Qual sua visão sobre o ABORTO ? Ele é justificável em alguma situação ? Afinal, quando se pode considerar o início da vida ? Na concepção, após alguns meses de gravidez, depois do nascimento ? Qual a visão das religiões, da filosofia e da ciência ? Uma vez que muitas mulheres procuram clínicas e quase chegam a óbito, seria melhor legalizar ? Qual a sua opinião em particular ?

Tags: aborto, feto

Exibições: 5716

Responder esta

Respostas a este tópico

ola gente...

eu particulamente sou contra porque?

porque procurei em fontes e elas me exclareceram a parti do momento que vamso nos reencarnar o espirito do ser que ira encarna fica encontanto com o ser encarnado talvez uam questao de se acostumar um com a energia do outro

entao me chega uma outra duvida se o ser que ira se encarna ja esta em contado como nos mesmos, mesmo ate antes de sabermos que vamso gerar uma vida?

dai onde começa a vida e onde podemos falar em tirar um vida ?

eu sou contra porque acho que o bebe ,o feto ,o embriao ja esta com nos memso bem antes de ter pelo menos 3 semanas de vida!

Eu sou contra em qualquer circunstância.

Pra mim, hoje; borto é assassinato! quando eu cometi não tinha a visão que tenho hoje e me errependo muito. A vida se inicia na concepção. hoje eu entendo que quando nos interrompemos que essa vida continue seu percurso mudamos toda uma história, essa única vida não vai nascer, crescer, gerar novos filhos, sobrinhos, netos etc... interropemos a formação de uma futura família, nela poderia vir filhos problemáticos, mais um adolecente rebelde ou um gênio que poderia achar a cura do câncer por exemplo. Não temos o direito de mudar o curso da história de ninguem. E pra mim tbm, já que estamos num site espirita, acredito tbm que eles não nasceram num corpo físico por que foi destruido porém eles estão vivendo no universo paralelo e seguindo seus pais igual uma criança normal faz, já que sua referência são sempre seus pais. E hoje com a conciência que estou adquirindo, sei que enquanto ele não evoluir na dimenção dele é minha responsabilidade me esclarecer cada vez mais e ajuda-lo a evoluir junto comigo, educa-lo, ama-lo assim como é o dever de toda mãe dedicada que ama seus filhos. 

E o momento mais sublime de uma mulher, desde o primeirinho segundinho de vida o espiito ja  esta grudadinho no ventre da mae. Entao seria um assassinato?
''CURTIR'' - NILCE RODRIGUES

Mesmo sendo profissional de saúde, acredito fielmente que a vida tem início no momento da concepção. Num dos livros da codificação ( A gênese), existe um capítulo sobre a gênese espiritual. A partir da concepção, o espírito reencarnante inicia um processo de ligação não só com a família que vai recebê-lo, como também com o corpo físico em plena formação; é um processo lento que vai se desenrolando ao longo dos meses gestacionais e só conretiza-se totalmente no momento do nascimento. A cada momento da gravidez que se sucede, o espirito está mais ligado ao seu futuro corpo. O aborto só deveria ser alternativa a ser utilizada, em casos de estupro ( aqui concordo em parte, já que a criança não é culpada pela agressão sofrida pela futura mãe, mas acho que é necessário muito esclarecimento espiritual acerca do assunto) , abuso de menores ou em casos, desde que bem analisados, onde a mulher corre um sério risco de vir a óbito.

Ao tremendo conflito dessas forças gigantescas que lutam pelo dominio moral da terra, enviaste a doutrina espirita , em nome do evangelho do cristo , para asserenar os coraçoes e comunicar que o amor e a essencia do universo , que as criaturas te nasceram do habito divino para se amarem umas as outras ; que o sexo e legado sublime e que o lar e refugio santificante esclarecendo, porem que eo amor eo sexo plasmam responsabilidade naturais na consciencia de cada um e que ninguem lesa alguem nos tesouros afetivos, sem dolorosas reparaçoes. acho que responde ao aborto por definitivo em casos de violencia Amem e assim sejas

Olá a todas/os,

 

Gostaria de chamar a atenção para o meu texto sobre esse assunto, que está em

http://www.espiritbook.com.br/profiles/blogs/o-aborto-a-luz-da-antr...

