ESVAZIANDO OS ARMÁRIOS DA VIDA

Informação

ESVAZIANDO OS ARMÁRIOS DA VIDA

ESTE GRUPO TEM COMO FINALIDADE UM LUGAR SEGURO E ACOLHEDOR PARA DESABAFAR ANGUSTIAS E EXTRAVASAR ANSIEDADES.

PROPONHO UMA AJUDA MÚTUA ENTRE OS IRMÃOS  COM MUITA INDULGÊNCIA E RESPEITO ENTRE TODOS.

Membros: 117
Última atividade: 6 Maio, 2017

Fórum de discussão

esvaziar os armários...ou o subconsciente !

Iniciado por gisela ochoa oliveira. Última resposta de gisela ochoa oliveira 2 Jan, 2014. 1 Resposta

amigos, estou estudando a E.F.T. ou acupuntura emocional á 3 anos . Com certeza se esvazia a emoção que está mais urgente ou que se permite trabalhar. Ainda não vi nada igual..e assim pensa também…Continuar

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de ESVAZIANDO OS ARMÁRIOS DA VIDA para adicionar comentários!

Comentário de Maria Valen em 4 agosto 2013 às 2:02
Preciso e quero esvaziar meus armários, principalmente os que me fazem e me fizeram tanto mal. Estou precisando do auxilio de vcs !! Obrigada!
Comentário de Kathya Ossuosky em 29 julho 2013 às 0:48
Gostei do nome...é o que estou necessitando fazer, esvaziar meus armários...quero fazer parte, acredito que podemos sempre ajudar.
Comentário de ISMAEL MARCHIOLLI em 26 julho 2013 às 12:58

ESVAZIAR NÃO SÓ OS ARMÁRIOS PALPÁVEIS... LIVRE-SE  TAMBÉM DOS SENTIMENTOS RUINS, RAIVA, INVEJA, COBIÇA, ETC..

Comentário de Priscila Cabral Kurrle em 27 março 2012 às 0:00

OI QUERIDA AMIGA QUE BOM QUE VOLTASTE BEIJOCAS VC QUE É LINDONA!!!

Comentário de Rosemeire Neves Chaves em 13 março 2012 às 13:20

oi pri...estou de volta...senti saudades...beijos...você é linda...

Comentário de Priscila Cabral Kurrle em 24 dezembro 2011 às 16:59

Natal, momento em que os sentimentos estão mais intensificador, pode-se dizer que muitos dos irmãos se encontram melancólicos, muitas vezes pela perda de entes queridos já desencarnados, outros pela grande solidão que no momento atravessam, alguns sente um imenso vazio existencial, onde nada faz sentido, falta de um parceiro para compartilhar a noite da ceia, brigas familiares onde a família foi dividida ao meio e que a tristeza e a mágoa perpetuam dentro de seus corações.
Outros tantos veem o natal como uma data de consumo e em muitos momentos não tem nem o necessário para sobreviver neste mundo tão consumista, acabam por se revoltar contra a data do natal acreditando que este momento só trás desgostos e tristezas para si e para os filhos, todos estes percalços da vida fazem em muitos momentos a todos esquecerem o verdadeiro sentido do Natal.
O natal é uma data mais que especial é ao momento onde Jesus nasceu e veio trazer sua mensagem de amor a humanidade, que ensinou a todos nós o valor do amor e da caridade, mostrou os valores da humildade, alertou a todos sobre nosso orgulho e egoismo perante a vida, perante aos outros, alertou sobre nossa necessidade de nos tornarmos tolerantes com os defeitos do nosso próximo não os julgando, afinal temos defeitos e que atire a primeira pedra quem não tem nenhum pecado, aliás santinhos não estariam no planeta terra de provas e expiações não acham?
Sejamos indulgentes com nossos semelhantes, sejamos assim sempre e não apenas no natal mas jamais podemos nos esquecer que esta data tem um grande significado assim como o aniversário de todos nós, não comemoramos? acredito que o valor das coisas precisa ser modificado, trocar um presente por um perdão garanto que é muito mais gratificante...
Desejo do fundo do meu coração que este natal seja repleto de renovações para todos, tudo na vida tem dois pontos de vistas podemos nos adentrar no mar das infelicidades melancólicas citadas acima ou abrir a mente para uma reforma intima sobre o verdadeiro valor do natal e do sentido de nossa existência aqui na terra, espero que a cada natal aprendamos a valorizar mais as pequenas coisas, seja um abraço amigo, um sorriso alegre, um olhar carinhoso, tendo a certeza que nunca estamos sozinhos e que nossos queridos familiares que amamos muito e que hoje não estão mais perto de nós estão nos admirando por nossa mudança de postura e nos acompanhando mais felizes em nossa nova caminhada rumo a edificação.
Beijos com muito amor
PRISCILA CABRAL KURRLE
24/12/2011

Comentário de Priscila Cabral Kurrle em 23 dezembro 2011 às 21:39

Reconciliai-vos o mais depressa possível com o vosso adversário, enquanto estais com ele a caminho, para que ele não vos entregue ao juiz, o juiz não vos entregue ao ministro da justiça e não sejais metido em prisão. - Digo-vos, em verdade, que daí não saireis, enquanto não houverdes pago o último ceitil. (S. MATEUS, cap. V, vv. 25 e 26.)

6. Na prática do perdão, como, em geral, na do bem, não há somente um efeito moral: há também um efeito material. A morte, como sabemos, não nos livra dos nossos inimigos; os Espíritos vingativos perseguem, muitas vezes, com seu ódio, no além-túmulo, aqueles contra os quais guardam rancor; donde decorre a falsidade do provérbio que diz: "Morto o animal, morto o veneno", quando aplicado ao homem. O Espírito mau espera que o outro, a quem ele quer mal, esteja preso ao seu corpo e, assim, menos livre, para mais facilmente o atormentar, ferir nos seus interesses, ou nas suas mais caras afeições. Nesse fato reside a causa da maioria dos casos de obsessão, sobretudo dos que apresentam certa gravidade, quais os de subjugação e possessão. O obsidiado e o possesso são, pois, quase sempre vítimas de uma vingança, cujo motivo se encontra em existência anterior, e à qual o que a sofre deu lugar pelo seu proceder. Deus o permite, para os punir do mal que a seu turno praticaram, ou, se tal não ocorreu, por haverem faltado com a indulgência e a caridade, não perdoando. Importa, conseguintemente, do ponto de vista da tranqüilidade futura, que cada um repare, quanto antes, os agravos que haja causado ao seu próximo, que perdoe aos seus inimigos, a fim de que, antes que a morte lhe chegue, esteja apagado qualquer motivo de dissensão, toda causa fundada de ulterior animosidade. Por essa forma, de um inimigo encarniçado neste mundo se pode fazer um amigo no outro; pelo menos, o que assim procede põe de seu lado o bom direito e Deus não consente que aquele que perdoou sofra qualquer vingança. Quando Jesus recomenda que nos reconciliemos o mais cedo possível com o nosso adversário, não é somente objetivando apaziguar as discórdias no curso da nossa atual existência; é, principalmente, para que elas se não perpetuem nas existências futuras. Não saireis de lá, da prisão, enquanto não houverdes pago até o último centavo, isto é, enquanto não houverdes satisfeito completamente a justiça de Deus.

http://vimeo.com/33477327

Comentário de Priscila Cabral Kurrle em 23 dezembro 2011 às 19:26
Comentário de Priscila Cabral Kurrle em 23 dezembro 2011 às 19:24

Comentário de Priscila Cabral Kurrle em 20 dezembro 2011 às 0:28

 

Membros (115)

 
 
 

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!