Visitas de entes queridos desencarnados. Até que ponto é bom ou prejudicial?

Todos temos pessoas queridas que já se foram. Muitas vezes, oramos pela graça de revê-los, reencontrá-los em sonho...Até que ponto isso pode fazer bem, ou pode se transformar numa obsessão?

Exibições: 1301

Responder esta

Respostas a este tópico

Claudie, obrigada por suas palavras e pela linda mensagem. Após o ocorrido, não tive coragem para ir ao centro ainda... tenho sido muito egoísta, preciso novamente voltar a estudar, a ler... me soltar destas amarras da dor... Sei que esquecer, não irei... mas terei que aprender a conviver. Antes eu, olhava para esta questão, de uma forma mais otimista, aceitável, mesmo em caso de parentes e amigos desencarnados... claro, que sentia a dor da separação, ainda hoje, sinto saudades... Mas dessa vez, é algo que desconheço... a dor está forte demais, os sentimentos estão se misturados. Se puder me indicar algum livro... todos que tento ler, parece-me que não tem o conteúdo de que necessito. Enfim, mais uma vez agradeço pelo carinho e atenção em suas palavras... me ajudou muito.  Um grande abraço, Deus abençõe

Por nada, |Marcia. Mas tente se esforçar para ir ao centro, os passes vão ajudá-la.

Quanto aos livros, vc já leu Nosso Lar?

De qualquer modo, vou olhar uns livros mais direcionados para sua necessidade...

Assim que puder, retorno. Um bjão!

Meu bem, assim de cara, me lembrei de dois bem interesanttes. Um não é espírita "A Cabana", de William P. Young. O outro, é da Zíbia Gaspareto "Nada é por acaso". Vai se sentri melhor com a leitura desses dois livros. Além disso, pedi ajuda ao meu querido amigo Adão, e ele ficou de procurar alguns títulos interessantes que possam te ajudar, nesse momento. Achei mais um, que pode ser interessante (este não li). Aí vai:

Perda de Entes Queridos

Perda de Entes Queridos

Obra que visa a esclarecer, confortar e transmitir confiança a todos aqueles que passaram pela terrível dor da partida de um ente querido. A autora sofreu pungentíssima prova com a morte de seus dois únicos filhos, em desastre de automóvel. Com este testemunho de resignação e confiança, tem-se um livro de encorajamento e, mais que isso, de ternura e certeza da imortalidade do Espírito.

Rosin, Zilda Giunchetti (autor)

Cartas Mediúnicas - 160 págs. 14x21 cm
LAKE - Livro - Espírita - Cód. 1854

Espero ter ajudado...Pode falar, desabafar se precisar...

Além disso, conhece o trabalho do CVV (Centro de Valorização da Vida)? É um trabalho voluntário que presta atendimento (completamento sigiloso) por telefone, chat, e-mail...Vc pode conversar com um voluntário, desabafar quando estiver muito angustiada...Se interessar, o site é http://www.cvv.org.br/. Lá encontrará maiores informações. O telefone geral para atendimento é 141.

Precisando falar, pode chamar. Estou às ordens!

Um beijo!

Adriana Vilela ..sei muito bem como é..tbm perdi meu pai..Joao de Deus França a dois anos pelo cancer..é uma saudade muiiito grande,pois ele era a base de nossa familia,e ainda é..pq tudo que temos e recebos é graça do trabalho dele..minha mãe faz de tudo pra conseguir não chorar..continuar a viver..pq ele amava a vida..viveu intensamente..DEUS sabia o que o esperava..com a doença ele se arrependeu de muitas coisas e perdoou tbm...eu acho que ele desencarnou limpo..achava ele muito evoluido...Em fim..eu sou a unica da família que busca o ensinamento do espiritismo,pq sinto que sou muiiito sencivel..sou muiiiito hispiritualista..Lembro me todos os dias dele..as vezes choro..tbm peço desculpa por isso..mas ele era um super pai e GRANDE avó p meus filhos..aprendemos muiiio com ele..tbm acredito na força do pensamento,isso aprendi com ele..o poder da mente..e acredito que sim,mandamos nossos pensamentos pra eles e eles pra nós..só que els são maiss evoluidos e conseguem capitar..agora nós encarnados temos umas fraquezas que não nos deixar capitar nas horas certasss...sei lá...Queria tanto ter  alguma noticia pra poder entender melhooor e confortar asaudade..Alguém pode me ajudar..muuiiito obrigada a todos..

