Caros Irmãos e Irmãs!

Adiciono o tema sobre Viagem Astral ou se quiserem "Desdobramento do Espírito" para que possamos discutir sobre as verdades e os mitos que envolvem este assunto tão controverso.

Paz Profunda! 

Exibições: 1488

Responder esta

Respostas a este tópico

tenho 29 anos Fabio, e estudo o kardecismo desde os 12

porém parei de desenvolver minha mediunidade a 10 anos atras...e hj não consigo mais frequentar um grupo mediunico ,pois não estou querendo ser superior a ninguém é que eu me sinto um peixe fora dagua ..como se voltasse aos tempos de colegio aprendendo coisas que ja aprendi...e as pessoas interpretam mal isto.

além de desdobramentos quando estou pegando no sono escuto vozes de diversas pessoas...sei que preciso equilibrar tudo isso ...hj eu pratico yoga e varias filosofias me despertam interesse como a teosofia

Bom Mariana..

Eu quando pequeno procurei o espiritismo pelo lado mediúnico e tive MUITOS problemas. Eu tinha 15 anos e lembro-me que desde os 4 ou 5 ''sentia'' entre as plantas do jardim...uma presença espiritual. Achava eu e outros diziam também que isso era tipico de quem devia desenvolver mediunidade. Procurei esse caminho e não foi bom. 

Ano passado(já contando outra estoria) um amigo que já é do kardecismo a mais de 30 anos e faz o tipo ''sei o livro a genese de cor'' entrou no grupo e logo de cara destoou. Ele sabia tudo de mediunidade e só. Mas o grupo que ele acabava de ingressar oferecia reforma intima. Ele não aceitou e continuou achando que o equilíbrio para a vida dele estava na continuação do desenvolvimento mediúnico.

Essa questão faz brilhar os olhos dos espiritas e espiritualistas no geral A tendencia das pessoas é mistificar, achar que tem que fechar ou abrir um canal usando uma tecnica

Bom, passado um ano que esse amigo foi embora, retornou e me disse: '' Fabio, naquele ano, naquele momento que vc me viu eu não estava preparado para a reforma intima, sou da antiga escola do espiritismo onde o desenvolvimento mediunico era a questão''....''desde aquele tempo que vim um aula comecei a reestudar a codificação e percebi que -de fato- o que eu preciso e de reforma intima.''....

...''A codificação deixa bem claro que a questão é o desenvolvimento moral''...

Penso que Yoga, teosofia, espiritismo, apometria ssão grandes auxiliares. Mas uma pessoa já adjunta de tudo isso deveria pesquisar o campo do desenvolvimento moral paralelamente com mais enfase, pois somos imperfeito e quem nega isso, ao meu ver, e que mais precisa.

Então minha querida, recomendo estudos de reforma intima. Trabalhar o orgulho, egoismo, interesse pessoal que todos temos e vamos ter por muitas vidas adiante.

O que vc acha?

:)

Ps. Adicionei a ti.

Por favor não em entenda mal, eu não quis dizer que sei tudo ...muito pelo contrário , o caminho da evolução é longo,tudo que aprendemos nessa existencia será util á poxima e consequentemente..o que quis dizer é que os grupos espiritas que frequento não me acrescentam nada do que eu já tenha visto antes ...comecei com grupo de jovens adolescente...e eu sinto que preciso de outras coisas pra despertar...o que quis dizer é que aprendo liçoes de mediunidade que já vi antes...e sim tem toda a razão o desenvolvimento moral é precioso muito mais precioso do que todo e qualquer conhecimento cientifico e filosofico...

Devemos trabalhar a presunção,o orgulho e o egoismo e nos libertamos desse mundo caótico de expiação,

Oi Mariana,

Poxa, então me desculpe se te entendi mal. Percebo então que estamos falando da mesma coisa, digo, com mesmo foco. E que eu entendi errado...fui achando as coisas e rsrsrsrsrsrsr, me perdoe! :)

Eu praticamente estou tentando ensinar padre a rezar..rsrsrsrs

O novo em estudos aqui (pelo menos nessa vida) sou eu. Mas sempre que posso encaminhar um amigo/irmão para o estudo de si mesmo e da propria natureza em reforma intima, recomendo. Para mim fez e tem feito grande diferença. Mudança lá dentro, coisa seria. 

A questão mediunica eu gostaria de estudar mas, não da certo. Sei que aqui dentro da minha cabeça há pensamentos que eu não consigo controlar e quando juntei isso com desenvolvimento mediunico, não deu certo.

Querida, fica com Deus e nos falamos por mensagem também!

Bye

Olá Amigos, estou chegando agora.

Desde de crianças faço viagens astrais. Estou procurando estudar o tema a fundo.

O que eu já aprendi é:

1ª - Ao invés de tentar se mexer, deve-se relaxar, ficar tranquilo, assim a projeção é finalizada e o espírito volita.

