Escuto por ai em meio espirita e espiritualista que;

Quase todos nós ao deixarmos o corpo físico, com o rompimento do cordão de prata;

Passaremos pelo menos um pequeno tempo no umbral e alguns, muito tempo.

 

Tenho informações de que trabalhadores moralmente mais desenvolvidos como o Querido Chico Xavier, devido a sua vida mais regrada e ao desapego material não passariam. Que seriam esses trabalhadores - poucos -  que fugiriam da ''''regra'''' de passar pelo Umbral.

 

 

Vamos - a maioria de nós - para o umbral? (pós morte)

 

"O bem que praticares em algum lugar é teu advogado em toda parte." 
Francisco Cândido Xavier

 


Tags: Umbral

Exibições: 957

Responder esta

Respostas a este tópico

Primeiro, temos de lembrar que o conceito de umbral é, primariamente, a pedra de passagem da porta. Aquela pedra de mármore que colocamos no portal de uma casa, ficando diretamente abaixo da porta quando a mesma está fechada.

Se pensarmos nesse conceito, umbral é uma região de passagem onde podemos estacionar ou não.

Vamos pensar na roleta do metrô ou de um trem. Se eu não tiver o bilhete, se eu tiver de achar o dinheiro e pagar, se eu nem tiver como pagar, eu vou estacionar na roleta e demorar o tempo que precisar. Mas, tendo o bilhete em mãos e nenhum outro impedimento, a gente lembra da viagem inteira, mas nem lembra do momento de passar pela roleta.

Penso que o Chico e outros se abençoaram de tal forma que a roleta virou sozinha, a porta estava aberta e eles estavam tão leves que nem notaram o portal atravessado.

Mas se dissermos que o Chico nem sequer atravessou o umbral, seria dizer ou que o umbral não envolve toda a Terra ou que o Chico desapareceu aqui e reapareceu lá.

Abração.

 

Penso que assim comos vimos no filme " Nosso Lar", nós criamos o nosso umbral.André Luis, que nem pensava em Deus,quando pediu ajuda foi socorrido.E quando vacilou nos pensamentos e vibrações,voltou para o seu umbral.Mas saiu rapidinho pois já não tinha necessidade de criar aquele ambiente.

UMBRAL – É uma região espiritual que começa na crosta terrestre na qual se concentra tudo o que não tenha finalidade para a vida superior. É a região para esgotamento de resíduos mentais ; uma zona purgatorial, os Espíritos aí confinados julgam-se injustiçados e sentem-se desesperançados por não terem encontrado na Vida Maior aquilo que suas crenças religiosas divulgaram.

LÍSIAS no livro NOSSO LAR de FCX A Luiz(Esp.) diz que no Umbral encontram-se "legiões compactas de almas irresolutas e ignorantes, que não são suficientemente perversas para serem enviadas à colônia de reparação mais dolorosa, nem bastante nobres para serem conduzidas a planos de elevação" É uma região semitrevosa habitada por Espíritos consciencialmente culpados de erros diversos conta as Leis Divinas

A doutrina espírita explica que não existe nem céu e nem inferno. E justamente por Deus ser infinitamente bom, não condena ninguém ao sofrimento. O que acontece é a chamada lei de sintonia. Ou seja, partindo do pressuposto que todos somos espíritos, nossa maneira de pensar e agir faz com que busquemos estar em ambientes que nos são agradáveis e companhias idem. Ou seja, locais compatíveis com o nosso "estilo" de pensar e de agir. Assim, a melhor forma de saber pra onde vc vai, é saber como você é hoje. Existem infinitas dimensões de existência e ninguém vira espírito de luz e foge do planeta de uma hora para outra. Se somos seres humanos é porque tá todo mundo num mesmo barco, com pequenas diferenças "evolucionais". Assim se hoje você é uma pessoa feliz e que tem defeitos mas que quer se melhorar, certamente, "do outro lado" encontrará seres afins, com as mesmas idéias e gostará de viver com eles. Se você é uma pessoa que cultiva a raiva e brigas, vai achar parceiros afins do outro lado e assim sucessivamente.É só o meu ponto de vista.Eu preciso estudar mais e obter maiores esclarecimentos com quem já está na estrada muito mais tempo!

