Optar por não ter filhos, seria transgressão às leis espirituais de reencarnações futuras ?

Não querer ter filhos, por opção própria, estaria eu transgredindo às leis espirituais, gostaria de saber qual opinião de vocês, pois estou nesse dilema, imagino de que talvez exista a possibilidade de algum espírito estar se preparando para reencarnar e conviver comigo.

Paz e luz.

Tags: ?, Optar, de, espirituais, filhos, futuras, leis, não, por, reencarnações, Mais...seria, ter, transgressão, às

Exibições: 1899

Responder esta

Respostas a este tópico

Acho que se tivesse feito algum acordo com algum espírito acenderia seu desejo de ter filhos. Eu quero, mas não foi possível, terei que me conformar.



Adriane da Silva disse:

Acho que se tivesse feito algum acordo com algum espírito acenderia seu desejo de ter filhos. Eu quero, mas não foi possível, terei que me conformar.

Eu também não pude ter, acho que Deus tem sempre um propósito pra conosco, ou temos alguma pendencia que temos que resolver, referente a filhos. Também queria ter filhos e não consigo, mas não vou tentar desesperadamente como algumas mulheres fazem, deixei nas maos de Deus assim como vc! Um abraço

Boa tarde, Rosane!

Se você inquieta-se com esse tipo de problema, será, talvez, porque em sua consciência identifique uma situação de insolvência espiritual. Todavia, só você mesma pode interpretar os reais motivos que a levam a pensar dessa forma: se por comodismo, instabilidade matrimonial, falta de tempo para se dedicar à maternidade, saúde precária, aversão psicopatológica ou problema econômico-financeiro.

De qualquer forma, sob o ponto de vista moral, considere que é uma questão de livre-arbítrio. Mas, se engravidar inesperadamente, assuma com naturalidade e procure ser tão boa mãe quanto possível.

Sob o ponto de vista espiritual, qualquer que seja a impossibilidade, a Natureza operará no sentido de acúmulo de responsabilidade, reservando-lhe no futuro uma família numerosa, da qual você não conseguirá escapar, mesmo quando a lacuna se dê por causas cármicas. 

Não se apresse, colha todas as informações possíveis, analise-as e, então, coloque em prática o que a sua consciência permitir.

Boa sorte!

Oi Rosane!!! A sua pergunta também é minha dúvida, mas eu não quero ter filhos por opção, eu não tenho esse dom mesmo no meu caso é por comodismo e falta de tempo mesmo, tenho outras tarefas e compromissos futuros que não fazem acender o desejo de ser mãe, eu acho que aconteceu algo em outras reencarnações que nessa vida eu já vim disposta e decidida a não ser mãe, como respondeu e muito bem por sinal uma das respostas abaixo pode ter que eu tenha feito esse acordo no plano espiritual, mas de verdade eu realmente não tenho esse desejo de ser mãe é claro que se vier não vou jogar no lixo irei cuidar, mas pode ter certeza que entrarei em desespero kkkkk, mas é isso por opção mesmo.

Fica tranquila se tiver que ser será caso contrário viva sua vida sem se preocupar com esse assunto se não for do propósito de Deus aproveite e viva intensamente na paz do senhor e dos bons espíritos. 

Um abraço

Irmã, boa noite.

Essa resposta é muito complicada, cada caso é um caso. Vai depender muito do acordo feito antes de sua encarnação. Em várias obras estão disponíveis exemplos de pessoas que não vieram com a missão da maternidade e acabaram sendo mães adotivas por amor, cuidando de creches, orfanatos, ou irmãos mais novos, etc... e outras que vieram com a missão, porém por algum motivo nunca engravidaram e acabaram sendo mães também pela adoção, ou por sobrinhos, etc.

Se for sua missão, no momento certo, a própria espiritualidade providenciara sua maternidade, e caso não seja, somente se você quiser muito e fizer por merecer acontecerá. 

O que posso te dizer, se cuida e confia em Deus, pois a vontade Dele sempre deve ser respeitada.

Obrigada Adriane, pelo comentário, é às vezes queremos e não podemos, eu na verdade nem estou tentando ter filhos, mas meu esposo está me cobrando, a princípio não tenho nada fisicamente que me impeça de engravidar, no entanto sinto um medo, acho que não vou dar conta de ser mãe, pois hoje está tudo tão complicado, violência, mundo das drogas, crianças mau educadas..e por aí vai, n motivos que me levam a optar por não tê-lo.  O que me conforta no seu comentário, que diz, se houvesse algum acordo eu teria o desejo de ser mãe. Obrigada!


Adriane da Silva disse:

Acho que se tivesse feito algum acordo com algum espírito acenderia seu desejo de ter filhos. Eu quero, mas não foi possível, terei que me conformar.

Olá boa tarde, Nizomar, 

O que seria insolvência espiritual, ainda sou leiga no assunto, obrigada,



Nizomar Sampaio Barros disse:

Boa tarde, Rosane!

Se você inquieta-se com esse tipo de problema, será, talvez, porque em sua consciência identifique uma situação de insolvência espiritual. Todavia, só você mesma pode interpretar os reais motivos que a levam a pensar dessa forma: se por comodismo, instabilidade matrimonial, falta de tempo para se dedicar à maternidade, saúde precária, aversão psicopatológica ou problema econômico-financeiro.

De qualquer forma, sob o ponto de vista moral, considere que é uma questão de livre-arbítrio. Mas, se engravidar inesperadamente, assuma com naturalidade e procure ser tão boa mãe quanto possível.

Sob o ponto de vista espiritual, qualquer que seja a impossibilidade, a Natureza operará no sentido de acúmulo de responsabilidade, reservando-lhe no futuro uma família numerosa, da qual você não conseguirá escapar, mesmo quando a lacuna se dê por causas cármicas. 

