O que você acha da americana que decidiu abreviar a vida / sofrimento ?

Morre nos EUA jovem com câncer que planejou seu suicídio assistido

   

Brittany Maynard, a jovem de 29 anos que sofria de um agressivo tipo de câncer no cérebro, e que comoveu os Estados Unidos ao anunciar que marcou seu suicídio assistido para 1º de novembro, morreu, informou neste domingo a ONG 'Compassion & Choices'.

'Com tristeza anunciamos a morte de uma mulher querida e maravilhosa, Brittany Maynard. Ela morreu em paz, em sua cama, rodeada por sua família e entes queridos', disse a organização, que se dedica a assessorar doentes terminais que desejam uma morte digna.

O comunicado explicou que Brittany sofria 'ataques cada vez mais frequentes e mais longos, dores severas de cabeça e de garganta e sintomas semelhantes aos do AVC'.

Ela escolheu usar a 'medicação para ajudá-la a morrer, recebida meses atrás.'

Ela morreu no sábado em sua casa em Portland, no estado do Oregon (EUA), após publicar uma mensagem de despedida no Facebook.

'Adeus a todos meus queridos amigos e à família que amo. Hoje é o dia que escolhi para morrer com dignidade diante de minha doença terminal, este câncer cerebral terrível que me tirou tanto, mas que me teria tirado muito mais', escreveu.

'O mundo é um lugar maravilhoso, viajar foi uma grande lição, meus amigos íntimos e todos os outros são os mais generosos. Inclusive tenho um grupo me apoiando enquanto escrevo. Adeus, mundo. Divulguem boa energia.'.

O caso de Brittany teve uma grande repercussão nos Estados Unidos e reabriu o debate sobre o suicídio assistido no país.

O suicídio assistido é legal somente em cinco estados americanos, por isso a jovem, que vivia em Oakland, na Califórnia, se mudou junto com sua família para o Oregon.

Ela criou o Fundo Brittany Maynard para promover o 'direito a uma morte digna' em todo o país. Ela publicou um vídeo na quinta-feira em que explicava sua decisão.

'Quando as pessoas me criticam porque não espero mais tempo ou porque não sigo o que eles decidiram que é melhor para mim, me dói. Porque eu me arrisco a cada dia, a cada dia de manhã ao me levantar', desabafou.

Em janeiro deste ano, pouco mais de um ano após se casar, Brittany foi ao médico por causa dos fortes dores de cabeça que sentia e teve diagnosticado um tumor cerebral de grande agressividade.

O câncer avançou rapidamente e os especialistas a informaram que só restavam alguns meses de vida, e explicaram como seria o desenvolvimento da doença, que causa um grande e prolongado sofrimento antes da morte.

Perante esta situação, a jovem decidiu se mudar para o Oregon, onde a lei permite que os médicos, depois de uma série de avaliações, forneçam os medicamentos para o suicídio assistido. 

  

http://www.msn.com/pt-br/noticias/mundo/morre-nos-eua-jovem-com-c%C...

Exibições: 670

Responder esta

Respostas a este tópico

Foi uma Eutanásia... Bom tema para debate, sob a ótica espiritualista...

Eu no meu ponto de vida espiritual,vejo com após sofre e não conhecendo, a vida pós a morte este foi o caminho escolhido, pois ela estava sofrendo,e assim ela esta diminuído o que esta sentindo acabando com sua vida, mas o que ira acontecer só os mentores poderiam explicar....

Bom dia a todos,

Infelizmente segundo a nossa tão dadivosa doutrina espirita, a situação dolorosa de Brittany ainda não terminou. Ao levar a cabo a sua intensão de abreviar sua própria vida, ela cometeu um suicídio. Sim, segundo o seu entendimento e do estado americano que possui lei favorável ao chamado suicídio assistido, ou a eutanásia isto é legal. O que talvez a atenue a falta, pois desconhece talvez a possibilidade de que haja vida após a morte. Mas é uma pena que ela não tenha carregado o seu fardo até o final, pois suportando calmamente até que os anjos do Senhor ouvissem a sua súplica e, desde que fosse merecedora, a tirassem pela mão deste mundo de sofrimentos, para alcançar o tão desejado descanso regenerador. É com pesar que digo isso, pois a hora do desencarne só a Deus pertence. A nós cabe apenas resignação e o bem suportar de nossas provas. Deus queira que ela se encontre amparada, mas infelizmente, com uma missão a recomeçar. Deus, tende piedade de todos nós.