Um abraço! Obs: Gostei muito do tópico, fiquei motivada a buscar maior entendimento.

Olá compamheiro Fabio e demais irmãos! Uma excelente "dica" é ler o livro 'VOLTEI' autoria do Espírito Jacob e psicografia do Chico Xavier, editora FEB. Ali há o relato detalhado da desencarnação do irmão Jacob, que fora dirigente espírita enquanto encarnado, bem como sua viagem ao Mundo Maior juntamente com um grupo de aproximadamente 20 pessoas também recentemente desencarnadas, todos de evolução espiritual mediana. Destaque especial para uma senhora idosa que fora professora na Terra. O grupo de Espíritos é amparado pelo Dr. Bezerra de Menezes. Há um momento de grande suspense durante a travessia da região umbralina. Um dos integrantes do grupo quase fica "enroscado". Não vou contar mais para não estragar o prazer da leitura de vocês.

Em tempo:  Estou com 68 anos de idade, a hora da minha partida já não vem muito longe. Se alguém tiver interesse em saber como foi a minha experiência após a desencarnação, me mande o endereço do seu Centro Espírita que me comprometo em mandar um relatório.  Abraços e  beijos nos corações de todos.

Olá, Fabinho.

Olha, amigo, como consideração pessoal, acho que o umbral não deve ser encarado de maneira tão "dantesca" como o pintamos. Na verdade, acho que é apenas uma estação onde passamos por uma "faxina terapêutica" a fim de podermos caminhar para regiões com as quais temos ligações de afinidade, ou para postos de tratamento e estudo.

Sabe, é meio como auqeles cientistas que usam uma roupa especial para entrar em contato com material radioativo, e após a exposição, têm que tirar a roupa e passar por uma criteriosa "descontaminação" para retornar ao convívio com as outras pessoas.Entende o que quero dizer? O tempo de nossa "descontaminação" vai depender de quanto lixo tóxico (maus pensamentos, egoísmo, falta de amor, materialismo exacerbado...) nós agregamos ao nosso perispírito ao longo da vida. Em casoso como o Chico, sua vida era tão regrada e voltada ao serviço p/ o próximo, que pouco havia a depurar.

Deu pra entender??Um bjão!

Oi Adão,

Esse livro parece bem legal! Bem o meu tipo de leitura. Vou procurar na biblioteca da minha casa espirita! :)

Estou entendendo essa questão de passar e quase ficar enrroscado!

 

Querido amigo Adão, mesmo com 68 anos, já não tendo um corpo jovem.... percebo em você uma lucidez daquelas. Outra vez que falei contigo, foi de grande valia. Até repassei suas palavras aqui para o meu grupo de mocidade. Entendo que pela sua lucidez e palavras carinhosas, sorte do plano(fisico ou extrafisico) que tiver a sua presença. Mas creio que você deve chegar talvez aos 78 ou quem sabe aos 88 para mais... aqui encarnado. So Deus sabe quando né? Agora que eu estou conhecendo-o não acho interessante que se vá. rs

De qualquer forma, se estiver falando serio quanto ao endereço para enviar o relatorio...acho a ideia legal! :)

 

Um abração Amigão!

Estou entendendo sim, querida Clô.

 

Eu tenho mais ou menos uma noção disso. Esse lance de quanto lixo toxico agregamos a nosso perispirito.

 

Mas querida, me diga uma coisa: Se estivermos com muito lixo toxico,lixo dos pesados, pesadissimos...então podemos imaginar a possibilidade de um umbral ''dantesco'' como vemos em muitas literaturas por ai..???

Penso que muitas vezes essa ''descontaminação'' pode ser bem longa e dolorosa! Vejo que algumas pessoas desencarnam num grau de maldade e baixa vibração que o umbral deles talvez seja inimaginável para mim...

 

Mas entendo como ''estação'' de ''faxina'' sim...

 

Ahaa..Chico é O CARA né? Chico era amor quase que puro...

 

Bjão querida!

Ótimo seu exemplo com explicação.

