VEREADORA Morta no RIO ! Os Espíritos INFERIORES participam dessas ações das SOMBRAS ?

Marielle Franco foi a quinta vereadora mais votada do Rio (Foto: Reprodução Facebook Oficial)

VEREADORA Morta no RIO ! Os Espíritos INFERIORES participam dessas ações das SOMBRAS ?

Deixe aqui sua opinião !

Tags: !, ?, Espíritos, INFERIORES, Morta, Os, RIO, SOMBRAS, VEREADORA, ações, Mais...das, dessas, no, participam

Exibições: 3415

Responder esta

Respostas a este tópico

Corretas as suas observações, amigo Carlos Henrique.
É preciso considerar também que a proposta da discussão é sobre a possível participação de Espíritos inferiores nos acontecimentos relatados.
Infelizmente alguns companheiros, como você percebeu, partiram para a exumação da vida pessoal da vereadora assassinada, tecendo considerações descaridosas a respeito dela.
"Precisamos olhar primeiro à nos mesmos e tentar nos corrigir antes de julgar os outros". PERFEITO!
Um forte abraço e votos de muita paz.

O que vcs queriam? Uma pessoa que tem como ideologia política o aborto, a liberação das drogas, a perseguição à Polícia, contra a intervenção federal, etc, queria que estive cercada de espíritos superiores? O nosso pensamento e o comportamento já dizem que quem nos acompanha? Pergunta meio sem nexo? Deus nos deu o livre arbítrio, o que aconteceu com ela foi resultado das escolhas dela. A situação é muito mais séria do que vocês pensam. Está na hora de separar o joio do trigo.

Ver tanta gente que diz ter estudado a doutrina espirita tão libertadora,

fazendo papel de Juiz e as vezes de machado da morte me entristece demais...

Não é o espiritismo chamado de "o Consolador" 

É Ju. O Espiritismo é o Consolador. Entender isso e viver de acordo com os ensinos do Espirito da Verdade é coisa para poucos... bem poucos infelizmente. Abraço!

Ju Pinheiro disse:

Ver tanta gente que diz ter estudado a doutrina espirita tão libertadora,

fazendo papel de Juiz e as vezes de machado da morte me entristece demais...

Não é o espiritismo chamado de "o Consolador" 

A ignorância está em todo lugar, fato é ler alguns comentários aqui descritos.

Ela não desencarnou em vão, batalhou a boa batalha, e desencadeou um sentimento de solidariedade e que a bandeira não pode baixar! Virão outras pessoas que vão continuar na mesma linha dela...

Quando perguntam se sou a favor do aborto digo que sim e o estrondo é tremendo até eu explicar:

Sim, sou a favor do aborto quando as estatísticas apontam uma grande quantia de mulheres pobres mortas por intervenções amadoras e até pelas próprias! Isso está matando vidas e vidas em dobro!

Sou a favor do aborto! Que o acolhimento seja feito dessa mulher, que seja apresentado para ela, que ela não está sozinha, que existem programas nos quais ela pode ser inserida e seguir adiante a gestação. São investimentos fortes nessa área de assistente social (inserção social), psicólogos (cuidar da mente), pedagogos (cuidar de uma futura educação, mostrar caminhos), obstetras e etc.. Se ainda assim, a mesma não quiser de jeito nenhum criar essa criança, será apresentado para ela o outro lado da moeda, casais que não podem ter filhos e que dará um futuro para esse ser que não pode se defender, se ainda assim, ela permanecer na mesma decisão, aí dei todas as oportunidades e investimentos e não terá outra alternativa e fazer com que seu desejo siga adiante. Ainda assim digo com toda certeza que a quantia de abortos seria quase zero se fosse feito investimentos!!! ahhh mas isso daria muito trabalho!!! Trabalho de formiguinha...

Pergunto sempre ao final... E aí sou a favor do aborto???