Não se apresse, colha todas as informações possíveis, analise-as e, então, coloque em prática o que a sua consciência permitir.

Boa sorte!

Curioso, que o fato de adotar uma criança, me desperta interesse e acho louvável essa atitude, até pelo fato de estar ajudando uma criança que não teve o privilegio de ter a presença dos pais para criá-la. Obrigada querida!

Cleide Braga Galvão disse:

Irmã, boa noite.

Essa resposta é muito complicada, cada caso é um caso. Vai depender muito do acordo feito antes de sua encarnação. Em várias obras estão disponíveis exemplos de pessoas que não vieram com a missão da maternidade e acabaram sendo mães adotivas por amor, cuidando de creches, orfanatos, ou irmãos mais novos, etc... e outras que vieram com a missão, porém por algum motivo nunca engravidaram e acabaram sendo mães também pela adoção, ou por sobrinhos, etc.

Se for sua missão, no momento certo, a própria espiritualidade providenciara sua maternidade, e caso não seja, somente se você quiser muito e fizer por merecer acontecerá. 

O que posso te dizer, se cuida e confia em Deus, pois a vontade Dele sempre deve ser respeitada.

Oi Luana!!! Então vejamos, estamos no mesmo barco, sabe o pior é ouvir das pessoas dizendo, "você vai se arrepender por não ter tido filhos futuramente", fico pensando será mesmo, ainda bem que aqui, encontro pessoas bem mais esclarecidas espiritualmente falando, que não vêem desta forma, é muito bom participar desse site. Um abraço!

Luana Franco do nascimento disse:

Oi Rosane!!! A sua pergunta também é minha dúvida, mas eu não quero ter filhos por opção, eu não tenho esse dom mesmo no meu caso é por comodismo e falta de tempo mesmo, tenho outras tarefas e compromissos futuros que não fazem acender o desejo de ser mãe, eu acho que aconteceu algo em outras reencarnações que nessa vida eu já vim disposta e decidida a não ser mãe, como respondeu e muito bem por sinal uma das respostas abaixo pode ter que eu tenha feito esse acordo no plano espiritual, mas de verdade eu realmente não tenho esse desejo de ser mãe é claro que se vier não vou jogar no lixo irei cuidar, mas pode ter certeza que entrarei em desespero kkkkk, mas é isso por opção mesmo.

Fica tranquila se tiver que ser será caso contrário viva sua vida sem se preocupar com esse assunto se não for do propósito de Deus aproveite e viva intensamente na paz do senhor e dos bons espíritos. 

Um abraço

Mas ainda não tenho certeza de nada....não está nada resolvido entende, Osvaldo, mas acredito que tudo será esclarecido, se eu tiver que ser mãe, o serei, senão, mas não serei uma pessoa infeliz caso não seja!
osvaldo vicentini disse:

Entendo que não optando por ter filhos, já caracteriza um entendimento que fizestes antes de reencarnar.

Olá Rosane, boa noite!

Rosane, percebe-se que sua dúvida persiste. Para resolvê-la, ore muito e peça inspiração a Deus. Ore de preferência com suas próprias palavras.

Há muitos fatores a serem considerados. Cada um de nós é um micro universo, com um caminho próprio para atingir o cume da Evolução. Como eu disse, ninguém pode determinar com precisão o que você deve fazer, só você mesma em seu coração.

Leve em consideração que, se nenhuma causa de esterilidade está incapacitando um casal, e como o sexo, objetivamente, visa à reprodução, somente a renúncia por uma causa muito nobre objetivando fins evolutivos, dispensa a mulher da maternidade.

Fique certa de que ninguém faz entendimento diferente disso antes de encarnar. É sempre uma prova espiritual, um desafio que o Espírito tem de enfrentar. Por isso, considere todas as razões. O que fizer tem de ser consciente, pois foi você mesma que determinou essa prova.

Fez bem em se aconselhar, mas pese imparcialmente todos os conselhos. Deixe que sua razão amadureça, principalmente 'não se preocupando com o problema'. Relaxe e espere que o seu Eu Superior, o seu verdadeiro ser, se manifeste. Ele tem a convicção de que você precisa.

Fraternal abraço.

Olá Nizomar, obrigada, vocês já me ajudaram a esclarecer muito em relação a isso!

Abraçoss...


Nizomar Sampaio Barros disse:

Olá Rosane, boa noite!

Rosane, percebe-se que sua dúvida persiste. Para resolvê-la, ore muito e peça inspiração a Deus. Ore de preferência com suas próprias palavras.

Há muitos fatores a serem considerados. Cada um de nós é um micro universo, com um caminho próprio para atingir o cume da Evolução. Como eu disse, ninguém pode determinar com precisão o que você deve fazer, só você mesma em seu coração.

Leve em consideração que, se nenhuma causa de esterilidade está incapacitando um casal, e como o sexo, objetivamente, visa à reprodução, somente a renúncia por uma causa muito nobre objetivando fins evolutivos, dispensa a mulher da maternidade.

Fique certa de que ninguém faz entendimento diferente disso antes de encarnar. É sempre uma prova espiritual, um desafio que o Espírito tem de enfrentar. Por isso, considere todas as razões. O que fizer tem de ser consciente, pois foi você mesma que determinou essa prova.

Fez bem em se aconselhar, mas pese imparcialmente todos os conselhos. Deixe que sua razão amadureça, principalmente 'não se preocupando com o problema'. Relaxe e espere que o seu Eu Superior, o seu verdadeiro ser, se manifeste. Ele tem a convicção de que você precisa.

Fraternal abraço.

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!