com a mente, está sempre murmurando: Kardec: Deus lhe pague!

Comentário de Margarida Maria Madruga em 1 abril 2018 às 13:13

Desencarnou "cedo",no que se refere a quantidade de anos. Gratidão aos seus grandes ensinamentos.

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!