A leitura do silêncio nos olhos dos questionados é enfática! Não até por que sou espírita, né? rs


Corretíssima a sua postura e os seus esclarecimentos Michelle. Acredito que a maioria das pessoas que afirmam serem contrárias ao aborto não conhecem os detalhes de cada caso e, menos ainda, as soluções por você elencadas. A vereadora assassinada, provávelmente, seguia essa linha de raciocino e de atitudes. Infelizmente, a desinformação ou ignorância como você disse, deve ser a causa de certas manifestações equivocadas. Um forte abraço e votos de muita paz.

Michelle Rocha disse:

A ignorância está em todo lugar, fato é ler alguns comentários aqui descritos.

Ela não desencarnou em vão, batalhou a boa batalha, e desencadeou um sentimento de solidariedade e que a bandeira não pode baixar! Virão outras pessoas que vão continuar na mesma linha dela...

Quando perguntam se sou a favor do aborto digo que sim e o estrondo é tremendo até eu explicar:

Sim, sou a favor do aborto quando as estatísticas apontam uma grande quantia de mulheres pobres mortas por intervenções amadoras e até pelas próprias! Isso está matando vidas e vidas em dobro!

Sou a favor do aborto! Que o acolhimento seja feito dessa mulher, que seja apresentado para ela, que ela não está sozinha, que existem programas nos quais ela pode ser inserida e seguir adiante a gestação. São investimentos fortes nessa área de assistente social (inserção social), psicólogos (cuidar da mente), pedagogos (cuidar de uma futura educação, mostrar caminhos), obstetras e etc.. Se ainda assim, a mesma não quiser de jeito nenhum criar essa criança, será apresentado para ela o outro lado da moeda, casais que não podem ter filhos e que dará um futuro para esse ser que não pode se defender, se ainda assim, ela permanecer na mesma decisão, aí dei todas as oportunidades e investimentos e não terá outra alternativa e fazer com que seu desejo siga adiante. Ainda assim digo com toda certeza que a quantia de abortos seria quase zero se fosse feito investimentos!!! ahhh mas isso daria muito trabalho!!! Trabalho de formiguinha...

Pergunto sempre ao final... E aí sou a favor do aborto???

A leitura do silêncio nos olhos dos questionados é enfática! Não até por que sou espírita, né? rs

Não concordo com sua opinião. Como espírita, deveria levar em consideração que a semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória. Do ponto de vista moral, é até possivel, sob certos aspectos, aceitar o aborto,  como nos casos de anencefalia, risco de vida para a genitora, má formação do feto e, talvez, em consequência de um estrupo, dependendo do livre arbítrio da vítima. Mas, nunca por pragmatismo de qualquer espécie, ainda que a prole venha a representar luta material.

Sexo deve ser praticado com consciência de responsabilidade e não somente como  necessidade prazerosa ou fisiológica. Se, apesar dos cuidados, a gravidez torna-se uma surpresa, o dever é assumir a responsabilidade. Não se pode cortar o fio de uma vida em gestação sem interferir na ordem do universo, pois toda gestação, em última instância, visa à evolução da  Vida.

O ser humano deve se tornar consciente à luz dos conhecimentos metafísicos ou, se não for possível, deve respeitar os preceitos morais contidos nos ensinamentos dos grandes Mestres de Sabedoria. Não pode tergiversar, isto é, tentar mudar a Lei, o sétimo aspecto da Manifestação Divina, que regular o Carma.

Quando um óvulo é fecundado, forma-se um poderoso vórtice uterino, de rotação sinistrógira, que, conforme a evolução dos pais, projeta a sua boca ao nível dos subplanos mais baixos do Plano Astral ou irromper até níveis mais elevados, onde é captado por entidades mais evoluídas.

De acordo com a lei energética, para que haja perfeita conexão, a entidade reencarnante, consciente ou inconscientemente, liga-se ao vórtice uterino pelo potencial mais baixos do seu cúmulo egóico perspirítico, que é de rotação destrógira. Gradativamente, à medida que o processo de gestação evolui, vai consumindo mais energia e absorvendo as seções de maior potencial do cúmulo egóico. As duas últimas seções, as de maior potencial, empregadas precipuamente no desenvolvimento do sistema cérebro-espinal, só serão totalmente absorvidas após o sétimo ano da reencarnação.

