A Terra é uma oficina de trabalho para os que desenvolvem atividades edificantes, em favor da própria renovação; um hospital para os que corrigem desajustes nascidos de viciações pretéritas; uma prisão, em expiação dolorosa, para os que resgatam débitos relacionados com crimes cometidos em existências anteriores; uma escola para os que já compreendem que a vida não é mero acidente biológico, nem a existência humana uma simples jornada recreativa; mas não é o nosso lar.

Este está no plano espiritual, onde podemos viver em plenitude, sem as limitações impostas pelo corpo carnal.

Compreensível, pois, que nos preparemos, superando temores e dúvidas, inquietações e enganos, a fim de que, ao chegar nossa hora, estejamos habilitados a um retorno equilibrado e feliz.

Richard Simonetti


Exibições: 235

Responder esta

Respostas a este tópico

Nâo devemos ter medo da morte, esta encerra um ciclo! A morte é o nosso regresso a casa, connosco levamos o bem e o mal praticados durante a nossa estadia na terra. Penso que nâo nos pergunterâo quantas vezes faltamos à missa, mas sim, quantas vezes fomos a um hospital, quantas vezes fomos a uma prisâo, quantas vezes por egoísmo e por comodismo deixamos de ajudar quem de nós precisou. Muito obrigado por estar aqui de novo, um bom dia para todos, graça

Sábias palavras, Maria da Graça !

Nós sabemos que Deus ajuda as criaturas pelas criaturas e todo o Bem que pudermos praticar será uma semente a mais neste planeta de regeneração.

Abraços fraternos

Vi Meirim

não creio que alguém tenha medo da morte, tem-se medo do desconhecido e do sofrimento; para essas questões as religiões e filosofias religiosas trazem um grande conforto quando se fala sobre a justiça divina acalmando os bons e falando da vida eterna trazendo uma resposta ao medo do desconhecido.

a busca pela espiritualização é uma busca pelas verdades eternas que nos impregnam de certezas e tranquilidade nos preparando para a verdadeira vida, a vida espiritual

Prezado  Lincoln De Macêdo,

Nascer, morrer, nascer de novo. Esta é a Lei.

Já morremos muitas vezes, só não temos lembrança disto;

O medo da morte não pode ser, então, comparado ao medo de reencarnar?

O medo do sofrimento e do desconhecido que temos ao partir para a Espiritualidade são. em última análise, os mesmo que sentimos quando é chegada a nossa hora de voltar a gleba terrestre. Da mesma forma, não temos ainda certeza do que nos espera no processo reencarnatório. Ou não?

Abraços fraternos

Vi Meirim

Vendo uma reportagem sobre Chico Anisio, quando ele faleceu, a frase dita por ele sobre a morte, define o que penso:

"Não tenho medo da morte. Tenho medo de morrer e descobrir que não cumpri a minha missão."

Abrços fraterno.

Não tenho medo da morte, mas morro de medo da vida. Porque nunca sei o que me espera adiante

Prezados irmãos,

Cada comentário aqui é mais uma luz que se acende e me ajuda nos meus questionamentos e entendimento da Doutrina e do conhecimento do ser humano.

Tudo o que é escrito aqui contribui muito para o meu crescimento pessoal.

Obrigada a todos

Abraços fraternos

Vi Meirim

Não tenho medo da morte, pois não morremos e sim nosso corpo; Agora na questão em que se refere as nossas dívidas, devemos pagá-las sem medo quando desencarnarmos.

Só acho errado praticarmos o bem já pensando no retorno futuro que pode nos beneficia, praticar o bem antes de mais nada é nosso DEVER.

Concordo com você, Leandro. A prática do BEM é uma obrigação moral.

Abraços fraternos

Vi Meirim

Concordo plenamente. Praticar o bem esperando retorno não é caridade.

Quanto ao medo da morte, eu como ser humano feito de carne e osso, tenho medo da distância

dos meus entes amados, principalmente das minhas filhas. Tenho consciência de que cada um tem sua história e sua hora, mas confesso que preciso praticar o desapego.

Muita luz.

Olá! Posso discordar um bocadinho? Nâo penso que pratiquemos o bem, pensando em termos de uma vida futura, ou com medo de sermos castigados, praticamos o bem, porque a isso a nossas consciência obriga, praticamos o bem porque o nosso coraçâo ama, praticamos o bem porque felizmente, somos espíritos de luz, praticamos o bem porque é o nosso karma e, muito provavelmente, é para o praticarmos que nos encontramos neste planeta. Quem pratica o mal, nem sequer pensa ou está preocupado com posteriores castigos, porque esses, nâo têem amor dentro deles e, nâo se pode dar o que se nâo tem! O bem e o mal existem, há uma guerra constante, mas, no final, o bem ganhará!!Beijinho, graça

Sei disso td,mas temo mesmo assim.Tenho medo de não conseguir melhorar em td que preciso,medo das coisas que fiz antes de ter esta nova consciência!!Hhahaha ,tenho horror ao umbral!! Devo ter passado algum tempo lá e não quero voltar,acho ele cruel de mais!!

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!