Achei que ele estaria também nesta seção do blog, mas parece que não está (pelo menos, não consegui localizá-lo aqui).

Entre outras coisas, eu mostro como a questão do momento da encarnação da individualidade durante gestação é controversa.

aaaaaaaaaaaaaa, VWS.

 

 

Uma mulher chega apavorada no consultório de seu ginecologista e diz:
- Doutor, o senhor terá que me ajudar num problema muito sério… Este meu bebê ainda não completou um ano e já estou grávida novamente. Não quero filhos em tão curto espaço de tempo, mas num espaço grande entre um e outro…
O médico então perguntou: Muito bem. O que a senhora quer que eu faça? A mulher respondeu:
- Desejo interromper esta gravidez e conto com a sua ajuda. O médico então pensou um pouco e depois de algum tempo em silêncio disse para a
mulher
- Acho que tenho um método melhor para solucionar o problema. E é menos perigoso para a senhora. A mulher sorriu, acreditando que o médico aceitaria seu pedido.
Ele então completou: Veja bem minha senhora, para não ter que ficar com dois bebês de uma vez, em tão curto espaço de tempo, vamos matar este que está em seus braços. Assim, a senhora poderá descansar para
ter o outro, terá um período de descanso até o outro nascer. Se vamos matar, não há diferença entre um e outro. Até porque sacrificar este que a senhora tem nos braços é mais fácil, pois a senhora não correrá
nenhum risco…
A mulher apavorou-se e disse: Não doutor! Que horror! Matar um criança é um crime.
- Também acho minha senhora, mas me pareceu
tão convencida disso, que por um momento pensei em ajudá-la. O médico sorriu e, depois de algumas considerações, viu que a sua lição surtira efeito. Convenceu a mãe que não há menor diferença entre matar a criança que nasceu e matar uma ainda por nascer, mas já viva no seio materno.

O CRIME É EXATAMENTE O MESMO!!

 

esta mensagem é só pra reforçar minha opinião dada no início dessa discissão !!!

um abraço fraterno a todos

Jolena Ventura

 

Muito boa a participação, pessoal !
Apartir do momento que se gera um feto não a mais o que fazer, senão esperar.
Sim esperar.Ñ importa se o feto esta mal formado,doente ou se o ato sexual não foi consedido pela mãe( no caso o estupro).E uma reencarnação que esta por vir. Se somos verdadeiramente espiritas e não espiritualistas ou espiriteiros não concordaremos com o aborto, eutanasia, suicidio ou pena de morte do contrtario seremos indiretamente responsaveis pela interrupssão de uma vida.Pois são crimes contra a divindade.
Quem e a fafor não sabe ou finge que não sabe.
Que e melhor um espirito malfasejo, maléfico ou algun que tenha escolhido este tipo de reercarnação cumprir seu tempo.
Fara menos mal ou dará menos trabalho a nos pois podera interpretar que somos seus inimigos e perseguir-nos.Pois fomos contra, ele permanecer no corpo que escolheu

Fora da caridade não a salvação.
cada caso é UM caso.Há q se analisar mto bem p/ opinar.A filosofia espírita dez q a união corpo/espírito só se completa com o nascimento(LE).A criação de uma criança é MUITO difícil.Se falha teremos adultos com depressão,dças psicológicas variadas desde neuroses até psicoses.Muito mais importante é ressaltar essa situação p/ todos os futuros pais e mães.Os embriões congelados são descartados nas clínicas de fertilização.P/ q continuem a existência há q se ter boa situação ovariana e uterina,além da súde geral( e serem depositados no útero em primeiro lugar).São ''abortamentos'' ,qdo desprezados.Grata

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!