OS ESPÍRITAS, COMO QUALQUER CIDADÃO, PODEM PARTICIPAR DE MANIFESTAÇÕES DE CARÁTER POLÍTICO ? O QUE ACHAM ?

Já vi muitas opiniões divergentes em relação a este assunto mesmo nas redes sociais.

Uns contra e outros a favor.

O Espírita, trabalhador e simpatizante da Doutrina Espírita, tem direito de opinar sobre suas preferências mesmo nas redes sociais ?

Esta pergunta não tem cunho político a nenhum partido.

Abraço fraterno.

Tags: ?, ACHAM, CARÁTER, CIDADÃO, COMO, DE, ESPÍRITAS, MANIFESTAÇÕES, O, OS, Mais...PARTICIPAR, PODEM, POLÍTICO, QUALQUER, QUE

Exibições: 668

Responder esta

Respostas a este tópico

Com certeza, deve participar do debate político. Muito importante influenciarmos o meio político com nossos conceitos moral, de honestidade, virtude, etc...

Não vejo nada de anormal ou imoral ter opiniões e participar das manifestações politicas. Imoral é participar da imoralidade da corrupção e mau uso dos cargos publicos.

Prezada Patrícia,

Tenho acompanhado com certa apreensão um viés político partidário aqui no blog. E eu e algumas outras pessoas nos manifestamos contra isso e nossos posts foram, inclusive, apagados.

Óbvio que TODOS devem participar da vida política da Nação e devemos sim, tensionar e exigir melhorias, exigir honestidade, exigir retidão de princípios.

Para mim, Espiritismo pressupõe algo bem maior que o que está colocado em nossa política e fazer crer que os personagens dispostos nessa cena possam ser "iluminados", é no mínimo desrespeito com a inteligência dos seguidores do blog pois não há bem intencionados no que estamos vendo em nosso país. Ainda temos um longo caminho a percorrer até que o cenário mude. E quero deixar claro que não sigo partido algum, mas sabe-se que o processo como um todo foge, até mesmo, do ritual convencionado no CPP e no CP (e claro, da Constituição).

Como disse, a discussão DEVE ser feita. Só acho que o Espirit Book não é o local adequado para esse tipo de assunto. E, se os moderadores acreditarem que sim, então, pelo menos, sejam mantidas as respostas contrárias ao pensamento ideológico manifestado. O Espiritismo foi concebido sob um forte apelo democrático (não há nada mais libertário que a Lei do Livre Arbítrio). Não façam desse espaço, tão salutar, um palanque para egos inflados ou para pessoas que solapam os recurso tão abundantes mas geridos de forma tão irresponsável e nefasta como tem acontecido desde sempre em nosso amado país!

Abraço iluminado e cheio de boas vibrações! 

Não só devemos debater como também participar das manifestações , estão acabando com nosso país e ninguém tem a devida coragem de colocar essa corja de bandidos para fora , vou além , prefiro a volta dos militares e novas eleições , somente com fichas limpas !!!

Somos cidadãos e isto implica em responsabilidade e senso crítico, participação efetiva na vida social e política. Porém, percebemos um grande desequilíbrio e falta até de caridade para com os "inimigos" nas redes sociais, por exemplo, quando discussões acaloradas e partidárias, parecem tomar conta de todos! Guardemos o bom senso, em todas as questões, a exemplo de Kardec. Não vamos ser irresponsáveis! Não vai muitos dias, vi uma discussão que colocava o juiz Moro, como uma possível reencarnação do espírito Emmanuel,  o que, no mínimo, é uma atitude nada sóbria e mesmo apelativa! Por favor, isto beira ao ridículo, e, certamente, tais especulações não partiram de espíritas transformados pela Nova Revelação. Sabemos que a questão da corrupção no Brasil é algo muito antigo e cultural. Precisamos, sim, participar da vida política, mas agora é o momento de praticar o Evangelho, guardando a sobriedade no pensar e no falar, orando intensamente, para que não aconteça o pior: uma guerra civil!


Sim, mas "esta corja de bandidos", de todos os partidos, frise-se, são nossos irmãos infelizes, que estão sendo reprovados na prova que vieram realizar. Participemos, dentro da lei e do bom senso, mas como espíritas e como cristãos, roguemos a Misericórdia Divina para todos nós! Não nos esqueçamos, que "o povo tem o governo que merece". Façamos a reforma íntima, e trabalhemos, da forma correta, pelo fim da corrupção, entendendo que estamos em meio à transição planetária, e talvez, também não seremos aprovados! Quem de nós pode se considerar puro, quem de nós pode afirmar que não faria pior?? Portanto, não cruzar os braços, mas lutar sim, com as armas do bem, confiando que Jesus está no leme!
Ricardo de Souza Cunha disse:

Não só devemos debater como também participar das manifestações , estão acabando com nosso país e ninguém tem a devida coragem de colocar essa corja de bandidos para fora , vou além , prefiro a volta dos militares e novas eleições , somente com fichas limpas !!!

Sim, dentro da lei e da ordem, vamos lutar para assegurar a democracia, o estado de direito, sem ferir a constituição. As Forças Armadas, podem ser convocadas para reestabelecer a ordem, desde que não se instale uma ditadura, mas se assegure o processo democrático.

Eni Gonçalves disse:


Sim, mas "esta corja de bandidos", de todos os partidos, frise-se, são nossos irmãos infelizes, que estão sendo reprovados na prova que vieram realizar. Participemos, dentro da lei e do bom senso, mas como espíritas e como cristãos, roguemos a Misericórdia Divina para todos nós! Não nos esqueçamos, que "o povo tem o governo que merece". Façamos a reforma íntima, e trabalhemos, da forma correta, pelo fim da corrupção, entendendo que estamos em meio à transição planetária, e talvez, também não seremos aprovados! Quem de nós pode se considerar puro, quem de nós pode afirmar que não faria pior?? Portanto, não cruzar os braços, mas lutar sim, com as armas do bem, confiando que Jesus está no leme!
Ricardo de Souza Cunha disse:

Não só devemos debater como também participar das manifestações , estão acabando com nosso país e ninguém tem a devida coragem de colocar essa corja de bandidos para fora , vou além , prefiro a volta dos militares e novas eleições , somente com fichas limpas !!!

Não vejo nenhum mal em se juntar ao clamor contra a injustiça e a improbidade. Para mim, a indiferença neste caso não é nenhuma virtude, Não estamos no céu, mas na Terra. E aqui, se o mal não for combatido, asfixia o Bem. O importante é não incitar o ódio.  

Não só pode como deve participar, entretanto, essa participação deve ocorrer dentro dos padrões de educação, respeito às leis, opiniões alheias , bens públicos e privados, sem preconceitos, sectarismos e radicalismo de qualquer espécie. Lembrando que uma participação consciente no processo político implica e requer da pessoa, em qualquer tempo e lugar,  esforço de educação, instrução e principalmente, acesso às informações e nada disso se obtém  sem disciplina e... muito trabalho !!!

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!