Um abraço a todos.

Paulo Luís


Se ela soubesse que antes de reencarnar, assinou que iria aguentar firme e escolheu junto aos protetores essa provação e, tanto, tinha motivo para essa prova, pois nada é por acaso, momentos bons e não tão bons assim. Ela teve uma chance de resgatar um débito. Cada caso é um caso, como diz André Luiz. A luz da verdade existe, é só manifestar interesse que a espiritualidade te encaminha. todo suicídio tem suas consequências.
Henrique disse:

Foi uma Eutanásia... Bom tema para debate, sob a ótica espiritualista...

Então essa escolha dela está totalmente fora dos ensinamentos do evangelho que está bem claro... que  os últimos momentos de vida de individuo, ele pode conseguir diminuir muitas dores do espirito no futuro.

Penso que ela mesma escolheu seus caminhos, ao pedir a reencarnação, e agora ao abandonar esta existência.

Sendo assim, assume os encargos de sua escolha. E para os padrões de comportamento dos norte-americanos, ela está condizente com a educação 'espiritual' que recebeu das igrejas todas... que não preparam o fiel para o futuro desencarnado, não se preocupam com a vida ausente do corpo...

Espero que ela esteja feliz com sua escolha.

Henrique disse:

Foi uma Eutanásia... Bom tema para debate, sob a ótica espiritualista...

Ninguém nesta terra tem o direito de abreviar a sua vida,mesmo tendo uma doença terminal sofrendo muitas dores.... somente Deus tem o direito de tirar a vida, de dizer que chegou a hora, caso contrário é suicídio. Pois o sofrimento é experiência do qual o espírito tem de passar,para examinar sua vida, arrepender dos seus erros purificar o seu espírito. Sou contra a eutanásia, e a pedido pelo paciente, se assim ele optar, ele tera que ir para o vale dos suicidas como outros que abreviaram a vida....

Bom dia a todos!

Lendo os comentários e, ao mesmo tempo, pensando à respeito, acho que consigo entendê-la.

Imaginem-se sentindo dores absurdas, cada vez maiores e mais frequentes a cada dia que te impedem de raciocinar!!! Uma vez que você não consiga nem raciocinar, nem sequer pensar com clareza por poucos minutos, isso por si só já deve ser enlouquecedor. Obviamente que, sentada aqui em minha cadeira, com saúde e com minhas capacidades físicas, emocionais e mentais preservadas, fico horrorizada com o que ela fez contra si mesma... mas é muito fácil falar... Eu a entendo. Tenho empatia por ela. Não significa que eu concorde, aprove, incentive (como disse antes, tenho uma saúde perfeita, GRAÇAS AO BOM DEUS, e isso torna fácil falar.). Mas eu entendo. Entendo que, só nessas condições vividas por ela, poder-se-iam gerar sentimentos de desespero que levariam alguém a tomar a mesma decisão que ela tomou. Entendo que explica, mas NÃO JUSTIFICA. Todos sabemos, segundo nossas crenças, que o ato dela gerará consequências...pessoais e intransferíveis...Lamentável, realmente.

Concordo com todos e faço das palavras da Ana Paula minhas palavras, acrescentando que - para os materialistas - me parece até uma questão de inteligência e dignidade ( sem prejulgá-la como tal ou não).

Francisco, inteligência e dignidade isso ela lamentará no vale dos suicidas......

Creio sinceramente na misericordia de Deus,e creio que ela foi assistida por mentores, abreviou a vida em morte assistida e dentro da lei,quem sabe sabe nos na situacao dela fariamos o mesmo...

Nos espiritas acreditamos que todo sofrimento serve de lição e purifica o espirito, talvez essa jovem não tenha esse conhecimento e uso seu livre arbítrio...

Responder à discussão

RSS

© 2022   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!