Tempos atrás, em Belém do Pará, minha terra natal, certo conhecido meu, dono de um núcleo de formação profissional, informou-me que tinha entre seu quadro de funcionários um Teólogo, e, que por essa razão, decidira oferecer ao mesmo uma sala de sua estrutura para que, por duas vezes na semana, o mesmo desse aulas de teologia a si, aos demais funcionários, alunos, e a quem mais se interessa-se. E por isso convidou-me a participar dos ensinamentos daquele irmão por julgar que seria de grande valia para mim, como cria ser para ele. Pois bem, na aula seguinte lá estava eu!

O professor, como era chamado, de fato impressionava pela fartura de seu saber. Discorria sobre os textos bíblicos com extremada facilidade. Apresentava-nos fatos históricos para que fizéssemos análises; falava de assuntos contidos em texto apócrifos; explicava sobre os erros de traduções que corrompem os originais; enfim!...

Em dado momento de seu sermão, quando falava sobre falsas seitas e falsos profetas, pronunciou a seguinte afirmativa:

- “Satanás é ardiloso, não perde oportunidade de nos enganar. Faz de tudo para nos confundir e nos desviar dos caminhos de Deus. O espiritismo é hoje uma de suas maiores armas. Allan Kadec, seu codificador, afrontou Jesus, que nos declarou ser o único salvador do mundo, para dizer que é fora da caridade que não há salvação. Heresia pura!...”

Senti vontade de pedir a palavra, de corrigir-lhe a falta, mas considerei desnecessário defender Kardec. Quem era eu, que apenas dava meus primeiros passos na Doutrina Espírita, para defender Kardec?... Controlei meu impulso e passei a refletir sobre o que estava ouvindo.

No fim da palestra nos reunimos em um refeitório para nos banquetear e fazer considerações sobre o que fora ensinado. Chamado a palavra, declarei (para espanto geral) minha condição de espírita; agradeci pelo que havia aprendido ali, mas que tinha apenas uma ponderação a fazer, a de que, na verdade, não foi Allan Kardec quem disse que fora da caridade não há salvação, mas o próprio Jesus:

"Então ele dirá aos que estiverem à sua esquerda: 'Malditos, apartem-se de mim para o fogo eterno, preparado para o Diabo e os seus anjos.

 Pois eu tive fome, e vocês não me deram de comer; tive sede, e nada me deram para beber;

fui estrangeiro, e vocês não me acolheram; necessitei de roupas, e vocês não me vestiram; estive enfermo e preso, e vocês não me visitaram'.

 "Eles também responderão: 'Senhor, quando te vimos com fome ou com sede ou estrangeiro ou necessitado de roupas ou enfermo ou preso, e não te ajudamos?'

 "Ele responderá: 'Digo a verdade: O que vocês deixaram de fazer a alguns destes mais pequeninos, também a mim deixaram de fazê-lo'.

"E estes irão para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna".

– Mateus c25vs41-46

Irmãos, Jesus foi quem melhor representou Deus na terra, por isso que disse a Filipe: "Aquele que vê a mim vê o Pai que está em mim." A essência dos ensinamentos de Jesus é o amor, razão por que disse também que sem ele não há salvação...

...CARIDADE É AMOR, JESUS É AMOR, DEUS É AMOR!

**

"Graças te dou, ó Pai, Senhor dos céus e da terra, pois escondeste estas coisas dos sábios e cultos, e as revelaste aos pequeninos (simples).” – JESUS

***

(a) RONALDO COSTA (O Arrebol Espírita)

Exibições: 358

Respostas a este tópico

Realmente, certos comentários doem em nossos ouvidos, mas graças a Deus, um irmão preparado como você, merece os meus aplausos e também os nossos cumprimentos de verdadeiro estudioso da doutrina dos espíritos e defensor dos ensinamentos do Cristo. Parabéns, Ronaldo Costa.

RSS

© 2020   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!