2ª - Em regra, o desprendimento ocorre durante o chamado estado REM. Nesse estado o corpo físico é "desligado". Um exercício muito comum é vc ligar o despertador para cerca de 2 horas depois da hora que foi dormir. Aí você acorda, desliga o despertador e volta a dormir tentando manter a consciencia. Todo seu organismo está preparado para "desligar", facilitando a projeção.

3ª - Deve-se fazer isso com fins nobres. Em regra os espíritos evoluídos precisam dos espíritos encarnados para prestar socorro e se fazerem presentes para espíritos mais inferiores. Deve-se pedir a proteção do espírito guia.

4ª - Na mesa mediunica, quem controla esta mediunidade é muito útil. Os espíritos utilizam do medium para buscar os espíritos que precisam de socorro ou ser doutrinados. As possibilidades são infinitas!

Olá amigos também estou chegando agora.
FAÇO OS ESTUDOS codificado por Allan Kardec.
Mas o meu motivo da entrada para este grupo, e a preocupação com um amigo.
Ele é iniciante do estudo da Doutrina Espírita.
Mas é louco de vontade fazer desdobramento para poder ajudar os espíritos sofredores.
Acontece que ele não nenhuma preparação para isto.
Ele comentou comigo que esses dias na hora de dormir acabou mentalizando o vale dos suicidas, e acabou chegando lá, a experiência foi horrível !!! Ele ficou completamente apavorado com a sensação que ele sentiu.Eu e outra amiga que faz estudo junto comigo dissemos a ele para parar com isso.Que primeiro ele precisa buscar aprendizado, que não basta a gente querer, que as coisas tem que acontecerem na hora certa.
Gostaria de saber o que vcs acham de tudo isso.
Eu segundo meus conhecimentos , não podemos forçar a barra em nada, devemos orar com muita fé em Deus, e se tiver que vir vira automaticamente.
Desde já os agradeço Abraços fraternos.

Cecília, incursões no astral inferior sem a devida preparação ou acompanhamento idôneo é altamente desaconselhável, pois essa região é dominada por tenebrosas formas de energia e seres cruéis que nelas se comprazem. Os infelizes que após a morte ali encontram correspondência eletiva, apenas seguem a lei de causa e efeito, e, ainda que nos cause pesar dizer isso, precisam dessa experiência para não voltarem a cair nos mesmos erros.

O umbral é uma necessidade dolorosa para as almas equivocadas da vida terrena e uma região consonante com as mentes sombrias que o povoam. Há, por exemplo, sítios tenebrosos e infernos semelhantes a paraísos tropicais. Olhos bem treinados, porém, percebem que se tratam de regiões purgatoriais.

Não podemos eliminar os sofrimentos do umbral simplesmente pela compaixão. Ali prevalecem as mais vís paixões e o império da força e da iniquidade. Lágrimas de compaixão são provas de fraqueza e a demonstração ostensiva de sentimentos de bondade produzem efeito inverso ao que têm nas regiões mais superiores.

Portanto, é preciso ter cuidado. Até o colocar o pensamento nessa região antes do tempo não é aconselhável. A imprudencia ou inobservância dessa regra pode acabar numa possessão satânica ou em acerbo sofrimento para um Espírito despreparado, apenas dominado pela boa intenção de auxiliar. Há leis invioláveis. E é preciso aguardar que a natureza faça o seu trabalho. 

Uma pequena luz azul brilha sobre a córtex dos Espíritos arrependidos. Mas, é preciso ter visão astral desenvolvida para vê-la e estar protegido por uma esfera de matéria astral, invisível e intransponível para os Espíritos e alimárias astrais, a fim de poder atuar com segurança. 


CECILIA Moraes disse:

Olá amigos também estou chegando agora.
FAÇO OS ESTUDOS codificado por Allan Kardec.
Mas o meu motivo da entrada para este grupo, e a preocupação com um amigo.
Ele é iniciante do estudo da Doutrina Espírita.
Mas é louco de vontade fazer desdobramento para poder ajudar os espíritos sofredores.
Acontece que ele não nenhuma preparação para isto.
Ele comentou comigo que esses dias na hora de dormir acabou mentalizando o vale dos suicidas, e acabou chegando lá, a experiência foi horrível !!! Ele ficou completamente apavorado com a sensação que ele sentiu.Eu e outra amiga que faz estudo junto comigo dissemos a ele para parar com isso.Que primeiro ele precisa buscar aprendizado, que não basta a gente querer, que as coisas tem que acontecerem na hora certa.
Gostaria de saber o que vcs acham de tudo isso.
Eu segundo meus conhecimentos , não podemos forçar a barra em nada, devemos orar com muita fé em Deus, e se tiver que vir vira automaticamente.
Desde já os agradeço Abraços fraternos.

Pelas minhas experiências pessoais (dezenas), nunca tive qualquer tipo de perigo nos desdobramentos. Aprendi que a mentalização correta e a pureza de intenção (irradiação de amor incondicional) é o "escudo" para nossa segurança.

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!