Querida Claudie, lembro-me dos dois primeiros livros mencionados, de qualquer forma irei providência-los o quanto antes, pois não me recordo se li  "Nada é por acaso"... "nosso lar" eu já li, incluse assisti o filme, muito emocionante por sinal. Mas, é sempre bom recordar, e neste momento estou me agarrando a tudo...

Já ouvi falar sobre este trabalho da CVV, mas nao o conheço de fato, tbem nem me lembrava sobre. Vou, conhecer o site. Não irei dispensar sua ajuda e agradeço de todo coração por sua atenção e carinho... está sendo de grande valia.

 Agradeça ao Amigo Adão pela ajuda, por favor.

Um grande Beijo... Deus abençõe!!!

 

 

Não esqueça, meu bem, faça um esforcinho para ir ao Cebtro receber passes...As vezes não nos damos conta, mas é de imensa valia...

Quanto ao CVV, conheço o trabalho porque sou voluntária, é muito bom.

Tô aqui, tá? Qualquer dúvida, só chamar...

Oi querida, irei ao centro sim... estou precisando...  Voltarei mais tarde e conhecerei este site da CVV. Um grande beijo, Até mais...

Amigos, o amor que temos por aqueles que se forma, é real, e continua sendo...Os laços verdadeiros de afeto, não se rompem. 

A saudade, é natural; só não podemos deixar que se transforme em angústia excessiva, que só faz mal, e nos prende em relações obsessivas que prejudicam os dois lados.

Os que se foram. têm suas ocupações, refazimentos, estudos e preparações para crescimento próprio...Os que ainda estão na carne, também devem aproveitar as experiências do dia a dia para aprender, crescer e se melhorar...Quanto mais estudamos, mais nos libertamos das amarras da ignorância, e mais fácil se torna a caminhada, quando entendemos os obstáculos que aparecem...

Exercitemos mais a oração, que nos fortalece o espírito nos momentos de adversidade, e é um bálsamo no coração de todos, encarnados e desencarnados...

Pensemos com amor naqueles que se foram...Como deve ser bom um pensamento de carinho quando etamos longe?? Como aquece o coração???

Que deus nos abençoe e ilumine a todos!

Abraços!!!

Claudie lopes..poderia me responder???

Perdí meu filho aos 29 anos no dia 03.10.2010 assassinado, foi horrível pois era e sou muito ligado a ele, no dia do seu velório ele veio me perdir perdão chorando muito através da minha prima que é medium, repetindo um encontro que tive com ele em vida dois mêses antes, eu fiquei muito agradecido a Deus por nos dar esta oportunidade tão rapidamente e disse a ele que jamais o esqueceria e estaria sempre do lado dele, jamais o abandonaria como eu havia prometido no dia do nosso encontro antes.

Sempre oro por ele pedindo a Deus para orienta-lo em sua nova vida, peço a ele para procurar nas orações fortalecimento e entendimento  da sua nova etapa no mundo espiritual, choro as vêzes como todo pai que perde um filho mas, é um choro de saudade que transmite a ele muito amor. Acho que devemos levar paz, carinho e muito amor em nossas orações pois só assim vamos ajudar nossos entes queridos e lembrando que a nossa separação é apenas momentânea pois breve Deus nos colocará juntos novamente.

Ao meu filho Daniel.

Te amo filho.

Izido, amigo,

Que vc possa continuar tendo a bênção do conforto e esclarecimento...A saudade é humana, mas o melhor modo de expressar o amor por seu filho, é continuar enviando a ele paz, e hrmonia...

Continue pedindo por ele, e, se já for possível, também por aqueles que cometeram esse ato infeliz...Também é uma forma de ajudá-lo, pois ajuda a libertá-lo dessa corrente de ódio...

Mando para vc esta reportagem de um pai que passou pela mesma dor que vc...Não sei se conhece, espero que ajude...

 

O comerciante Massataka Ota, 48 anos, fez o impossível: perdoou os homens que seqüestraram e mataram seu filho, Ives Ota, de 8 anos. O seqüestro aconteceu no dia 29 de agosto de 1997, e Ives foi morto no mesmo dia. Paulo de Tarso Dantas, Sérgio Eduardo Pereira de Souza e Adelino Donizete Esteves foram presos pelo crime e condenados a 43 anos de prisão (Sérgio Eduardo recorreu da sentença)

'"Para mim, perdão significa libertação. Não adianta viver com ódio. Você tem que se libertar desse sofrimento para começar a viver melhor. Antes de perdoar os seqüestradores do meu filho, eu tinha pesadelos, via o sofrimento do meu filho, a imagem dos assassinos, sabe? Foi só depois que perdoei um dos seqüestradores frente a frente, durante um programa de TV, que os pesadelos desapareceram.

