* Referência: Capítulos do Livro Seara dos Médiuns - Chico Xavier/Emmanuel (FEB).
Objetivo: estudo de questões do Livro dos Médiuns (LM) de Allan Kardec.
Roteiro: Meditação - Leitura da Questão - Curiosidades.
(Meditação sobre o capítulo 66-Obsessão e Evangelho)
Reunião pública de 9-9-60
Questão LM no.244.


Ainda hoje, encontramos quem faça pesadas críticas ao Espiritismo, conhecendo ou ignorando a matéria sobre qual discursa.

Kardec os chamou de detratores. E o termo é amplamente usado entre os eruditos.

Imaginemos este contexto: o mundo ocidental iniciou sua libertação do poder dos Bispos através de Martinho Lutero, em 1517, dividindo o Ocidente entre católicos e protestantes.

Ganhou caráter científico com o Iluminismo de Spinoza, por volta de 1650.
E se afirmou no Positivismo de Augusto Comte em 1855.

Ou seja, num curto período de 300 anos, os católicos viram os conceitos compilados em Roma, desde o século IV durante o império de Constântino, serem colocados em dúvida por todos os lados e maneiras possíveis!

Imaginem só isso!

Nem a chamada "Inquisição do Santo Ofício", que existiu em Roma até 1965(pasmem! até o pontificado de Paulo VI), conseguiu calar as consciências.

A Codificação Espírita surge enfrentando, por um lado, a reação Católica, por outro lado os Protestantes, por outro os materialistas extremistas.
Isso sem ter um exame digno e imparcial das classes acadêmicas ou científica.

Como, para nosso milenar espírito belicista, a melhor defesa é o ataque, de tudo o Espiritismo foi acusado pelos detratores: charlatanismo, embuste, causador de loucura, ilusão coletiva, esquizofrenia, mero efeito ideomotor, estalar de juntas dos médiuns, etc.

Nesse capítulo, Emmanuel comenta a acusação de que a obsessão seria causadapelo Espiritismo.

E nos lembra quando Jesus encontra o possuído no santuário (Lc 4:33-35), a gritar "o que temos nós contigo?".
Jesus repreende o espírito infeliz e liberta o assediado.
Era uma obsessão direta.

Revisa o auxílio ao pobre gadareno (Mc 5:2-13), vivendo qual animal feroz nos sepulcros.
Era obsessão, seguida de possessão e vampirismo.

Lembra do homem mudo (Mt 9:32-35), que teve restaurada a fala ao ser afastado o espírito perturbador pela bondade do Divino Benfeitor.
Obsessão complexa, atingindo corpo e alma.

Rememora a afirmação de João (Jo 13:2) de que um espírito perverso teria semeado no coração de Judas a negação do apostolado pela traição.

"Temos aí a obsessão indireta, em que a vítima padece influência aviltante, sem perder a própria responsabilidade." — explica Emmanuel.

Argumenta que Felipe (Atos 8:5-7) libertou, entre os samaritanos, muitos coxos e paralíticos pelo simples afastamento dos espíritos inferiores que os molestavam.
Eram obsessões coletivas, gerando moléstias-fantasmas.

A Doutrina Espírita renova o interesse humanitário pela obsessão. Interesse iniciado lá atrás, no Novo Testamento pelo Mestre Jesus.

Mas não deixemos que as críticas nos detenham.

"Estendamos o serviço de socorro aos processos obsessivos de qualquer procedência, porque os princípios de Allan Kardec revivem os ensinamentos de Jesus, na antiga batalha da luz contra a sombra e do bem contra o mal."

==&==


Esta é uma meditação histórica !! rsrsrs
Seara dos Médiuns > 66-Crítica ou clique aqui!
Curiosidades: aceita uma "crítica construtiva"?

http://estudandocomchicoxavier.wordpress.com/


Exibições: 1741

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Maria Martins Leite em 13 abril 2012 às 12:02

Fazer críticas a determinada coisa ou pessoa é típico dos ignorantes, já que só é válida a critica com conhecimento.

Como posso falar mal de algo ou alguem que não conheço?

Comentário de Imaculada Conceição Galvão Rodri em 7 abril 2012 às 0:45
A pior dor é a dor do momento! Seja dor fisica ou espiritual!
Comentário de Inacio Queiroz em 3 abril 2012 às 16:05

Eu que te agradeço pela confiança e pela oportunidade de colaborar, Diana.

Que Deus abençoe a todos nós.

Abração.

Comentário de diana fernandes dos santos em 3 abril 2012 às 15:39

Inacio muito obrigada.que Deus te abençoe um abraço.

Comentário de Mariluce Paixão Ramos Gonçalves em 3 abril 2012 às 12:06

O Espiritismo é a Terceira Revelação, o Consolador prometido por Jesus Cristo. É Ciência, Filosofia e Religião. O caminho do espírita é o estudo, a reforma íntima, o amor e a caridade para UM DIA atingirmos a perfeição. Abraços fraternos a todos.