Você Amigo Inacio praticamente ''desenhou''. Quero dizer, pude ''mentalizar'' a questão de ter que passar, ter o bilhete ...ou estacionar na roleta...

Como uma passagem obrigatória a todos mas....alguns como Chico Xavier....passam apenas por ...ser passagem... e quando param e para prestar socorro...

 

Muito boa suas palavras!

 

Grato!

Abração.

Marcia Lima, esse lance de afinidade é bem logico.

Mas no caso de uma ''afinidade'' imposta....por influencia ou repetição. 

Encontrar seres afins é tipo uma regra? Será que não existe pessoas que são vitimas? Fracas e influenciadas...sem poder de escolha, presas dentro de pensamentos que podem muito bem não ser delas?

Não poderíamos encontrar alguma exceção a isso?

 

Beijos

Vejo que, em casos de "peso excessivo", a purgação é proporcional ao nosso estágio...nós fazemos nosso próprio inferno...Até mesmo do outro lado, temos o´"pós-vida" que plantamos, que atraímos...

A Lei é justa; a cada um de acordo com suas obras (no bem e no mal)...

Além disso, em casos de muito material tóxico agregado ao perispírito, é necessário reencarnações compulsórias em que o espírito vem para drenar na carne (através de expiações dolorosas) parte dessa energia deletéria...

Bjoquinhas...

Fábio, eu particulamente acho que não existe vítimas,

como disse a Claudie: A lei é justa, cada um conforme as suas obras...o que fez, buscou e plantou.

Creio que a exceção,fazemos ao utilizar do livre arbítrio e ouvirmos os conselhos e aceitamos a ajuda do nosso espírito protetor quando nos sentimos fracos e influenciados,pois Deus na sua justiça não nos deixa só a mercê dos pensamentos e influências dos outros. Basta buscarmos ajuda.

Támbém nao creio em afinidade imposta, nosso espírito se harmoniza ou não,nossa moral espírita faz com que tenhamos afinidades ou não. Acredito que "semelhante atrai semelhante" Por isso acho que ao passar pelo umbral, encontramos espíritos na mesma situação que a nossa. O tempo de estadia dependerá do tamanho da nossa  plantação, e do nosso entendimento e arrependimento.Tenho essa visão,mas sei que preciso estudar mais e buscar esclarecimentos...Afinal o que sabemos realmente né? Estou aprendendo muito com as opiniões postadas! Obrigada pela oportunidade! bjs!

Meu queridinho Fabinho e amigos,

Adorei todos os comentários, tenho pouco a acrescentar...!

Penso que atravessar "o portal da mente" é o mais difícil de todos. Esse convite faz parte de todo processo de desencarne. É o encontro do ontem com o hoje, do que foi feito e o que não foi alcançado e, isso causa, dores e uma grande perturbação. Muitos seres se perdem no panorama mental justamente neste ponto.   Muitas vezes não conseguimos lidar com o lixo tóxico mental e isso abre as portas para a obsessão e umas estadias ("agradáveis") em zonas umbralinas.  Alguns espíritos encarnados, durante o sono do corpo físico, visitam constantemente as zonas umbralinas. São as faixas mentais que transitamos. E quando desencarnamos "procuramos" ou sofremos o empuxo de nossa afinidade mental. Lembrando que nem todo espírito "sofre" nas zonas umbralinas. Alguns se "sentem" em casa..

Para alguns espíritos em fase de renovação, a lembrança de algumas "temporadas" no vazio profundo faz com que a simples menção do umbral provoque um grande incomodo no espírito. Isso quer dizer que estamos preocupados com o "compromisso' que assumimos ao reencarnar e estamos "dando bobeira". O tempo urge e a Sapucaí é grande....

 

 

Clô, me lembrei das baratas............bléééé.....!!!!

 

Querido Fabinho, um pouco de descontração, a minha querida torcida rubro negra do meu querido mengão é o retrato do umbral....rsrsrsrsrs!!!!!

 

Beijocas

Marta, concordo rsrsrsrsr ! A nossa torcida realmente é o retrato,quadro,xerox...do umbral!!!! rsrsrrsrsrsr

adorei!!!! bjs!

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!