Quando soube que o meu filho tinha sido assassinado, a primeira coisa que veio foi o ódio, a vontade de fazer justiça com as próprias mãos. Um dia, três meses depois, eu estava sentado sozinho no meu apartamento, chorando, com aquela saudade enorme do meu filho, quando olhei para cima e vi uma bolinha dourada voando. Falei: 'Ives, sei que você está bem e que não quer que o papai chore mais. A partir de hoje papai vai ser forte e lutar para que o seu nome não seja esquecido'. Decidi fundar o Movimento da Paz e Justiça Ives Ota e levantar uma bandeira: eu queria a prisão perpétua para crimes hediondos. Muita gente acha que é contradição falar em perdão e defender a prisão perpétua ao mesmo tempo. Mas eu não concordo. Acredito que é preciso endurecer para que os criminosos pensem duas vezes antes de cometer crimes desse tipo. Sou a favor da prisão perpétua, mas não da pena de morte.

'Acredito que, se todo mundo conseguisse eliminar os sentimentos de ódio e mágoa, não ia existir mais violência. Enquanto não tiver perdão, ela vai continuar a existir '

Uma pessoa que me ajudou muito nessa história foi o meu cunhado, o Teigi. Um dia, ele trouxe uma oração para a gente praticar, a Oração do Perdão, da Seicho-No-Ie. Eu e a minha esposa começamos a praticar essa oração dez, 20, 30 vezes por dia. Essa prática me ajudou muito.

Em 2002, eu estava assistindo ao 'Fantástico' na TV e vi esse quadro chamado 'Hora da Verdade', onde uma vítima perdoava o criminoso. Naquele momento, senti que a televisão estava falando para mim. Decidi que ia participar do programa e provar para mim mesmo que podia perdoar os seqüestradores. Uma semana depois, estava tudo combinado: eu ia conversar com o Adelino Donizete Esteves no presídio de Avaré, onde ele cumpre pena. Eu me preparei espiritualmente para aquele momento. Fiz a oração várias vezes antes de sair, e continuei orando no caminho.

No momento em que fiquei frente a frente com ele, não senti raiva, simplesmente conversei. Eu disse a ele: 'É duro para um pai vir aqui. É fácil salvar um amigo, é difícil salvar um inimigo. Mas eu estou aqui pra te salvar. Eu conheci sua filha de cinco anos, e quero que você saiba que desejo para ela o contrário do que você fez com o meu filho. Quero que ela cresça, que tenha um casamento muito feliz e tenha muitos filhos'. Os olhos dele começaram a lacrimejar, e aí ele me falou que ia cumprir a pena dele direitinho. Saí do presídio com o meu coração limpo."

 

http://revistamarieclaire.globo.com/Marieclaire/0,6993,EML885696-17...

Obrigado Caudie, acho que Deus me preparou para este acontecimento pois antes tive sonhos onde ele me pediu para ler os salmos da bíblia, desde pequeno que sou diferente espiritualmente de todos da minha família que é católica(respeito todas), começei a ter visões muito cedo com 8 anos e por isso me interessei em ler os livros de Allan Kardec e Chico Xavier para entender o que estava acontecendo comigo, conversava bastante com meu filho desde ele pequeno sobre este assunto pois ele apesar de ter um pouco de receio se interessava também e eu procurava sempre orientá-lo dentro do possível pois aprendemos todos os dias.

Não estou com ódio de ninguém, tenho muita pena de quem fêz isso com meu filho, porque sei que ele vai ter que prestar contas dos seus atos um dia, o que importa é o amor que tenho pelos meus filhos(Daniel e Díocles) vou sempre procurar fazer o melhor para os dois com Deus sempre em nossos corações.

Oro todos os dias para todos, encarnados, desencarnados, familiares e amigos pedindo sempre que Deus os dê muita paz, conforto, orientação e muito amor para que possam seguir em sua evolução espiritual.

Estou em paz com a vida, pois com Deus não existe obstáculos que não possam ser superados.

Peço a Deus para me conduzir e guiar ao longo de toda minha vida, dia após dia.

Obrigado e muita " PAZ ".

Responder à discussão

RSS

© 2022   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!