Comentário de Inacio Queiroz em 2 abril 2012 às 19:22

Oi Diana,

Na verdade, o Espiritismo é uma doutrina que nos ajuda a entender melhor quem somos, de onde viemos e para onde iremos. Começou como um trabalho científico para verificar se as comunicações ocorridas no século 19 eram Espíritos ou apenas alguma lei física desconhecida.

Quando Kardec percebeu que eram os espíritos das pessoas que já tinham vivido sobre a Terra, um mundo de novos conceitos começou a aparecer: Onde estavam estas pessoas ? Como elas conseguem se comunicar? O que é a morte afinal? Há céu e inferno? Deus existe? A Terra é a única moradia?

Na hora que nós começamos a rever nossas idéias sobre tudo isso, começamos a entender melhor porque Jesus pediu tanto para que a gente ame nosso próximo como a nós mesmos.

Isso tudo faz a gente suportar melhor os momentos difíceis da vida, guardar nossa esperança de que, fazendo o certo, sendo uma boa pessoa, os bons amigos encarnados e desencarnados estarão sempre caminhando conosco nos momentos bons e ruins.

Não significa que estaremos livres das dificuldades. Não!

Lembremos que Jesus não se livrou do Calvário e, dos apóstolos, apenas Mateus morreu de velhice.

O Bem Maior nos esclarce para que a gente aproveite bem toda nossa encarnação, aprendendo a viver bem os momentos bons e crescendo como pessoa boa nos momentos ruins.

Nós continuaremos em nosso esforço para sobreviver, para prover nossa família, para amparar quem nos ama. 

Se temos possibilidade de ir na reunião do centro, ótimo!

Mas, se não posso ir, o nosso prejuizo vem do fato da gente não ter estudado e não ter feito silêncio e oração numa hora tão importante da nossa semana.

Espíritos superiores nunca irão punir que não pode estar presente numa reunião.

Mas eles também terão dificuldade em auxiliar quem se aproximou menos deles.

Da mesma forma como é no nosso mundo: não é mais difícil para vc empregar um manicure que não tem experiência nenhuma? Se ela não fizer o esforço dela, como vc poderá dá-la oportunidade de trabalho?

Assim, os espíritos "inspiram" mais facilmente quem não esquece das orações, quem procura fazer boas leituras e quem procura ajudar aos outros de forma desinteressada.

Vamos lembrar das palavras de Jesus: "Toda a vez que fizestes por um desses pequeninos, digo que fizeste por mim mesmo". Ajudar a que não tem nada é dar para vida um amor que, um dia, irá retornar.

Não sabemos como, nem onde, nem por quem, mas irá retornar! Sou prova viva disso.

Então, independente de ser um momento bom ou ruim, vamos procurar estudar, vamos procurar ter nosso momento de oração, vamos ajudar a todos que cruzarem nosso caminho e nos solicitarem ajuda, confiando que estamos trabalhando em nome de Jesus. E ele sempre será nosso abrigo para que o suficiente não nos falte ou, se faltar, que a mão amiga venha em nosso auxílio assim como um dia nós fizemos por alguém.

Um abração e seja bem-vinda ao nosso estudo.

Comentário de diana fernandes dos santos em 2 abril 2012 às 18:02

Inacio só espirita tenho um salao de beleza mas,de um mes pra cá to passado muitas deficudades de movimento no salao.acho,que nao tenho indo as reuniao do centro isso pode me prejudicar?também nao to fazendo o evagelho no lar,parei tudo.voce poder me dar uma dica do quer devo fazer.agradeço de todo coração.diana

Comentário de gilvaneia barbara leite dos sant em 1 abril 2012 às 12:11

Amei...a explicaçâo,conheço muito isso...sou julgada por ser espirita,mas não dou importancia,só respondo o seguinte ...eu respeito as suas escolhas ..respeitem as minhas !!!

Comentário de Rosangela Cordeiro Ferreira em 31 março 2012 às 23:12

E como liberta Manoel, nos trás serenidade, da a certeza de que toda aflição por nós vividos são etapas a serem compridas, e que haverá sempre um amanhã.

Comentário de Manoel Silva em 31 março 2012 às 23:05

O espiritismo é doutrina que liberta... É preciso gritar bem alto a consolação que ele nos trás... a reencarnação é chave de tudo... os indiano falam da reencarnação os egipícios, os essênios nos tempos de Jesus, por que nós espíritas temos que responder com o silêncio... nâo faz sentido... eu não  digo que acredito na reencarnação eu  digo que sei que é assim... e defendo minhas convicção espiritas na praça publica se for preciso... por sou espírita e não simplesmente simpatizante.

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!