Quando, por qualquer motivo, a gestação é interrompida logo nos primeiros meses, o vórtice reencarnatório perde as suas seções inferiores, mas não se desfaz, seguindo  instintivamente, guiado pela lei energética, na tentativa de continuação do processo reencarnatório. Mutilado e livre no astral inferior, quando tem sucesso, dá origem às síndromes da Down e a outros transtornos de etiologia obscura.

À luz de conhecimentos metafísicos, a gravidez, como acontece atualmente com o fenômeno da transição chamada 'morte', deveria ser melhor estudada. Para que certas idéias excessivamente liberais não se tornem ideações criminosas. Se morrem muitas mulheres morrem nas tentativas de interromper a gravidez, não é culpa da sociedade, mas da falta de instrução pertinente e de religiosidade.

É absolutamente irrazoável que a sociedade, à pretexto de evitar essas falências, deva financiar o aborto, que, sob o ponto de vista moral e espiritual é crime. O Espiritismo não sanciona tal idéia.



Michelle Rocha disse:

A ignorância está em todo lugar, fato é ler alguns comentários aqui descritos.

Ela não desencarnou em vão, batalhou a boa batalha, e desencadeou um sentimento de solidariedade e que a bandeira não pode baixar! Virão outras pessoas que vão continuar na mesma linha dela...

Quando perguntam se sou a favor do aborto digo que sim e o estrondo é tremendo até eu explicar:

Sim, sou a favor do aborto quando as estatísticas apontam uma grande quantia de mulheres pobres mortas por intervenções amadoras e até pelas próprias! Isso está matando vidas e vidas em dobro!

Sou a favor do aborto! Que o acolhimento seja feito dessa mulher, que seja apresentado para ela, que ela não está sozinha, que existem programas nos quais ela pode ser inserida e seguir adiante a gestação. São investimentos fortes nessa área de assistente social (inserção social), psicólogos (cuidar da mente), pedagogos (cuidar de uma futura educação, mostrar caminhos), obstetras e etc.. Se ainda assim, a mesma não quiser de jeito nenhum criar essa criança, será apresentado para ela o outro lado da moeda, casais que não podem ter filhos e que dará um futuro para esse ser que não pode se defender, se ainda assim, ela permanecer na mesma decisão, aí dei todas as oportunidades e investimentos e não terá outra alternativa e fazer com que seu desejo siga adiante. Ainda assim digo com toda certeza que a quantia de abortos seria quase zero se fosse feito investimentos!!! ahhh mas isso daria muito trabalho!!! Trabalho de formiguinha...

Pergunto sempre ao final... E aí sou a favor do aborto???

A leitura do silêncio nos olhos dos questionados é enfática! Não até por que sou espírita, né? rs

Deus que é infinitamente justo, não se agrada de injustiça.
Sabemos que a Lei de Causa e Efeito, leva alguns a se encontrarem em condições inferiores, sejam condições de cunho material ou espiritual.

Defender os menos favorecidos (em termos materiais), no sentido de evitar que sejam punidos por seus atos não significa fazer justiça.

Estamos em um Mundo de Provas e Expiações. Pensemos nisso para não impedirmos o crescimento espiritual dos "menos favorecidos".

roodney h s padua disse:

A que doutrina você segue, pare de escrever absurdos....que reflexão rasa, são esses argumentos construidos de forma falaciosa que vc aprendeu????

Ela defendia a vida, a dignidade dos menos favorecidos, aliás o que você faz para ajudar alguém , além de escrever besteiras

Louvável o seu discernimento, Emíilia! Sem contar que a indigitada ex-vereadora também não era exemplo a ser seguido em sua conduta sexual. 

Emilia Oliveira disse:

Defendia bandidos, traficantes, aborto, tudo o que há de ruim... atraiu os piores espíritos inferiores. Somos o que fazemos e pensamos... que seja julgada por Deus

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!