Informação

Pratique o desapego

Este grupo destina-se aos membros que não são materialistas, ou que estão tentando deixar de ser e prezam pelas coisas da alma!

Livre-se daquilo que lhe aprisiona, do que lhe faz chorar, das mágoas, dos ressentimentos. Liberte-se daquilo que insiste em lhe fazer mal. Desapegue-se... Pratique o desapego!

 

Poste aqui uma foto e uma frase para nos encorajar a praticar o desapego

Membros: 63
Última atividade: 30 Nov, 2012

Fórum de discussão

Este grupo ainda não possui nenhum tópico.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Pratique o desapego para adicionar comentários!

Comentário de Fatima Catarina Arruda em 30 novembro 2012 às 9:36

Mario Souza:

 

Dá de tí! Quanto puderes: o talento, a energia, o coração... Dá de ti para os homens e para as mulheres, como as arvores dão os frutos e as fontes dão as águas Não dê só o sapato que não queres e a capa que não usa no verão. Darás sem refletir, sem ser notado de modo que ninguém diga-lhe: muito obrigado Nem te deve dinheiro ou gratidão. E com espanto, notarás um dia, que viveste fazendo economia, de talento, energia e coração. Esta poesia e Giuseppe Charone é destinada as pessoas que desejam reconhecimento pelo minimo que fazem pelos outros e que esquecem de agradeceu ao Pai, todos os dias, o maximo que ele faz por nós. Por isso Jesus dizia: aquele que espera reconhecimento na terra jamais o tera nos ceus.

 

"Mario Souza"

Comentário de Fatima Catarina Arruda em 27 junho 2012 às 22:44

"Ola, o frio vem ai de novo, e parece que não vai ser de brincadeira..."

Hora de aproveitarmos para olharmos nos quarda-roupas e faze-las segui-las seus caminhos.

 Muitas crianças e adultos estarão no frio,  façamos nossa parte.

Bjos..   a  todos,....   e  Um inverno quentinho a todos...

Comentário de iara cardoso de oliveira em 15 fevereiro 2012 às 12:41
Quem ama nada exige.

Perdoa sem traçar condições.

Sabe sacrificar-se pela felicidade alheia.

Renuncia com alegria ao que mais deseja.

Não espera reconhecimento.

Serve sem cansaço.

Apaga-se para que outros brilhem.

Silencia as aflições, ocultando as próprias lágrimas.

Retribui o mal com o bem.

É sempre o mesmo em qualquer situação.

Vive para ser útil aos semelhantes.

Agradece a cruz que leva sobre os ombros.

Fala esclarecendo e ouve compreendendo.

Crê na Verdade e procura ser justo.

Quem ama, qual o samaritano anônimo da parábola do Mestre, levanta os caídos da estrada, balsamiza-lhes as chagas, abraça-os fraternalmente e segue adiante...

* * *

Xavier, Francisco Cândido; Baccelli, Carlos A.. Da obra: Brilhe Vossa Luz.
Ditado pelo Espírito Alexandre de Jesus.
4a e

Comentário de iara cardoso de oliveira em 9 fevereiro 2012 às 12:31

As dificuldades são as provas de nossa vida. Os momentos de calma são preparatórios para os instantes difíceis. É fácil o equilíbrio na bonança. Difícil é a serenidade na tempestade.

Comentário de iara cardoso de oliveira em 8 fevereiro 2012 às 9:36

Nos dias difíceis da tua existência, procura não te entregares ao pessimismo, nem ao lodo do derrotismo, evitando alimentar todo e qualquer sentimento de culpa, que te inspirariam o abandono dos teus compromissos, o que seria teu gesto mais infeliz.
Põe-te de pé, perante quaisquer obstáculos, e sê fiel aos teus labores, aos deveres de aprender, servir e crescer, que te trouxeram novamente ao mundo terrestre.
Se lograres a superação suspirada, nesses dias sombrios para ti, terás vencido mais um embate no rol dos muitos combates que compõem a pauta da guerra em que a Terra se encontra engolfada.
Confia na ação e no poder da luz, que o Cristo representa, e segue com entusiasmo para a conquista de ti mesmo, guardando-te em equilíbrio, seja qual for ou como for cada um dos teus dias.

Comentário de Fatima Catarina Arruda em 6 fevereiro 2012 às 20:15

"Ola pessoal,   

"Passei só para lembra-los que quanto mais doamos, mas teremos,  porque quando tiramos uma coisa do guarda-roupa, tiramos também as energias paradas 

que vão se acumulando ali, e criando um miasma negativo, por isso precisa circular todas as coisas, e a melhor maneira é a doação..."

O importante é lembrarmos que só estamos de passagem e não precisamos de muito...   Bjos. Fiquem na Paz de Jesus."

Comentário de Fatima Catarina Arruda em 25 janeiro 2012 às 12:07

Liberte-se de tudo, de um Livro que ja leu, de uma roupa que não lhe serve mais,  aquelas coisas que voce ate esquece que as possue, inclusive Livros, isso acontece muito.

Agente ler um livro, e quardamos para lermos numa outra epoca, mas como ja sabemos a historia, e sempre aparecem outros, aquele fica la parado envelhecendo.

Gostoso é fazer uma corrente, e cada livro que ler passar a frente e pedir para que esse quando ler fazer o mesmo, assim esse livro fara uma viagem....

Bjs...

Comentário de Cris Pantoja em 25 janeiro 2012 às 9:48
Adorei o grupo e sempre acompanho as mensagens do facebook, realmente muito inspiradoras e edificantes, um bálsamo para a vida. Parabéns! Para mim, São Francisco de Assis é um grande exemplo de desapego, sua oração é uma verdadeira ode ao espiritualismo.


"Comece fazendo o que é necessário,
depois o que é possível e, de repente,
você estará fazendo o impossível."
(São Francisco de Assis)
Comentário de iara cardoso de oliveira em 22 janeiro 2012 às 10:42

Que nenhuma agressão exterior te perturbe, levando-te à irritação, ao desequilíbrio.

Mantém-te sereno em todas as realizações.

A tua paz é moeda arduamente conquistada, que não deves atirar fora por motivos irrelevantes.

Os tesouros reais, de alto valor, são aqueles de ordem íntima, que ninguém toma, jamais se perdem e sempre seguem com a pessoa.

Tua serenidade, tua gema preciosa.

Comentário de iara cardoso de oliveira em 4 janeiro 2012 às 17:58

De passagem

Conta-se que no século passado, um turista americano foi à cidade do Catmandu, no Nepal. Seu objetivo era visitar um famoso monge. O turista ficou surpreso ao ver que o monge morava num quarto simples, cheio de livros. As únicas peças de mobília eram uma mesa e um banco. - Onde estão os seus móveis? Perguntou o turista. E o monge, bem depressa, perguntou também: - Onde estão os seus? - Os meus? - Mas eu estou aqui de passagem!? - Eu também! - Disse o monge. A vida na Terra é somente uma passagem. No entanto, vivemos como se fôssemos ficar aqui eternamente.

 

Membros (1)

 
 
 

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!